Clima esquenta nos bastidores para licitação de R$ 1,5 bi na prefeitura de Salvador
Foto: Max Haack/ Agecom

Em matéria publicada no último dia 9 de agosto, o Bahia Notícias mostrou que há um forte lobby do empresário Flecha de Lima, parente do prefeito ACM Neto, na licitação para iluminação pública de Salvador (leia aqui). De acordo com novas informações obtidas pelo BN, empresas do ramo estão preocupadas com as bases do certame. Elas denunciam posiveis favorecimentos em alguns pontos. Um deles é atestar experiência com iluminação pública para eventos ou festas populares com quantitativo excessivo. Ou seja, uma empresa que já fez o Carnaval da Bahia. Outra exigência é comprovar experiência com implantação de sistema exclusivo de iluminação pública em única rua com quantitativos excessivos. Ou seja, uma empresa que já iluminou a Marginal Tietê e a avenida que leva ao aeroporto de Guarulhos (SP). Tudo leva a crer que um consórcio liderado pela FM Rodrigues, empresa que ganhou licitação de iluminação em São Paulo e está sob júdice, pode ser beneficiada.

Segunda, 21 de Agosto de 2017 - 00:00

Um ano após o fim da Olimpíada, medalhistas baianos contam o que mudou em suas carreiras

por Matheus Caldas / Leandro Aragão / Ulisses Gama / Bruno Luiz

Um ano após o fim da Olimpíada, medalhistas baianos contam o que mudou em suas carreiras
Arte: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

Os Jogos Olímpicos, maior evento esportivo do mundo, mobilizaram o Brasil e, sobretudo, o Rio de Janeiro, por 16 dias. Entre os dias 5 e 21 de agosto, as piscinas pararam para ver a redenção de Michael Phelps, o tablado virou palco para a supremacia de Simone Biles e o Estádio Nilton Santos, por um período, fez o futebol se render a Usain Bolt, o homem mais rápido do Mundo. O Rio também teve seus momentos de Bahia. Os ringues receberam Robson Conceição, o primeiro campeão olímpico do boxe; a lagoa Rodrigo de Freitas debutou as medalhas brasileiras na canoagem, com Isaquias Queiroz e Erlon Souza; e, por fim, o Maracanã, estádio símbolo do país, fez cair por terra o trauma brasileiro com o 7 a 1. O volante Walace recebeu o primeiro ouro olímpico do futebol – suplente, o goleiro do Bahia, Jean, foi homenageado com um ouro, apesar de não ter jogado. Nesta segunda-feira (21), se completa um ano do encerramento da Olimpíada no Brasil. E, 365 dias depois, o que mudou na vida dos atletas baianos medalhistas no Rio de Janeiro? Leia a matéria completa na coluna Esportes!

Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 19:00

PSDB de São Paulo diz que encontros entre Aécio e Temer causam 'desconforto'

por Eduardo Laguna | Estadão Conteúdo

PSDB de São Paulo diz que encontros entre Aécio e Temer causam 'desconforto'
Foto: Lula Marques

A Executiva do PSDB em São Paulo criticou e manifestou "desconforto" em relação aos encontros entre o senador Aécio Neves (MG), afastado da presidência do partido após ser acusado de pedir R$ 2 milhões do empresário Joesley Batista, e o presidente Michel Temer (PMDB). Os dois tiveram uma reunião fora da agenda na noite de sexta-feira (18) levando a executiva do diretório municipal do PSDB a soltar uma nota de repúdio. "A presença de Aécio Neves hoje, em reuniões internas ou públicas, só nos causa desconforto e embaraços. Prove sua inocência, senador, e aí sim retorne ao partido", afirmou o diretório, acrescentando que o senador Tasso Jereissati (CE), presidente em exercício da sigla, é quem pode falar em nome do PSDB. Após a repercussão negativa do encontro, Temer informou neste domingo em mensagens publicadas em sua conta no Twitter que o encontro com o senador mineiro foi para tratar da Cemig, dona de quatro hidrelétricas que o governo federal pretende relicitar para levantar R$ 11 bilhões e reduzir o rombo das contas públicas. "É assunto político. O tema é discutido pelo governo, aliados e equipe econômica", afirmou Temer (veja mais). "Senadores tratam dos assuntos de interesse de seu Estado. Nada mais normal. Teorias da conspiração são assunto de quem não tem o que fazer", complementou o presidente, que também disse não entrar em assuntos internos dos partidos. "Não o fiz, nem o faria em relação ao PSDB." Em sua nota, a executiva do diretório do PSDB em São Paulo disse repudiar "veementemente" qualquer tentativa de articulação político-partidária entre Aécio e Temer.

