Zé Neto deixará comando do governo na AL-BA até o fim do mês; Ex-líder da oposição deve assumir posto
Gildásio é cotado para o posto | Foto: Betto Jr. / Ag. Haack / BN
O deputado estadual Zé Neto (PT) deixará a liderança da bancada governista da Assembleia Legislativa da Bahia até o final de junho. Candidato a prefeito de Feira de Santana, o parlamentar quase cedeu o posto em abril para se dedicar à pré-campanha eleitoral, mas continuou à frente da ala da maioria, segundo ele, devido à greve dos professores. Agora, no entanto, o petista diz que “cumpriu a etapa”. “Sustentei o sal na hora da dificuldade, porque não poderia deixar de ser de outra forma. Aguentei ônus, bônus e sacrifícios. Mas fiz tudo isso com convicção”, avaliou, em entrevista ao Bahia Notícias. Em seu lugar, o governador Jaques Wagner indicará um nome para liderar a bancada. Embora Zé Neto não confirme, conversas de bastidores dão como certo que o ex-oposicionista Gildásio Penedo (PSD) o substituirá. “O governador deve ouvir a bancada e decidir por alguém que tenha legitimidade e possa traduzir o sentimento do governo. Há diversos deputados petistas que podem assumir o cargo e Gildásio, como um deputado experiente e maduro que é, é um bom nome para o posto”, considerou. Embora comande o atual partido do vice-governador Otto Alencar na Casa, Gildásio, ex-filiado ao DEM, foi líder da oposição no biênio 2007-2008 e aguerrido crítico ao governo estadual (ver aqui, aqui, aqui, aqui, também aqui e ainda aqui). O PSD é a segunda maior bancada do Legislativo baiano.

Histórico de Conteúdo