Ilhéus: MPT recorre para que Hospital Regional corrija falhas na segurança do trabalho
Foto: Divulgação / Sesab
O Ministério Público do Trabalho (MPT) vai recorrer da decisão judicial que negou liminar pedindo que o Hospital Regional Luiz Viana Filho, em Ihéus, Litoral Sul, cumpra as normas de saúde e segurança do trabalho. A informação foi divulgada pelo órgão nesta terça-feira (2). O MPT deu entrada em julho numa ação civil pública na 3ª Vara do Trabalho de Ilhéus. De acordo com inquérito, a unidade de saúde expõe seus funcionários a riscos cotidianos de adoecimento, estresse e acidentes. Na primeira manifestação da Justiça, o juiz titular José Cairo Júnior foi favorável ao hospital, mas o julgamento principal ainda deve acontecer dentro de alguns meses. O MPT ainda pede que a unidade de saúde seja condenada a pagar indenização por danos morais coletivos de R$1 milhão e a corrigir 23 falhas no cumprimento das normas de saúde e segurança nas atividades de técnicos, médicos, enfermeiros e pessoal de apoio.

Histórico de Conteúdo