Em retorno aos palanques, Lula ignora mensalão e ataca antigo aliado
O ex-presidente Lula não mencionou o julgamento do mensalão e atacou um antigo aliado em seu retorno aos palanques nesta sexta-feira (31), em Belo Horizonte. Em um discurso de pouco mais de 13 minutos, o petista incitou a militância da capital mineira contra o prefeito Marcio Lacerda (PSB), candidato à reeleição, de quem o PT foi aliado até junho. O gestor enfrenta o ex-ministro Patrus Ananias (PT), que está 16 pontos percentuais atrás do atual prefeito, segundo as pesquisas. “Deus colocou o dedo no lugar certo e disse o seguinte: [se] aqueles que o PT ajudou a chegar no poder não querem mais ficar com o PT, tudo bem. O PT não vai ficar chorando [...] Que eles saibam: eles não estariam no governo se não fosse por nós”, disse Lula para aproximadamente 5 mil pessoas. Devido a divergências políticas, o PT rompeu a aliança com o PSB e alega que Lacerda escolheu como aliado o senador Aécio Neves (PSDB). Durante o evento, Lula comentou o câncer que teve e disse que não podia falar muito para não ter um acesso de tosse. Informações da Folha.

Histórico de Conteúdo