Feira: Família de garota questiona identificação da Polícia e pede exumação de ossada
Foto: Reprodução / Facebook

Familiares da garota Gabrielly Gomes Santana, de sete anos – desaparecida em janeiro e dada como morta em abril (ver aqui) –pediram à Justiça a exumação da ossada identificada pela polícia, além de nova perícia. Eles questionam se os restos mortais são mesmo da criança. Ao G1, o pai da garota, o pedreiro Joilson Santana, acredita que o crânio encontrado pela polícia é diferente em relação a características que a garota apresentava antes de ficar desaparecida. Santana aguarda decisão do pedido de exumação feito na Vara do Júri de Feira de Santana, há 15 dias. Segundo descrição do pai da menina, uma foto da garota tirada em dezembro mostrava ela “banguela”, já o crânio identificado pela Polícia tinha todos os dentes.

Histórico de Conteúdo