Terça, 24 de Abril de 2012 - 22:27

Sob gritos de protesto, reajuste dos professores é aprovado

por José Marques

Sob gritos de protesto, reajuste dos professores é aprovado
Professores ocuparam AL-BA para pressionar | Foto: José Marques / Bahia Notícias
O Projeto de Lei 19.778/2012, que reajusta as remunerações da carreira do magistério público estadual do ensino fundamental e médio, foi aprovado, na noite desta terça-feira (24). Apesar dos gritos e cantorias de protestos dos docentes, profissionais da educação e estudantes presentes na galeria da Casa (que desejavam um aumento automático de 22,22%, e não conseguiram), a medida foi aprovada sem grandes entraves. Foram 33 votos a favor, 19 contra e duas abstenções, uma delas de Kelly Magalhães (PCdoB). Como esperado, a petista Luiza Maia se posicionou contra a medida. O também polêmico Projeto de Lei 19.779/2012, que transforma benefícios da classe em subsídios, foi endossado pelos parlamentares em seguida. Após a votação do primeiro texto, o oposicionista Targino Machado (PSC) incitou os professores a manterem a greve, o que irritou o presidente Marcelo Nilo (PDT): "Você está provocando o pessoal da galeria, deputado. Assim não dá", protestou.

Histórico de Conteúdo