Trabalhador vai receber hora extra por tempo de deslocamento até o trabalho
Foto: Reprodução
Um juiz do Ceará determinou que um trabalhador receba hora extra pelo tempo que levava para se transportar de casa até o trabalho e vice-versa. O rapaz prestava serviço para a fazenda Amway Nutrilite do Brasil e era levado pelo transporte da empresa. Por isso, passou a ter o tempo do percurso incorporado à jornada de trabalho. O pagamento, conhecido como “horas in itinere”, está previsto na Justiça do Trabalho desde que o período exceda a jornada firmada em contrato. No processo cearense, o funcionário alegou que a empresa é localizada em área rural, a 25 km de Ubajara (CE), e por isso ele gastava uma hora entre ida e volta, todos os dias. O juiz entendeu que a localização em área rural é suficiente para concluir dificuldade de acesso. Agora, o tempo será incorporado à sua jornada de todos os dias trabalhados durante sete anos e oito meses de serviço. A empresa recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT-CE), por defender que o transporte é um benefício e que os funcionários podem optar por usar o serviço público. De acordo com a matéria do R7, a Amway Nutrilite tem chances de reverter a situação, pois em pelo menos dois casos parecidos teve ganho de causa.

Histórico de Conteúdo