Terça, 14 de Novembro de 2017 - 14:40

À base de carro-pipa, Dom Basílio espera adutora para resolver problema de água

por Francis Juliano

À base de carro-pipa, Dom Basílio espera adutora para resolver problema de água
Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias

O prefeito de Dom Basílio, no Sertão Produtivo, sudoeste, Roberval Meira (PR) vai até Brasília, na semana que vem, tentar a liberação de recursos para a construção de uma adutora de água. Orçado em mais de R$ 1,8 milhão, a obra é vista como a solução para o problema de abastecimento da cidade, que atualmente vive de carro-pipa. “Um reservatório que temos na serra já se esgotou. Não tem mais água, e nós estamos com todo o município, não só a sede, abastecido por carro-pipa. Essa é a grande dificuldade da gente”, diz Meira em entrevista ao Bahia Notícias. O gestor estima que quando a adutora estiver em funcionamento, 70% do abastecimento local estará garantido. “O projeto já foi aprovado pela Defesa Civil. Neste momento, só estamos aguardando a liberação dos recursos”, declara. A dificuldade do município ficou mais agravada após a diminuição de mais da metade dos carros-pipa, que fazem a distribuição de água na zona rural. “Antes, tinha 15 carros-pipa, agora são sete”, conta. Com a economia sustentada pela agricultura, principalmente na produção de maracujá, o prejuízo causado pela seca aos pequenos produtores chegou à soma de R$ 20 milhões neste ano. Meira participa nesta terça-feira do 1° Encontro Estadual de Proteção e Defesa Civil, que ocorre no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

Histórico de Conteúdo