TJ-BA realiza mutirão de exames de DNA para reconhecimento de paternidade
Foto: CNJ

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) realiza na próxima sexta-feira (26) a primeira edição do Projeto Pai Presente de 2018, com realização de exames de DNA. O mutirão acontecerá no Centro Judiciário Solução Consensual de Conflitos (Cejusc) Conciliação, no Fórum das Famílias, no bairro de Nazaré, em Salvador. Serão agendadas audiências para o exame ou o reconhecimento espontâneo da paternidade. O mais recente mutirão ocorreu em 10 de novembro de 2017 e as solicitações remanescentes do ano passado também serão atendidas. Somente em 2017, foram realizados, em toda Bahia, 1.415 exames de DNA nos processos de investigação de paternidade com assistência judiciária gratuita. Em Salvador, foram atendidas 428 solicitações e realizados 235 exames de DNA, com 114 reconhecimentos de paternidade. O Pai Presente é um projeto promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com os tribunais de Justiça estaduais. O projeto visa realizar reconhecimento espontâneo tardio da paternidade após o registro da criança apenas pela mãe, ou aos pais que apresentem dúvida quanto à paternidade e desejam realizar exame de DNA. Para participar dos mutirões, basta entrar em contato pelos telefones 0800 284 2252 ou 3372-5167, ou também pelo e mail paipresente@tjba.jus.br.

Histórico de Conteúdo