Concurso do MP-BA tem 34% de abstenção; de 35 mil inscritos, 23 mil fizeram prova
Foto: MP-BA

Mais de 12 mil pessoas não compareceram às provas do concurso para servidores do Ministério Público da Bahia (MP-BA). A abstenção de 34,72% é considerada normal pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que elaborou o concurso. As provas do certame foram aplicadas neste domingo (22). Dos mais de 35 mil inscritos, 23.254 compareceram aos locais de aplicação. Eles disputam 61 vagas, 41 para ampla concorrência e 20 para pessoas inscritas em regime de cotas para negros e pessoas com deficiência. Destas vagas, 50 são para cargos de assistente técnico-administrativo e 11 para analistas técnicos nas áreas de pedagogia (1 vaga), psicologia (2 vagas), serviço social (2 vagas), tecnologia da informação (1 vaga), estatística (1 vaga), letras (1 vaga), engenharia sanitária (1 vaga) e engenharia florestal (1 vaga). Membro da comissão do organizadora do concurso, o promotor de Justiça Artur Ferrari acompanhou as provas pela manhã e pela tarde e destacou a importância deste concurso como um momento de renovação. "A sociedade espera cada vez mais do Ministério Público e nós temos que nos aparelhar e nos estruturar em termos de recursos humanos para fazer frente a esses desafios e para cumprir as missões que a sociedade nos delegou", afirmou ele. De acordo com a FGV, o gabarito preliminar será publicado ainda nesta segunda-feira (23), no site da instituição. O resultado preliminar da prova objetiva está previsto para o dia 16 de novembro e o resultado definitivo para 4 de dezembro.

Histórico de Conteúdo