Dois homens morrem em confronto com a polícia no bairro de São Gonçalo do Retiro
Foto: Divulgação / SSP-BA

Dois homens morreram durante a madrugada deste domingo em confronto com a Polícia Militar no bairro de São Gonçalo do Retiro, em Salvador. De acordo com informações da PM, oficiais da 23ª CIPM e da Companhia Independente de Policiamento Tático (Rondesp) Central realizavam ronda na localidade conhecida como Baixinha de Santo Antônio por volta de 3h30, quando avistaram homens armados e foram recebidos por tiros. Dois homens foram atingidos e socorridos para o Hospital Roberto Santos, mas não resistiram aos ferimentos. Os demais envolvidos fugiram do local no momento do confronto.

Para fortalecer Álvaro Dias, Podemos busca filiar membros do PMDB e até Dallagnol
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O partido Podemos, ex-PTN, busca novos membros para tentar fortalecer a candidatura do senador Álvaro Dias (PR) à presidência da República. Segundo informações da Folha de S. Paulo, a legenda renomeada há pouco tempo tenta a filiação de dissidentes do PMDB e até mesmo de procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato, incluindo o chefe do grupo, Deltan Dallagnol. "Me sinto constrangido de fazer o convite, mas queria muito", reconheceu Dias, que esteve em Salvador nesta sexta-feira (18) para receber o título de cidadão baiano (veja mais). No entanto, Dallagnol nega a intenção de entrar na política no momento. A assessoria de imprensa do Ministério Público Federal em Curitiba assegura que nenhum dos procuradores vai concorrer nas eleições de 2018. Entre os dissidentes do PMDB que devem chegar ao Podemos estão a senadora Kátia Abreu (TO) e o deputado Sérgio Zveiter (RJ). A primeira se desgastou no partido por conta da defesa a ex-presidente Dilma Rousseff. Ainda segundo informações da Folha de S. Paulo, o Podemos teria oferecido a possibilidade de disputar o governo de Tocantins no ano que vem. Já Zveiter foi relator da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e votou pelo prosseguimento da acusação por corrupção passiva.

Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 18:00

Veja os gols de Bahia 3 X 0 Vasco

Cliente se irrita com atendimento, atira contra açougue e mata uma pessoa no Paraná; veja
Foto: Honório Silva/RPC Maringá

O cliente de um açougue matou a tiros um homem de 41 anos após se irritar com o atendimento do estabelecimento. De acordo com informações do G1, o caso aconteceu na cidade de Maringá, no interior do Paraná. O autor dos disparos atirou quando já estava dentro de sua caminhonete, deixando o local. Câmeras de segurança flagraram o momento dos tiros. Segundo a polícia, havia cerca de 20 pessoas no açougue durante o crime. Testemunhas relatam que o criminoso estava comprando frango assado e se irritou por conta da demora no atendimento. Um outro homem, de 61 anos, também se feriu com os disparos.

Com dois gols de Mendoza, Bahia vence o Vasco na Arena Fonte Nova
Foto: Max Haack / Ag Haack / Bahia Notícias

O Bahia voltou a fazer da Arena Fonte Nova um lugar difícil para os seus adversários. Na tarde deste domingo (20), a equipe tricolor não teve uma atuação envolvente, mas foi eficiente nas finalizações e venceu o Vasco por 3 a 0, em duelo válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Tiago e Mendoza, duas vezes, balançaram as redes para o Esquadrão de Aço. Leia tudo sobre a partida na Coluna de Esportes!

Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 17:40

'Não entro em assuntos internos de outras legendas', diz Temer após encontros com Aécio

por Guilherme Ferreira

'Não entro em assuntos internos de outras legendas', diz Temer após encontros com Aécio
Foto: Beto Barata/PR

O presidente Michel Temer assegurou por meio do Twitter neste domingo (20) que não interfere em assuntos internos do PSDB ou de qualquer outro partido. Apenas esta semana, ele teve três reuniões com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), todas elas fora da agenda oficial. Temer escreveu por meio do Twitter que tratou sobre a situação da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). "É assunto político. Tema é discutido pelo governo, aliados e equipe econômica. Não entro em assuntos internos de outras legendas. Não o fiz, nem o faria em relação ao PSDB", publicou Temer. Segundo informações da jornalista Andreia Sadi, as conversas teriam como objetivo enfraquecer o atual presidente do PSDB, Tasso Jereissati, que vem defendendo o desembarque da base do governo federal. "Senadores tratam dos assuntos de interesse de seu Estado. Nada mais normal. Teorias da conspiração são assunto de quem não tem o que fazer", defendeu-se Temer por meio do Twitter.

Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 17:20

Ônibus de vereador é incendiado no fim de linha do bairro de Mussurunga

por Guilherme Ferreira

Ônibus de vereador é incendiado no fim de linha do bairro de Mussurunga
Foto: Mayara Magalhães / TV Bahia

Um ônibus do vereador Vado Malassombrado (DEM) foi incendiado durante a madrugada deste domingo (20) em Massaranduba. O veículo estava estacionado no fim de linha de ônibus do bairro e seria usado durante a manhã para transportar pessoas da comunidade a um sepultamento no Cemitério Quinta dos Lázaros. Ao Bahia Notícias, Vado comentou que ainda não possui informações precisas sobre a causa do incêndio, mas moradores do local indicam que a motivação pode ter sido criminosa. "Disseram que uma ou duas pessoas arrombaram a porta do ônibus e colocaram material de fácil combustão", afirmou. "Foi um choque muito grande", lamentou. O vereador prestou queixa do caso na 3ª Delegacia Territorial, no bairro do Bonfim. Segundo ele, policiais realizaram perícia no veículo, mas ainda não o informaram sobre o resultado do procedimento. Vado disse ainda que o veículo costumava ser usado por moradores de Mussurunga para desenvolver trabalhos sociais, a exemplo de passeios escolares.

Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 17:00

Chega a quase 500 número de mortos em deslizamento de terra em Serra Leoa

por Estadão Conteúdo

Chega a quase 500 número de mortos em deslizamento de terra em Serra Leoa
Foto: Reprodução / Twitter

Cerimônias religiosas foram realizadas em várias localidades de Serra Leoa neste domingo (20) em memória das vítimas de deslizamentos de terra e inundações que atingiram na segunda-feira a capital do país, Freetown, e seus arredores. De acordo com funcionários de hospitais, quase 500 corpos foram retirados dos escombros e da lama desde o início das operações de resgate, na terça-feira. Além disso, mais de 600 pessoas continuam desaparecidas e equipes de resgate já avisaram que as chances de encontrar sobreviventes diminui a cada dia. Vários enterros coletivos ocorreram nesta semana, em meio a chuvas que ameaçavam provocar novos deslizamentos. Nos últimos dias, o governo do país alertou moradores para deixarem uma área de montanha onde uma grande fenda se abriu. Milhares de pessoas vivem em áreas de risco e a prioridade é garantir que elas deixem esses locais antes que aconteça um novo desastre, disseram autoridades. Grupos de ajuda humanitária estão fornecendo água potável para diminuir o risco de epidemias.

Conhecido como 'Rei da Comédia', ator americano Jerry Lewis morre aos 91 anos
Foto: Reprodução / USA Today

O ator americano Jerry Lewis morreu neste domingo aos 91 anos. Nos últimos anos ele vinha passando por recorrentes problemas de saúde, incluindo ataques cardíacos, problemas pulmonares. Conhecido como "Rei da Comédia", ele protagonizou mais de 45 filmes ao longo de 50 anos de carreira. Lewis formou uma parceria famosa nos cinemas com o ator Dean Martin a partir de 1946. Os dois atuaram juntos em 16 filmes. Entre os prêmios recebidos pelo ator ao longo de sua carreira estão o American Comedy Awards, Golden Camera, o Los Angeles Film Critics Association. Nascido na cidade de Nova Jersey em 1926, ele também ficou famoso pelo seu trabalho de cerca de 50 anos em prol da Associação de Distrofia Muscular.

Temer se reúne com presidente do Paraguai para discutir segurança na fronteira e Mercosul
Foto: Marcos Corrêa/PR

Os presidentes do Brasil, Michel Temer, e do Paraguai, Horacio Cartes, vão se encontrar nesta segunda-feira (21) em Brasília e devem discutir temas como a relação econômica entre os dois países, segurança na região de fronteira, a crise na Venezuela e a eliminação de barreiras ao comércio no Mercosul. O porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, aponta ainda que os dois chefes de estado devem também avaliar os resultados das recentes operações conjuntas de combate ao crime organizado. Brasil e Paraguai possuem 1.300 quilômetros de fronteira. Quanto ao Mercosul, Temer e Cartes devem falar sobre a possibilidade de um acordo comercial do bloco sul-americano com a União Europeia. O Brasil ocupa atualmente a presidência temporária do Mercosul e o Paraguai será o próximo país a assumir o posto, no primeiro semestre de 2018.

