O governo estadual divulgou detalhes do resultado do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para a construção do Sistema Viário Oeste, que inclui a Ponte Salvador-Itaparica, em evento realizado nesta quinta-feira (29) e com a participação do governador Jaques Wagner. O consórcio formado pelas empresas OAS, Camargo Corrêa e Odebrecht Transportes teve o projeto escolhido e orçado em até R$ 7 bilhões. A ponte, que ligará a capital baiana à Ilha de Itaparica, construída no modelo de Participação Público-Privada (PPP), terá 11,7 quilômetros de extensão, seis faixas de tráfego (além de duas de acostamento) e um vão central com altura de 70 metros e profundidade de 25 metros – que possibilitará a navegação no interior da Baía de Todos os Santos e será compatível com a expansão do Porto de Salvador. Com previsão para iniciar as obras em 2014, o governo acredita que todo o sistema viário ficará pronto em 2018. Outros detalhes técnicos foram apresentados: a largura da estrutura será de 27 metros e haverá um trecho de ponte móvel com 170 metros de extensão. Além da passagem, faz parte do projeto do Sistema Viário Oeste a duplicação de duas rodovias estaduais: BA-001 e BA-046, nos trechos que ligam Bom Despacho a Nazaré das Farinhas e Santo Antônio de Jesus. Uma nova estrada também foi anunciada e unirá os municípios de Santo Antônio de Jesus e Castro Alves.

Histórico de Conteúdo