Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Essa semana, a gente viu que Tony Brito não ficou feliz com o fim do financiamento das campanhas, e muita gente na torcida para que Bruno Reis não dê nem o primeiro passo. Já o Rui “Correria” Costa está sendo atrasado por gente de sua própria equipe. E eu aproveito para solucionar a maior parte desses problemas com uma sugestão de troca. Quer ver mais?

Veja mais

Pérola do dia

ACM Neto

"Padrão de qualidade que nada deixa a desejar a qualquer escola da rede privada de ensino."

Prefeito de Salvador ao inaugurar escola de tempo integral que leva o nome do ex-governador Eduardo Campos.

Veja mais

Comentários

Luiza Maia diz que professora tem ?interesse financeiro? ao criticar divulgação de agressores

Como devo proceder para doar um exemplar da Constituição Federal para a nobre deputada? Propor um projeto de lei sabidamente inconstitucional é uma vergonha.

27/03/2015 - 00:54

Pedro

Rui Costa apresenta Pacto Pela Educação para APLB; Programa será lançado na segunda

NAO VOTEI NESSE GOVERNADOR MAIS AS ATITUDES E AÇAO DELE TEM NOS SURPREENDIDO ESTOU GOSTANDO DA SUA ATUAÇAO

26/03/2015 - 21:17

JOSE CLAUDIO

Veja mais

Entrevistas

Silvio Pinheiro

Responsável por tocar o Plano Diretor Desenvolvimento Urbano (PDDU) e a Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo (Louos), o secretário de Urbanismo de Salvador, Silvio Pinheiro diz tomar “todas as medidas” para que as duas leis – que ordenam a vida na cidade – não sejam judicializadas após o envio para a Câmara Municipal de Salvador – que deve acontecer no final de julho. “Nós estamos adotando todos os cuidados, pegamos as lições do PDDU de 2012, tudo que foi questionado pelo Ministério Público, para não repetir os erros. Estamos fazendo um processo limpo, transparente, rígido – do ponto de vista da legalidade- para que não tenha questionamento”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias. De acordo com Pinheiro, outro ponto chave na sua pasta, atualmente, é a análise do impacto do Metrô de Salvador na Avenida Paralela. “O que nós estamos querendo assegurar é que o metrô na Paralela posso ser harmônico. Que se dê de um modo menos grave para o município para a cidade e para quem trafega pela via”, contou. Filiado, recentemente, ao Solidariedade, o secretário voltou a refutar que seu partido busque mais espaço na administração de ACM Neto (DEM). Além disso, afirmou que não foi chamado pelo prefeito para debater se será o candidato a vice-prefeito na chapa dele em 2016, como é ventilado no meio político.

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Bahia 4x0 Galícia

Veja mais

Quarta, 17 de Outubro de 2012 - 00:00

Conde: Candidato renuncia, elege esposa e diz a jornal que cidade terá dois prefeitos

por Bárbara Souza

Conde: Candidato renuncia, elege esposa e diz a jornal que cidade terá dois prefeitos
Se depender dos planos do ex-prefeito e ex-candidato à prefeitura de Conde, no litoral norte da Bahia, a cidade deverá experimentar uma situação atípica, a partir de janeiro do próximo ano, e ser administrada por dois prefeitos. “O prefeito de fato sou eu", disse Paulo de Oliveira, o Paulo Madeirol (PSD), ao jornal Folha de S. Paulo, que publicou reportagem sobre o assunto na edição da última sexta-feira (12). Dono de uma loja de materiais de construção, a Madeirol, o gestor é considerado ficha suja pela Justiça Eleitoral e renunciou à candidatura na antevéspera da eleição. Ele foi substituído pela mulher, Marly Leal de Oliveira, a Marly Madeirol (PTN), eleita com 6.683 votos (53,68%). "Pela primeira vez Conde vai ter dois prefeitos, um homem e uma mulher", declarou ao jornal paulista Paulo Madeirol, que já governou Conde entre 2001 e 2008. Antes de procurar o candidato do PSD, os repórteres da Folha contataram a prefeita eleita, “mas ela orientou a reportagem a procurar o marido”. Segundo o periódico, dos 68 candidatos apontados como fichas sujas pela Justiça, Madeirol foi um dos 33 políticos que conseguiram eleger parentes após adotar a mesma manobra: renunciar à candidatura e ser substituído por alguém da família.

