O assaltante de banco Raimundo Nonato de Assis Santos, 33 anos, foi preso no Hospital Dr. Eduardo Ribeiro Bahiana, em Madre de Deus, onde estava internado após ser ferido a tiros, nas costas e na nuca, por um criminoso rival. Com mandado de prisão em aberto, expedido pela comarca de Maragojipe, ele participou, em 2005, do assalto de R$ 500 mil a uma agência bancária na cidade de Maragojipe. Interrogado pela delegada Maria Selma Pereira Lima, titular da 17ª Delegacia Territorial (DT/Madre de Deus), antes de ser transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, ele apontou os traficantes Edvaldo Marques Teixeira Júnior, o “Vado Gordo”, 26 anos, e Anderson Conceição Silva, 22, como o mandante e o autor do atentado, respectivamente. Presos em Madre de Deus, eles foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio e estão custodiados na DT de Candeias.

Histórico de Conteúdo