Salvador poderá ver eclipse parcial do Sol nesta segunda-feira
Eclipse parcial visto do espaço | Foto: ESA/Royal Observatory of Belgium

Parte do Brasil poderá acompanhar nesta segunda-feira (21) um eclipse parcial do Sol. Segundo informações da Folha de S. Paulo, o fenômeno poderá ser visto apenas nas regiões Norte e Nordeste do país, aproximadamente entre 16h e o pôr do Sol. Em Salvador, a previsão é que o eclipse tenha início às 16h39 e termine às 17h26. O bloqueio máximo do Sol para os espectadores na capital baiana deve ser de 12,6% e deve ser alcançado às 17h17. Especialistas recomendam não olhar diretamente para o Sol para evitar danos à visão. O ideal é usar filtros apropriados. Este será o segundo eclipse visível em território brasileiro este ano. No entanto, fenômeno que aconteceu em fevereiro pôde ser visto apenas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Polícia confirma que garoto de 7 anos é uma das vítimas de ataque em Barcelona
Foto: Reprodução / Facebook

A polícia catalã confirmou neste domingo (20) que um menino de 7 anos é uma das 13 vítimas do atentado terrorista da última quinta-feira (17) em Barcelona. Julian Cadman tinha nacionalidade dupla inglesa e australiana. A mãe dele, Jom Cadman, está entre os 130 feridos do atropelamento em La Rambla, ponto turístico da cidade espanhol. Cidadãos de pelo menos 34 países estão entre os mortos e feridos do atentado. O Itamaraty informou que até agora não há registro de brasileiros entre as vítimas. "Julian era um membro muito amado e adorado da família. Enquanto aproveitava uma visita a Barcelona com sua mãe, Julian foi tristemente tirado de nós", divulgou a família do menino em comunicado.

Padilha contorna veto e usa aviões da FAB alegando questão de segurança
Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha vem usando aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) para viajar aos fins de semana para Porto Alegre, onde tem seu reduto eleitoral e domicílio familiar.  Segundo informações da Folha de S. Paulo, ele alega motivos de segurança para usar os aviões, com receio de eventuais atos hostis em voos comerciais. Dos 21 deslocamentos a Porto Alegre este ano, em apenas três Padilha detalhou a sua agenda oficial de compromissos administrativos na capital gaúcha. Ministros estão autorizados a usar aeronaves da FAB por motivos de segurança, emergência médica, viagens a serviço e deslocamento para residência permanente. No entanto, em 2015, a então presidente Dilma Rousseff suspendeu a autorização para que os ministros usem os aviões sob a justificativa de retorno ao domicílio. Ainda segundo a Folha de S. Paulo, a Comissão de Ética da Presidência emitiu um comunicado em março deste ano reforçando a orientação, que tem como objetivo evitar abusos das autoridades.

Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 15:00

EUA e Seul começam exercício militar e devem irritar Coreia do Norte

por Estadão Conteúdo

EUA e Seul começam exercício militar e devem irritar Coreia do Norte
Foto: U.S. Marine Corps

Um novo ciclo de escalada nas tensões deve começar nesta semana na Península Coreana, já que os Estados Unidos e a Coreia do Sul iniciam nesta segunda-feira (20) seus exercícios militares anuais, que têm um histórico de enfurecer o regime norte-coreano. Planejados há tempos, os exercícios ocorrem em um momento delicado, após semanas de retórica beligerante entre Washington e Pyongyang que gerou o temor de uma catástrofe. No que muitos viram como uma redução nas tensões na última semana, o ditador Kim Jong Un disse que iria conter seus planos por ora, antes de decidir se leva adiante uma ameaça de disparar mísseis na direção do território americano de Guam, no Pacífico. Os exercícios militares devem durar dez dias, entre 21 e 31 de agosto, e serão um teste sobre o comportamento da Coreia do Norte. Autoridades americanas dizem que a operação tem como objetivo garantir a prontidão ante um possível ataque norte-coreano. Pyongyang, porém, a caracteriza como o preparo para uma invasão. Os exercícios envolvem cerca de 17.500 militares americanos, entre eles cerca de 3 mil que atuam fora da Península Coreana. Importantes unidades das Forças Armadas sul-coreanas também participam, junto com forças de sete países, entre eles Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Reino Unido. As manobras militares devem ser similares em escala às do ano passado, segundo Seul. Ainda assim, analistas esperam que a Coreia do Norte reaja duramente, particularmente se os EUA enviarem, por exemplo, porta-aviões ou bombardeiros B-1B. No ano passado, Pyongyang realizou seus quinto teste nuclear após os exercícios militares sul-coreanos e americanos. A China, principal aliado da Coreia do Norte, tem pedido que não se realizem mais esses exercícios militares anuais. A tensão geopolítica aumentou nas últimas semanas, após em julho a Coreia do Norte testar seus primeiros mísseis balísticos intercontinentais. Em resposta, o Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas impôs novas sanções contra Pyongyang. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez ameaças, respondidas de maneira igualmente dura pelo regime norte-coreano. Segundo o analista Chun Yung-woo, do centro de estudos Peninsula Future Forum, a Coreia do Norte deve considerar os exercícios militares como mais ameaçadores que a retórica belicosa de Trump. "Kim Jong Un não acredita que Trump fale sério quando comenta sobre a opção militar", afirmou Chun, ex-negociador nuclear da Coreia do Sul. "A Coreia do Norte julgará as intenções dos EUA pelas suas ações, não por palavras vazias."
 

