Cuidados para garantir cabelos saudáveis durante a transição capilar
Foto: iprogressman / Thinkstock / Getty Images

Quem está passando ou já passou por transição capilar (processo que o cabelo deixa os processos químicos de lado para voltar à sua textura natural), sabe que não há como acelerar o resultado. "Para deixar a raiz crescer tem que respeitar o tempo", diz a dermatologista paulista Adriana Leite.

 

As mais ansiosas optam pelo big chop, que é o corte que retira toda a química, deixando os fios bem curtos. Tem também aquelas que disfarçam a raiz cacheada ou crespa com tranças. E ainda sem química, tem gente que continua refém da chapinha para que as texturas diferentes do cabelo não sejam percebidas. “É um erro, já que leva à alteração da estrutura capilar, deixando o cabelo muito fragilizado e quebradiço”, alerta Adriana. Para ela, a melhor opção é o secador de cabelo, usado a pelo menos 10 centímetros dos fios para não danificá-los.

 

De acordo com a dermatologista, o segredo para garantir cachos saudáveis no final do processo é uma boa rotina de hidratação e nutrição. “Quanto mais crespos, mais secos são os fios. Portanto, o hábito de hidratar e nutrir, em casa ou no salão, é obrigatório”, diz ela.

 

De acordo com uma pesquisa conduzida por Juliana Martins, especialista sênior de beleza e cuidados pessoais da Mintel, 25% das brasileiras com cabelo cacheado utilizam hoje mais ativadores de cacho do que no ano passado. Usados com regularidade, esses produtos podem combater as pontas duplas e ressecadas, devolvendo o aspecto saudável ao cabelo.

 

De acordo com o site da revista Boa Forma, vale também o investimento na proteção capilar (não expor o cabelo ao sol e fugir da poluição), e também diminuir a frequência da lavagem para duas vezes da semana são dicas preciosas para quem quer assumir a beleza dos cabelos naturais.

Histórico de Conteúdo