Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Juro que não quero falar de Gabrielli. Não nada pra falar mesmo. O que vale mesmo é saber como é que o propagandista de Doutô Otto vai resolver essa história de contradizer os padrinhos de campanha dele. Veja que o 'companheiro' Otto aparece como resolvedor do problema do ferry. E os barcos chegaram da Grécia e foram direto para a revisão. Como é que viajou o Atlântico sem revisar? Ou teve que ir pra compensar os marinheiros escalifando de março a agosto no mar? Não vou nem entrar nos boatos de parentesco que andam dizendo por aí. Vou é passar um Machado nessas relações, só preciso saber se vai ter resposta ou não para as minhas perguntas. Enquanto elas não chegam, não deixe de ler as Curtas do poder!

Veja mais

Pérola do dia

Aécio Neves

"Vamos fundar a nova escola brasileira aqui na região Nordeste. Uma escola qualificada, escola que ensine, com currículo regionalizado, bem equipada e com professores valorizados"

Aécio Neves, candidato à Presidência da República pelo PSDB, durante campanha no sul da Bahia, ao falar dos seu plano de governo para a educação.

Veja mais

Comentários

Lídice pretende reduzir cargos comissionados no governo, caso eleita

Todo mundo promete, mas quero saber quem efetivamente diminuiu os cargos comissionados? ninguém fala!

20/09/2014 - 07:55

Ananias

Veja mais

Entrevistas

Da Luz

Foco na gestão pública. Esse é o principal lema do discurso do candidato ao governo do estado pelo PRTB, Rogério Tadeu da Luz. Em entrevista ao Bahia Notícias, Da Luz afirmou que todos os problemas do estado estão ligados a gestão e a valorização do funcionário público: “A gestão faz com que falte o recurso humano. Porque se gasta muito dinheiro alocado em áreas onde não tem a atividade final para a população... O servidor e os serviços públicos realmente precisam ser encarados como prioridade, para que eles possam prestar um bom serviço para a população, que é quem paga essa conta com os impostos”. Entre as propostas de Da Luz estão a criação do cartão saúde da família, que terá convênios com hospitais particulares para emergências, educação em período integral e o fim de secretarias como a Casa Civil e Relações Institucionais. “São dois grandes exemplos de secretarias que nada fazem para a população. Durante o governo PT na Bahia serão gastos nelas quase R$ 1,5 bilhão. Daria para construir 28 ‘Hospitais do Subúrbio”. Por fim, Da Luz diz estar preparado para assumir o cargo e pede uma chance para algo diferente no cenário político baiano.”Quero dizer ao povo da Bahia que eu não sou um sonhador, eu sou um lutador. A cada eleição eu venho me preparando para poder assumir esse estado, fazer uma gestão técnica, e resolver esses problemas que há 40 anos não se resolvem. Eles prometem, mas não cumprem. Me dê oportunidade que cumprirei”. Leia a entrevista completa.

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Vitória 1 X 2 Flamengo

Veja mais

Quarta, 03 de Outubro de 2012 - 20:20

Candeias: Tonha Magalhães lidera pesquisa P&A/Bahia Notícias

por Aparecido Silva

Candeias: Tonha Magalhães lidera pesquisa P&A/Bahia Notícias
A candidata à prefeitura de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador, Tonha Magalhães (PR) lidera as intenções de voto no município com 38,7%. A pesquisa realizada pelo Instituto P&A, em parceria com o Bahia Notícias, mostra o atual prefeito Sargento Francisco (PMDB) em segundo lugar com 29,7%, seguido por Carlos Martins (PT) que tem 9,5%, Jair Cardoso (PDT) possui 4,5% e o Pastor Sargento Isidório (PSB) tem 1,5%. Os candidatos Cézar Miranda (PSOL), Genival (PCB) e Nelson Testa (PPL) não pontuaram no levantamento estimulado – quando os nomes dos prefeituráveis são apresentados. Os que não sabiam ou não votam em nenhum candidato foram 16%. Tonha Magalhães também aparece em primeiro lugar na pesquisa espontânea – quando os nomes dos candidatos não são apresentados ao eleitor – com 34,7%. Sargento Francisco novamente é o segundo com 27%, acompanhado por Carlos Martins (9,2%), Jair Cardoso (3,5%) e Pastor Sargento Isidório (1%). Nesse cenário, os demais candidatos não pontuaram e os entrevistados que não sabiam, somaram 24%. A empresa P&A também quis saber do eleitorado o índice de rejeição dos postulantes ao Executivo. Entre os entrevistados, 37% disseram não votar no Pastor Sargento Isidório, Tonha vem em seguida com 31,5%, Nelson Testa está com 31%, Genival tem 27,5%, Carlos Martins aparece com 26,5% de rejeição, Sargento Francisco tem 23,5%, Jair Cardoso com 22,2%, Cezar Miranda tem 20% e os que não sabiam ou não rejeitariam nenhum foram 12%. A pesquisa ouviu 400 pessoas, foi realizada entre os dias 1 e 2 deste mês, possui uma margem de erro de 5% para mais ou para menos e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob protocolo número BA-00342/2012.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

A delação premiada do ex-diretor da Petrobras pode respingar nas eleições 2014?