Juiz pede providências a OAB contra advogada que usou palavrões em ação contra Vivo
Foto: Reprodução/Migalhas
O juiz Rodrigo Domingos Peluso Júnior, do Juizado Especial de Curitiba, no Paraná, pediu providências à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) diante dos excessos de uma advogada em uma ação contra operadora de telefonia Vivo. Na ação, a advogada usou diversos palavrões, mas depois desistiu da petição. "Ação de foda-se a Vivo, não pago porra nenhuma e ainda quero uma indenização pela palhaçada", dizia o texto. De acordo com o site Migalhas, a advogada Vanessa Maria Vilches Lombardi atuou em causa própria contra a empresa. O pedido de arquivamento foi aceito pelo magistrado, sem resolução do mérito. Mas antes, pediu providências a OAB, pois a advogada faltou com o “princípio processual da urbanidade e respeito com a parte adversa e para com o Judiciário, utilizando-se de vernáculo inapropriado para um processo judicial."

Histórico de Conteúdo