Com Samuel Celestino

Receba Notícias do BN

Nome
E-mail *

Curtas do Poder

Curtas do poder

Enquanto Geddel diz que o PT quer chupar o PMDB, estou achando que o PMDB é quem vai chupar nessa história. E, em pleno Carnaval, fiquei sabendo que a presidente Dilma Rousseff almoçou no apartamento do Galego Wagner, que tá com cada vez mais moral no governo federal. Outro cheio de moral é Fábio Mota, que está se saindo melhor que a encomenda na prefeitura. Ainda teve ex-prefeito brigando com ex-secretário e vereador interessado em uma boa cervejinha. Quer ver mais? Clique aqui e confira as Curtas e Venenosas da semana!

Veja mais

Pérola do dia

Humberto Adami

"É preciso que o país, afastando os resquícios da escravidão negra no Brasil, se imbua no respeito aos direitos humanos".

Presidente da Comissão da Verdade da Escravidão Negra ao afirmar que vai acompanhar a apuração das doze mortes no Cabula.

Veja mais

Comentários

?PTN não foi convidado para reunião da oposição?, diz Carolino, ao acusar Suíca de ter mentido

ESSE CAROLINO E UMA PIADA QUE OPOSIÇAO VOCES SAO ATE ONTEM ERAM DA COZINHA DO ALCAIDE O ALCAIDE FECHOU O BOLSO ELES ACHAM QUE SAO OPOSIÇAO NAO E SO TROCAR DE LADO E ALGO MAIS

27/02/2015 - 00:35

JOSE CLAUDIO

Veja mais

Entrevistas

Guilherme Bellintani

Recém-chegado à Secretaria de Educação, Guilherme Bellintani traz consigo o reconhecimento da gestão que fez na Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Cultura de Salvador. O empresário assumiu a pasta da Educação em 1º de janeiro e encontrou uma máquina grande: 7 mil terceirizados, 7 mil professores, 140 mil alunos e 428 escolas. Os projetos já estão sendo pensados e o destaque de Bellintani é o 'Agente de Escola', que promete aproximar pais, alunos e escola na luta contra a evasão escolar. Mais detalhes sobre os planos para o biênio 2015/2016, o secretário de Educação conta na entrevista da semana do Bahia Notícias.

Veja mais

Multimidia

Veja os gols de Bahia 2x0 Catuense

Veja mais

Segunda, 07 de Novembro de 2011 - 22:30

Caminhada da Liberdade pelo Dia da Consciência Negra pode não acontecer

Caminhada da Liberdade pelo Dia da Consciência Negra pode não acontecer
Entidades acusam falta de atenção da prefeitura de Salvador
A 11ª Caminhada da Liberdade, que tem data marcada para o próximo dia 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, pode não acontecer devido a uma “falta de atenção” da prefeitura de Salvador. De acordo com representantes do Fórum de Entidades Negras, composto por onze organizações do movimento negro baiano, no dia 11 de agosto deste ano foi realizada uma reunião com o prefeito João Henrique (PP), na qual o mesmo se comprometeu a formar uma comissão, composta por representantes das Secretarias Municipais de Serviços Públicos (Sesp) e da Reparação (Semur) e pela Superintendência de Ordenamento de Uso do Solo (Sucom) com o objetivo de viabilizar juntamente com o Fórum a infra-estrutura, trânsito e segurança da atividade que integra as comemorações da cidade pela data. “A comissão iria beneficiar e muito a fluidez e organização da caminhada, pois seria uma ação conjunta, mas até hoje não tivemos nenhum retorno do prefeito e sem a ajudar desses órgãos a logística da caminhada fica muito prejudicada”, destacou o coordenador geral, Walmir França. Os militantes afirmaram ainda que aguardam um posicionamento do alcaide sobre o compromisso firmado.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Site Auditado pelo IVC - Bahia Noticias

Enquete

Qual o ponto mais relevante da reforma política?

Artigos

Mário Lima
A galinha e o orçamento impositivo

Com a eleição do deputado Eduardo Cunha, a reforma política está tomando corpo. Sintomaticamente, o primeiro item de uma pauta tão complexa a ser aprovado foi o orçamento impositivo. Muita gente comemorou dizendo ser a independência do Parlamento. E sabem quem entrou na discussão? A Galinha.

Veja mais

Viagem no tempo

Samuel Celestino, anos atrás
Publicada no Jornal 'A Tarde' em 02 de março de 2005: Ironia ou sabedoria

Enquanto o País, atônito, perplexo e indignado, acompanha as estripulias do presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, com a sua indecente proposta de aumentar em 67% os salários dos deputados, passando-os de pouco mais de R$ 12 mil para R$ 21,5 mil, além da verba do gabinete que sairia de R$ 35 mil para R$ 45 mil, o presidente Lula aparece em cena e propõe 0,1% de aumento para os servidores da União.

Veja mais