Eunápolis: Terceira vítima de acidente na BR-101 morre; mãe e filha também não resistiram
Possíveis falhas em atendimento médico pode ter resultado mortes |Foto: Radar 64
O motorista que sofreu fraturas na perna direita após bater o veículo na tarde deste sábado (15), no KM 732 da BR-101, próximo à divisa entre os municípios de Eunápolis e Itabela, no sul baiano, morreu nesta segunda-feira (18). Paulo Teixeira Santos, de 36 anos, que perdeu a mulher e a filha no acidente, estava internado no Hospital Regional de Eunápolis, no sul baiano. De acordo com o site Radar 64, a direção da unidade informou que a causa da morte foi causada após uma embolia pulmonar. No dia em que deu entrada na unidade, o condutor seria submetido à uma cirurgia, mas a unidade médica não confirmou se o procedimento foi realizado. A companheira do condutor, Vera Lúcia de Araújo Pereira, 32, e a filha do casal, Manuelle, 4, também foram atendidas no hospital, mas não resistiram. Mãe e filha foram enterradas nesta segunda em um cemitério de Vila Velha, no Espírito Santo, cidade que residiam. Ainda segundo o portal, um parente das vítimas declarou que os corpos chegaram em um veículo comum e que o motorista não entregou o atestado de óbito. De acordo com o médico do Samu Luiz Andrade, que realizou o resgate logo após o acidente, Vera Lúcia tinha provável traumatismo craniano e lesões na fase, mas estava consciente. Ainda segundo o profissional de saúde, a criança, que viajava acomodada na cadeirinha de segurança, estava em situação mais estável. O quarto ocupante do carro, o outro filho do casal, Gabriel, de 12 anos, foi transferido para um hospital em Ilhéus. Não há informação sobre o seu atual estado de saúde. Procurado, o Hospital de Eunápolis não quis informar as causas da morte de mãe e filha. A família estava em férias e seguia para Ilhéus, onde tem parentes. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, chovia e o motorista do veículo perdeu o controle da direção em uma curva e bateu de frente com um caminhão.

Histórico de Conteúdo