Monalysa Alcântara, Miss Piauí, desbanca 26 candidatas e vence concurso nacional
Foto: BE Emotion / Facebook

A Miss Monalysa Alcântara, candidata do estado do Piauí, venceu o concurso Miss Brasil 2017, na noite deste sábado (19), no Teatro Vermelhos, em Ilhabela, São Paulo. A eleita é negra, estudante de administração e tem 18 anos. Saiba mais sobre essa e outras notícias na Coluna Holofote!

Transalvador flagra motorista alcoolizado dirigindo em contramão na Paralela
Foto: Divulgação / Transalvador

A Transalvador flagrou um motorista alcoolizado trafegando pela contramão na Avenida Paralela durante a madrugada deste sábado (19). Segundo informações do órgão, o caso aconteceu nas imediações do CAB, no sentido centro da pista. Ao ser abordado por agentes de trânsito que retornavam de uma operação de alcoolemia, o motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi autuado com base na Lei Seca, além de ser autuado por dirigir na contramão. O veículo foi removido ao pátio da Transalvador e a Carteira de Habilitação recolhida.

Para cumprir teto, ministro do Planejamento abre mão de R$ 18 mil de remuneração mensal
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, se comprometeu a abrir mão de R$ 18 mil mensais que recebe por sua participação como membro do Conselho Fiscal do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Ele decidiu se abster de receber o montante depois de um levantamento publicado pelo G1 apontar que ele e outros cinco ministros do governo Michel Temer tem rendimentos acima do teto do funcionalismo público, fixado em R$ 33,7 mil mensais. Atualmente, o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) é que gratificações e auxílios não contam para o cálculo do teto, permitindo que ele seja ultrapassado com remunerações extras. No entanto, o governo federal prepara um projeto de lei para garantir que todas as verbas pagas a servidores de todos os poderes do governo federal, estados e municípios respeitem o limite. De acordo com o levantamento do G1, Dyogo recebe mensalmente R$ 52,2 mil. Também ultrapassam o teto os ministros Henrique Meirelles (R$ 39,12 mil), Eliseu Padilha (R$ 38,89), Helder Barbalho (R$ 39,12), além do presidente do Banco Central, Ilan Goldfaijn (R$ 36,52) e da advogada-geral da União, Grace Mendonça (R$ 34,22).

Policial que matou quatro terroristas na Espanha fazia hora extra para aumentar renda
Ação policial em Cambrils | Foto: Reprodução / El País

O policial responsável pela morte de quatro terroristas na cidade de Cambrils, na Espanha, participou da ação por um mero acaso. Segundo informações do jornal El Mundo, ele fazia hora extra para aumentar sua renda. O nome do agente não foi divulgado, mas sua atuação no caso já lhe rendeu o apelido de "heroi de Cambrils", por evitar novas vítimas de terrorismo. Na madrugada da última sexta-feira (18), horas depois do atropelamento em massa em Barcelona, cinco pessoas que pretendiam fazer um atentado terrorista na cidade de Cambrils foram mortas. O grupo estava em um veículo com cintos que tinham falsos explosivos. Ao ver bloqueios policiais na pista, o motorista começou a atropelar pedestres que caminhavam pelo local. Os policiais reagiram e atiraram contra o veículo, que capotou. Quando os cinco terroristas deixaram o carro, eles foram baleados e morreram. Quatro deles - incluindo o suspeito de conduzir a van que atropelou pedestres em Barcelona - foram atingidos pelos disparos de um único policial, integrantes da Mossos d’Esquadra, polícia regional catalã. O atropelamento em Cambrils deixou sete feridos, sendo um policial e seis civis. Ainda segundo o jornal El Mundo, o responsável pela morte de quatro terroristas não faz parte do esquadrão de elite e já foi parabenizado pessoalmente pelo presidente da Catalunha.

Criança de seis anos morre após cair em cisterna enquanto brincava com irmão
Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Militares da Bahia

Uma criança de seis anos morreu após cair em uma cisterna localizada no quintal de sua casa em Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. De acordo com o Corpo de Bombeiros Militares da Bahia (CBMBA), Mateus Gabriel Rocha, de seis anos, estava brincando no quintal de casa com seu irmão, de três anos, quando caiu na cisterna. Ao dar falta do menino, os familiares o procuraram  nas imediações do imóvel, sem êxito. De acordo com informações do G1, a cisterna tem de três a quatro metros de água, com um total de 15 metros de profundidade. O CBMBA foi acionado por volta das 17h de sábado (19) e deslocado para o local, no bairro Tancredo Neves. Não há detalhes do horário em que o menino caiu. A única testemunha, de acordo com a família, foi o irmão menor. Para retirar o corpo da criança, os bombeiros montaram uma operação de busca com o auxílio de populares e da polícia militar. Um bombeiro desceu na cisterna e retirou o corpo de Mateus, encaminhando-o para ao Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas.

