Domingo, 14 de Agosto de 2011 - 07:20

Responsável por radares é acusada de fraudes

A empresa gaúcha Eliseu Kopp & Cia Ltda, responsável pelos radares, fotossensores e lombadas eletrônicas instalados em Salvador tem uma ficha que inclui contratos rescindidos com prefeituras e Estados, até com o Departamento Nacional de Infra-Estrutura e Transportes (Dnit), em razão de denúncias por irregularidades como a de ter vencido licitações viciadas, além de débito com a Receita Federal e inscrição na dívida ativa da União. De acordo com reportagem do A Tarde, nenhum desses predicados impediu que a Transalvador firmasse o contrato de R$ 1,995 milhão, celebrado para "locação, instalação e manutenção e atualização tecnológica de 50 equipamentos fixos de fiscalização eletrônica", os radares de velocidade popularmente chamados de “chupa-cabras”. A empresa também concorre com chances de vencer contrato de mais de R$ 2 milhões para instalação de fotossensores, cujos envelopes serão abertos na quarta-feira (17). Procurada na quinta-feira (11) pela reportagem para comentar sobre as denúncias que envolvem seu nome, a Eliseu Kopp, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que a pessoa que poderia falar em nome da empresa estava fora da cidade.

Histórico de Conteúdo