O petista Zironaldo Barros, que recebeu 3.764 votos (30,24%) para a prefeitura de Conde, disse ao Bahia Notícias que o postulante do PSD formalizou a renúncia no Cartório Eleitoral da 21ª Zona de Esplanada no final da tarde de sexta-feira (5) e “não deu ampla divulgação do fato, como exige a legislação”. Segundo ele, Madeirol chegou a encaminhar uma “carta” para a Rádio Conde FM 87,9 – de propriedade de Zironaldo , mas aliados políticos teriam enviado dois carros de som à porta da emissora “para impedir” que o locutor “pudesse ler a carta”. Ainda de acordo com Zironaldo, que é advogado, Madeirol cometeu outras infrações: “não retirou nem os cartazes nem as placas do 55 (número do PSD), o que o juiz mandou fazer” e “pagou entre R$ 200 e R$ 300 para cada eleitor emprestar o título”, que, segundo Zironaldo, teria sido devolvido “um dia depois da eleição”. Ao ressaltar o “conjunto de ilegalidades” supostamente cometidas por Paulo Madeirol, Zironaldo defende a tese de que ele é quem deve assumir o comando da cidade em janeiro de 2013. De acordo com a assessoria de comunicação do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), candidaturas dos que substituíram postulantes a prefeito ou vice-prefeito às vésperas da eleição – coligações têm até 24 horas antes do pleito para fazer a substituição são submetidas ao mesmo trâmite que qualquer candidatura, ou seja, podem ser indeferidas pela Justiça Eleitoral. Caso isso aconteça com a prefeita eleita Marly Madeirol, conforme explicou ao BN a assessoria do TRE-BA, o segundo colocado assume a prefeitura. Procurado pelo Bahia Notícias, Paulo Madeirol disse que “ele [o repórter] falou coisas além do que eu disse”, ao se referir a um jornalista da Folha. Questionado sobre o que ele mesmo teria declarado ao jornal, o ex-candidato do PSD afirmou em tom veemente: “não vou falar com vocês não, porque vocês só escrevem o que interessa a vocês”. Em seguida, desligou a ligação sem avisar que o faria. 

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Qual pauta vai ser excessivamente repetida nas manifestações em 2015?

Artigos

Leda Jesuíno
Creche, um direito da mulher

A creche, na exaustiva vida da mulher no mundo contemporâneo, é uma alternativa que exige esforços do poder público e dos cidadãos, vez que está em pauta a criança - riqueza de uma nação. Cuidada devidamente, este precioso manancial constitui o mais importante fator de desenvolvimento de uma sociedade organizada. A criança, potencial de prosperidade do país, necessita de um olhar reflexivo, e por que não dizer, científico e mais adequado ao paradigma do mundo atual.

Veja mais

Viagem no tempo

Samuel Celestino, anos atrás
Publicada no Jornal A Tarde em 12 de agosto de 1995: A Justiça e os corruptos

O clima entre os poderes Legislativo e Judiciário baianos é cordial, mas nem tanto. Não há guerra declarada entre os dois poderes, mas exigências colocadas sem as satisfações das quais nada, absolutamente nada, tramitará na Assembléia do interesse da Justiça. A Assembléia só aprovará matérias do interesse do Poder Judiciário se, reciprocamente, o Judiciário tiver boa vontade com os assuntos que o Legislativo deseja ver resolvidos.

Veja mais