Feira: Comerciantes acusam prefeitura de querer expulsá-los de Centro de Abastecimento
Foto: Reprodução / Site Valter Vieira

Comerciantes do Centro de Abastecimento de Feira de Santana acusam o prefeito José Ronaldo de querer provocar a saída deles do local. Os trabalhadores – que dizem atuar no espaço há mais de 40 anos – afirmam que a guarda municipal foi determinada neste sábado (17) a ocupar o local até que os comerciantes saiam dali. Conforme os trabalhadores, houve agressões físicas e verbais durante a intervenção da guarda municipal. O motivo da ocupação, segundo os comerciantes, é que há dois anos o prefeito tenta desativar o local para a construção um shopping, decisão que estaria em desacordo com compromissos de campanha do atual gestor. Eles afirmam que Ronaldo assegurava que iria modernizar o Centro de Abastecimento. Comerciantes afirmam também que o local é tombado pelo IPAC [Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural], e a situação não pode ser tratada da forma como foi encaminhada pela prefeitura.

Histórico de Conteúdo