Sexta, 29 de Dezembro de 2017 - 20:40

Irajuba: Professores entram em greve por não pagamento de 13º e atraso salarial

por Lucas Arraz

Irajuba: Professores entram em greve por não pagamento de 13º e atraso salarial
Polícia foi chamada por meio de denúncia anônima | Foto: Leitor BN/ WhatsApp

Professores da cidade de Irajuba fizeram nesta sexta-feira (29) um ato pela continuidade da greve da categoria. Eles deflagraram o movimento paredista na terça (26) porque não receberam ainda o 13º salário e os salários de novembro e dezembro. Por causa disso, os profissionais ainda não encerraram o ano letivo, que terminaria no dia 12 de janeiro. O ato teve até presença da Polícia Militar. É o que conta o professor José Carlos, coordenador da APLB em Irajuba. “A polícia foi chamada através de uma denúncia anônima que acusava os professores de  vandalismo. Fomos surpreendidos por policiais e viaturas. Eles procuraram direto pela APLB, vieram falar comigo”, explicou o professor. No entanto, não chegou a haver confronto entre a corporação e os policiais. Ainda de acordo com José Carlos, desde julho, há atraso nos vencimentos dos professores. Caso o 13º seja pago, eles pretendem voltar às salas de aula o mais rápido possível. “Caso seja pago novembro, dezembro, a gente volta na quarta”, afirmou. Procurada pelo Bahia Notícias, a prefeitura da cidade não foi localizada para repercutir o ato e a greve. 

Histórico de Conteúdo