MP-BA denuncia 9 policiais por mortes no Cabula e pede prisão preventiva de envolvidos
Foto: Bahia Notícias
O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) ajuizou a denúncia contra nove policiais militares envolvidos na execução de 12 pessoas na Vila Moises, no Cabula, e por lesões provocadas em outras seis durante a ação realizada na madrugada do último dia 6 de fevereiro. Os promotores de Justiça Davi Gallo, José Emmanoel Lemos, Cassio Marcelo de Melo e Ramires Tyrone, autores da denúncia, pedem ainda a prisão preventiva dos nove denunciados, a fim de garantir a ordem pública e o regular andamento do processo, e a realização de reprodução simulada dos fatos. Os policiais denunciados estão incursos nas sanções penais do art. 121, parágrafo 2º, incisos I, III e IV (homicídio qualificado) e art. 14, inciso II (tentativa de homicídio), combinados com o art. 29 (concurso de pessoas), todos do Código Penal brasileiro. A denúncia teve por base o Procedimento Investigatório Criminal instaurado pelo MP, o Inquérito Policial Militar e peças extraídas do Inquérito Policial.

Histórico de Conteúdo