Ministro do Planejamento abre mão de R$ 18 mil da remuneração mensal
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Após a imprensa destacar que o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, recebia salário acima do teto constitucional, de R$ 33,7 mil, Oliveira anunciou que irá abrir mão de R$ 18 mil mensais que recebe por ser membro do Conselho Fiscal do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Na última semana Dyogo Oliveira e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciaram um projeto de lei para garantir que todas as verbas destinadas a servidores respeitem o limite, equivalente ao salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). “A participação de servidores em conselhos de administração e fiscal de empresas públicas, sociedades de economia mista e entidades do sistema S é autorizada por lei”, alegou o ministro. De acordo com informações da Agência Brasil, a pasta afirmou que Oliveira irá abrir mão do ganho extra para fortalecer a discussão sobre a remuneração dos servidores. “Diante da importância do debate sobre o teto remuneratório dos salários do serviço público, o ministro está renunciando ao jeton do Senac, mesmo que respaldado legalmente e estudará medidas para propor que os jetons também se enquadrem dentro do teto de todos os servidores públicos”, disse a nota.

Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 13:00

Aliados de Temer minam pretensão de Henrique Meirelles por 2018

por Vera Rosa, Adriana Fernandes e Igor Gadelha | Estadão Conteúdo

Aliados de Temer minam pretensão de Henrique Meirelles por 2018
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

A tensão que marcou o fechamento do novo rombo nas contas públicas, anunciado na terça-feira (15), não deixou dúvidas de que a disputa presidencial de 2018 ocupou lugar privilegiado nas reuniões do governo. Convencidos de que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, trabalha para ser candidato ao Palácio do Planalto, no ano que vem, interlocutores do presidente Michel Temer intensificaram a "fritura" do comandante da economia. A nova temporada do "fogo amigo" passa não apenas por gabinetes do Planalto como pelo PMDB e PSDB, os dois principais partidos da coalizão. Filiado ao PSD - que integra o bloco conhecido como Centrão -, Meirelles voltou à berlinda política nos mais recentes capítulos da crise. Passou a fazer alianças estratégicas, como a parceria com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), abriu em maio uma conta no Twitter - hoje com 23 mil seguidores - e começou a participar de eventos fora da agenda, como batizado de criança e até visita a igreja evangélica. Nos bastidores, interlocutores de Temer acompanham com lupa os movimentos do ministro e o nome dele aparece em pesquisas de intenção de voto encomendadas por aliados, mas sempre com menos de 2%. Embora uma candidatura de Meirelles seja considerada improvável no atual cenário de dificuldades, seus adversários lembram que em política as "nuvens" mudam muito rápido. Com 2018 no horizonte, argumentam que ele pode ter apenas mais sete meses e meio à frente da economia, se conseguir pôr de pé seu projeto eleitoral, já que o prazo para a desincompatibilização de cargos públicos termina em abril. Os últimos embates travados entre a equipe econômica, ministros políticos e líderes do governo para a revisão das metas de déficit de 2017 e 2018 - definidas em R$ 159 bilhões - irritaram Temer, que, a portas fechadas, pediu "calma" à equipe. Um exemplo das divergências ocorreu no último dia 10, uma quinta-feira. Passava de 13h30 quando a temperatura esquentou no Planalto. Depois de ouvir a apresentação de Meirelles e do ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, sobre o "pacote" do aperto para conter o rombo, o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), não se conteve. "Presidente, essa solução de aumento de impostos não vai se concretizar. Não passa no Congresso", disse ele, dirigindo-se a Temer. "Ainda mais neste momento político, em que não se sabe se vem mais flecha pela frente." Flecha foi o termo usado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para se referir às denúncias da Lava Jato encaminhadas por ele. A acusação por corrupção passiva contra Temer foi rejeitada pela Câmara no dia 2 deste mês, mas outras podem aparecer. Naquela reunião, o presidente concordou com Aguinaldo, mas cobrou uma alternativa. "Se imposto não passa, como se faz?", perguntou, sem esconder a contrariedade com o vaivém dos números. Ao ver um ministro com olhar fixo no WhatsApp, interrompeu a discussão e foi direto: "Vamos guardar o celular?". Meirelles ensaiou ali o primeiro recuo: "Eu senti essa dificuldade (para aprovação de impostos) na última palestra que fiz. Mas precisamos buscar receitas e avançar nas concessões". Cinco dias depois, poucas horas antes do anúncio de ampliação da meta fiscal, o senador Aécio Neves (MG), presidente licenciado do PSDB, foi ao Planalto pedir a Temer que não incluísse a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) no leilão para conter o rombo do governo. "Não podemos entregar a Cemig dessa forma por causa de um desatino do governo do PT", provocou o tucano, alvo da Lava Jato, dando uma estocada em Meirelles. Mais tarde, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), "furou" Meirelles, anunciando aos jornalistas as metas de 2017 e 2018. Os críticos do ministro observaram uma disputa de bastidores na equipe. "Eu não furei Meirelles coisa nenhuma", reagiu Jucá, esquivando-se das desavenças. "Falei com a imprensa às 19h15 e ele, às 19h30. Qual o problema? É tudo governo. E esse governo não faz pedaladas, como o anterior. Não adianta maquiar os números. Está tudo tranquilo." Ex-ministro do Planejamento, atingido pela Lava Jato, Jucá sempre pregou uma meta de R$ 170 bilhões para 2017, considerada mais realista. Aliados aproveitaram a deixa e entraram em uma queda de braço com Meirelles, na tentativa de ampliar as despesas em um ano pré-eleitoral. O ministro perdeu a batalha pelo imposto, mas não a guerra. A meta fiscal foi ajustada porque o governo partiu de premissas que terminaram não se confirmando. Foi otimista, mas não conservador o bastante", afirmou Jucá. "Acabou que a vida não deu ao Meirelles o que ele esperava", disse o líder da maioria na Câmara, deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES). Na lista dos cálculos que não se confirmaram, o Planalto apontou a frustração de receitas com a repatriação e o Refis - programa de refinanciamento de dívidas de empresas com a Receita -, além do aumento do déficit da Previdência. O argumento para o novo vermelho nas contas é o de que houve uma corrida para a aposentadoria sem que o governo conseguisse aprovar a reforma. Após vários embates, Temer pediu aos auxiliares que não estiquem mais a corda com Meirelles. Questionado pelo jornal "O Estado de S. Paulo" se repetiria a afirmação feita há um ano, segundo a qual o titular da Fazenda estava sendo vítima de "manipulação eleitoral", o ministro da Secretaria-Geral, Moreira Franco, disse que não. "Esta fase foi superada com sucesso por ele", desconversou.

