Quarta, 26 de Julho de 2017 - 12:20

Itagimirim: Acordo tentar ‘salvar’ hospital que sofre com problemas de estrutura

por Cláudia Cardozo / Francis Juliano

Itagimirim: Acordo tentar ‘salvar’ hospital que sofre com problemas de estrutura
Foto: Reprodução / Google Maps

Um termo de ajustamento de conduta [TAC] foi estabelecido para tentar recuperar o único hospital de Itagimirim, na Costa do Descobrimento, no sul baiano. A medida foi celebrada entre o Ministério Público do Estado (MP-BA) e a prefeita Devanir Brilhantino, como forma de atender a população que precisa dos serviços do Hospital Municipal Luís Eduardo Magalhães. O acordo dá prazo de 60 dias para recuperação dos equipamentos de raio-X, ultrassom, berços aquecidos, incubadora e máquinas industriais de lavar roupas. Já no período de até 90 dias, a prefeitura deve resolver problemas de: infiltração, pintura interna, telhado, janelas, pia da sala de curativos, além de fazer a limpeza geral das dependências internas e externas. Segundo o promotor de Justiça Helber Luiz Batista, em caso de não cumprimento, a prefeitura deve pagar multa de R$ 4 mil diários, além de estar sujeita a novas ações judiciais. A medida foi publicada nesta terça-feira (25) no Diário da Justiça Eletrônico.

Histórico de Conteúdo