MP pede realocação de sanitários públicos na área entre o Farol e o Forte da Barra
Foto: MP-BA

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) recomendou à Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) que transfira os sanitários públicos encostados à balaustrada no trecho entre a frente da Pousada Noa Noa até a frente do 12º Distrito Naval. O pedido é para minimizar os impactos na região durante o Carnaval. De acordo com o promotor de Justiça Edvaldo Vivas, autor da recomendação, o local “corresponde ao maior impacto visual à paisagem e ao patrimônio cultural”. O promotor recomenda ainda que a Limpurb informe ao MP a ficha química dos produtos utilizados na higienização dos sanitários e os comprovantes de descarte da Embasa dos resíduos dos sanitários como resultado da coleta feita pelos caminhões. “As festividades de Carnaval nos núcleos históricos e no entorno de bens protegidos podem ser considerados – efetiva e potencialmente – eventos de risco ao patrimônio cultural protegido, podendo causar significativos e irreparáveis danos a bens de valor cultural”, destacou.

Histórico de Conteúdo