 

Irecê: Detentos têm tentativa de fuga frustrada após intervenção de agentes penitenciários
Foto: Reprodução / Central Notícia

Agentes penitenciários impediram que detentos do Complexo Policial de Irecê realizassem uma fuga de massa neste sábado (19). De acordo com informações do blog Central Notícia, os presos serraram as barras de ferros do teto da área de banho de sol, onde viria a ser o local de origem da fuga deles. A vigilância foi intensificada após quatro investigadores da 14ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Irecê) ouvirem barulhos e desconfiarem da fuga. A carceragem, que tem capacidade para receber 36 presos abriga 120 detentos. Em fevereiro deste ano mais de 15 detentos serraram a grade de ferro e fugiram do Complexo Policial. Alguns foram recapturados. A grade serrada já foi consertada.

Feira: Homem que teve corpo queimado por mulheres morre após seis dias internado
Foto: Acorda Cidade

Um homem de 46 anos que teve o corpo queimado por duas mulheres em Feira de Santana (relembre) morreu neste sábado (19). As duas mulheres atacaram o homem e foram presas na madrugada do último domingo (13). De acordo com informações do G1, o homem estava internado há seis dias no Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA). O crime ocorreu em uma casa na Rua Papa João XXIII, no bairro Chácara de São Cosme. Duas mulheres realizaram a ação: uma de 28 e outra de 41 anos. A última tinha um relacionamento amoroso com a vítima e confessou o crime. Ainda  não há informações sobre a motivação do crime.

Cremeb tem aumento significativo de denúncias por erros médicos, indica jornal
Foto: Cremeb / Divulgação

O número de denúncia de procedimento médico mal sucedido tem aumentado na Bahia, conforme publicação do Jornal A Tarde deste domingo (20). Entre 2016 e 2017 foram 1141 denúncias registradas no Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb), uma média de 47 casos por mês. O jornal apurou que o órgão acumula mais de 500 processos em tramitação referentes às denúncias diversas. Segundo informou o corregedor do Cremeb, José Aberlado Garcia de Menezes, para fiscalizar a ação dos mais de 21 mil médicos na Bahia, ao todo, são 42 conselheiros e 17 delegados regionais. Diante do cenário, o advogado especialista em Direito Médico, Adriano Argones, também apontou um aumento de 300% nos erros em procedimentos médicos, no último ano. Para ele, o acesso maior das pessoas à informação é o principal motivo para o aumento das denúncias.

