Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Samuel Celestino

Veja mais

Curtas do Poder

Curtas do Poder

Acho que Geddel está de dengo com o Soberano. Depois de sua ausência e de Lúcio, o Gordo, na Lavagem do Bonfim, o ex-candidato ao Senado disse que o governo de Neto é razoável e que espera ser chamado para conversar sobre o futuro. Ou seja, vice-prefeitura. Já as filhas do Galego (JW) não tem dado sorte nos empregos. Não deixe de ler as curtas e venenosas do Poder!

Veja mais

Pérola do dia

Cid Gomes

"Temos que parar de dar prioridade à ação de tentar descobrir a pólvora."

Ministro de Educação ao dizer que pasta não sofrerá com cortes de verbas.

Veja mais

Entrevistas

Arlindo Chinaglia

O parlamentar Arlindo Chinaglia (PT), candidato à presidência da Câmara dos Deputados, alfinetou seu concorrente, Eduardo Cunha (PMDB) durante visita a Salvador para angariar votos dos representantes baianos. De acordo com Chinaglia, o atual presidente e candidato à reeleição permitiu com que a Casa Legislativa apenas atenda demandas e não adota pautas. “Quando eu fui presidente, coloquei a reforma política em votação e, no primeiro semestre, a reforma tributária estava pronta para votar. O presidente tem que conduzir processos”, disse o petista, que foi dirigiu a Casa entre 2007 e 2009. Além disso, Chinaglia deu a entender que a campanha de Cunha é ligada a interesses econômicos e afirmou que a campanha do opositor é de “projeto pessoal”.

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Bahia 3x2 Shakhtar

Veja mais

Sábado, 04 de Agosto de 2012 - 08:20

'Dormia a nossa pátria mãe tão distraída', diz Gurgel após pedir prisão imediata de 36 réus do mensalão

'Dormia a nossa pátria mãe tão distraída', diz Gurgel após pedir prisão imediata de 36 réus do mensalão
Procurador citou canção de Chico Buarque |Foto: STF
A Procuradoria-Geral da República defendeu nesta sexta-feira (2) a prisão imediata dos réus que forem condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento do mensalão. O procurador Roberto Gurgel pediu a condenação de 36 dos 38 réus. "A Procuradoria-Geral da República requer desde já a expedição de mandados de prisão imediatamente após a sentença", disse Gurgel. O pedido visa evitar que embargos de declaração atrasem o cumprimento da pena. O procurador destacou que não cabe recurso do mérito da decisão que vier a ser tomada pelo STF , afirmou ter obtido "todas as provas possíveis" e destacou que o escândalo aconteceu entre quatro paredes dentro do Palácio do Planalto, em referência ao ex-ministro José Dirceu (PT). "O Ministério Público só não conseguiu provas impossíveis", afirmou. Segundo ele, "jamais um delito foi tão fartamente comprovado" e o julgamento é "histórico". Gurgel aproveitou ainda para dizer que foi vítima de ataques "grosseiros e mentirosos" desde que apresentou as alegações finais ao processo mantendo as acusações contra quase a totalidade dos réus. "Foi tudo para constranger e intimidar procurador", acusou. Ele afirmou que este comportamento é "inaceitável" e "inútil". "Não nos intimidaremos jamais". E encerrou a sustentação oral com uma citação ao compositor Chico Buarque, notório simpatizante do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). "Dormia a nossa pátria mãe tão distraída, sem perceber que era subtraída em tenebrosas transações".

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Janeiro / 2015

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Mesmo no começo de 2015, políticos já falam de 2016. Eleições são prioridade?

Artigos

Karla Borges
Outra análise do IPTU 2014 e 2015

O recente balanço da arrecadação do IPTU de Salvador em 2014 divulgado pela Secretaria Municipal da Fazenda - SEFAZ apontou uma inadimplência de 23% entre os pagantes. Entretanto, de acordo com os dados do Portal Transparência publicado no site da SEFAZ, a previsão de receita do IPTU para o exercício de 2014 era de R$ 892.419.000,00 e foram arrecadados R$ 461.793.950,08, correspondendo, portanto, a uma inadimplência de 48,25% entre os contribuintes do imposto.

Veja mais

Viagem no tempo

Samuel Celestino, anos atrás
Publicada no Jornal 'A Tarde' em 05 de março de 1985: A Bahia no ministério

Depois de longos anos de participação discreta nos governos revolucionários, a Bahia retoma o seu prestígio político no cenário nacional se efetivamente for confirmada a destinação de três ministérios para políticos baianos, como tudo parece indicar. Há, ainda, algumas dúvidas sobre a formação do primeiro escalão do futuro governo e, dentre elas, informava-se ontem que não estava tão certa a presença de Fernando Lyra no gabinete da Casa Civil e que Waldir Pires permanecia entre a Previdência Social e o Ministério da Justiça.

Veja mais