Barro Alto: Gestão de Paulo Miranda tem contas rejeitadas; ex-prefeito é multado em R$55 mil
Foto: Reprodução

As contas de 2016 da Prefeitura de Barro Alto foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. Não foi deixado em caixa saldo para quitar o resto das contas e pagar despesas da gestão anterior, o que promoveu um desequilíbrio fiscal. O prefeito, Paulo Miranda de Sousa, não cumpriu o índice constitucional mínimo de investimento na educação e sofrerá representação do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Ele ainda foi multado em R$50,4 mil, por conta do descumprimento a Lei de Responsabilidade Fiscal e em R$ 4 mil por irregularidades em um relatório técnico.  

Histórico de Conteúdo