Domingo, 20 de Agosto de 2017 - 11:40

Governo tenta retomar votação da Reforma da Previdência

por Idiana Tomazelli e Igor Gadelha | Estadão Conteúdo

Governo tenta retomar votação da Reforma da Previdência
Foto: ASCOM/VPR

O governo pretende intensificar nesta semana as negociações com os parlamentares para retomar a votação da reforma da Previdência. A intenção é dar sinais positivos ao mercado e aos investidores, depois de a equipe econômica ter precisado anunciar uma ampliação na previsão de rombo nas contas neste e nos próximos três anos. Mas os planos no governo devem esbarrar em um Congresso cada vez mais focado na reforma política, que precisa ser aprovada até o início de outubro e mexe diretamente com os interesses dos parlamentares. "A reforma da Previdência está parada. Não adianta ficar mexendo nisso agora, porque a gente não está com essa pauta. Tem reforma política, meta fiscal na frente. Não dá para discutir isso agora", afirmou Beto Mansur (PRB-SP), um dos vice-líderes do governo na Câmara e um dos responsáveis por contabilizar votos que o governo tem para aprovar a matéria. As articulações pela reforma da Previdência ficaram completamente paralisadas após o estouro da crise política com as delações dos executivos da JBS, que implicaram o presidente Michel Temer. Com a rejeição da denúncia contra Temer pela Câmara dos Deputados, a intenção do governo é retomar as conversas pela aprovação das mudanças nas regras de aposentadoria e pensões no Brasil, que atacam o principal gasto no Orçamento do País. Mas o governo está longe de ter os 308 votos necessários para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma. Pelas contas de Mansur, o governo só tem hoje 220 votos a favor do texto aprovado na comissão especial. Esse número é até menor do que os cerca de 250 que eram contabilizados antes do episódio JBS. Integrantes do governo reconhecem nos bastidores que a reforma política e a mudança nas metas fiscais para 2017 e 2018 dominaram as discussões nos últimos dias e acabaram atrapalhando as conversas, mas o objetivo é tentar reverter esse jogo. Segundo apurou o Estadão/Broadcast, os principais defensores da reforma dentro do governo já se reuniram com parlamentares do PMDB, do PSDB e do DEM e deputados de partidos menores para buscar apoio. A avaliação do governo é de que, embora a reforma política e a discussão sobre a meta tenham atrasado a retomada da Previdência, a estratégia a ser mantida é a mesma. A percepção da área econômica é que há um clima mais favorável à votação. O engajamento do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), como uma espécie de porta-voz pela aprovação da reforma da Previdência, é um fator positivo nesse trabalho.

 

Cruz das Almas: Juiz decreta nulidade da Mesa Diretora da Câmara e determina eleição
Foto: Portal Cruz

A eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Cruz das Almas foi anulada pelo juiz Lucas de Andrade Monteiro. O mandado de segurança foi impetrado por vereadores da situação por não haver representação proporcional dos partidos que participam da mesa. A Mesa Diretora é responsável pela direção e pelos trabalhos administrativos da Casa. O Ministério Publico da Bahia (MP-BA), por meio do promotor de justiça Adriano Marques, já havia dado parecer favorável ao mandado em julho deste ano. A nova eleição da Mesa da Câmara irá ocorrer nesta segunda-feira (21), às 19h30. A sessão será presidida pelo vereador Carlos Borges (PT), parlamentar mais antigo da Casa. A nova mesa irá cumprir o mandato para o biênio 2017/2018.

Beneficiários de auxílio-doença têm até esta segunda-feira para marcar nova perícia
/Valter Campanato / Agência Brasil

Os beneficiários do auxílio-doença convocados pelo Diário Oficial da União (DOU) têm até esta segunda-feira (21) para procurar o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e agendar uma nova perícia médica. Os convocados tinham o prazo de cinco dias a partir da publicação que saiu em 1º de agosto. Entretanto, pouco antes do fim do prazo o Ministério do Desenvolvimento Social anunciou que a data limite estava sendo prorrogada para 21 de agosto. De acordo com a Agência Brasil, a prorrogação ocorreu um dia depois que a 20ª Vara Federal de Porto Alegre (RS) concedeu liminar solicitando ao INSS restabelecer o pagamento de benefícios cancelados antes mesmo dos segurados terem passado por nova perícia. Além disso, muitos contemplados com o auxílio queixaram-se de não conseguir agendar a data da perícia pela central telefônica do instituto, tendo seus benefícios suspensos. Os beneficiários precisam verificar a lista publicada no DOU e entrar em contato com a Central de Teleatendimento do INSS, no número 135, para agendar a reavaliação. Vale lembrar que o segurado deve apresentar, na perícia, toda documentação que comprove a necessidade do recebimento do benefício, bem como atestados, laudos, receitas e exames.

Histórico de Conteúdo