Na luta contra um câncer, Ademar Furtacor recebe apoio de amigos com evento solidário
Foto: Reprodução / Facebook

O cantor e tecladista Ademar Andrade, da banda Furtacor, é chamado pela amiga Laurinha Arantes de Highlander do Axé. “O Guerreiro Imortal” que luta desde 2010 contra um câncer e passou por uma série de problemas de saúde, perdeu o movimento de uma das mãos, 55% da capacidade cardíaca e 50% da capacidade respiratória. Solidários com o artista, amigos se reuniram e farão uma feijoada neste domingo (23) para ajudar Ademar nas despesas médicas. O evento é idealizado pela cantora Laurinha. “Desde que ele ficou mais debilitado eu estou mais próxima para buscar o que ele precisa, dentro do possível. Ele precisa desse suporte [evento beneficente], pois não tem condições de trabalhar normalmente e está sem renda”, explicou.

 

Ademar Furtacor se destacou na década de 80 no cenário baiano do axé ao som das músicas “Frenezi”, “Negra Dourada”, “Demônio Colorido” e “Eu Amo Amar Você”. Desde 2010 está afastado dos palcos e, nos últimos sete anos, com a saúde debilitada, voltou-se para atuações em estúdio musical, fazendo direção e arranjos. Há um mês, o músico decidiu falar publicamente do seu estado de saúde, fato que mobilizou amigos e fãs a apoiarem neste momento. Leia:

 

“Bem... Hoje resolvi tornar pública a minha situação não como queixa mas como testemunho. Vamos lá ao 'prontuário' rsrs
 

2010
Câncer no ânus com amputação do mesmo passando a utilizar um ostoma (orifício na barriga) e uma bolsa de colostomia para o resto da vida

 

2012
Um infarto com duas paradas cardíacas uma de 9 outra de 20 minutos
Resultado só tenho 45% de função cardíaca

50% da capacidade respiratória

AVC ainda na cardiologia

Insuficiência renal crônica

Diabetes
Hipertensão

 

2015

Metástase do câncer no fígado (sem condições de suportar cirurgia) chance de 1% de conseguir acordar

A equipe médica que cuida de mim (pelo SUS) comenta comigo:
Seu Ademar não conseguimos detectar como o senhor se mantém vivo!

E eu com o bom humor de sempre respondo:
Dr(a)... Eu não sou terráqueo!!!!
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

Laurinha Arantes e Ademar Andrade / Foto: Reprodução / Facebook

?

Laurinha Arantes contou ao Bahia Notícias que o desejo do artista é estar com os amigos e fazer o que mais gosta: cantar. Para isso, será realizado também o projeto “Na Mão Única”. “Ele tem uma postura muito otimista diante da vida, encara a doença sem se colocar como vítima. Está sempre rindo. O evento 'Na Mão Única' foi intitulado por ele só tocar com uma mão. Vai ter um tecladista para ser a outra mão, um guitarrista, violonista e eu [Laurinha] no apoio dos vocais. Vão acontecer nos dois últimos sábados de maio”, explicou a amiga. Além disso, no Botequim São Jorge haverá outro projeto em prol do cantor, chamado “Mulher Furtacor”. No dia 24 e 31 de maio, com 12 cantoras exaltando o axé da década de 80. “Vão participar as mulheres que ele gosta muito, como Carla Visi e Márcia Short”, adiantou.

 

Já a “Feijoada Beneficente” é o primeiro evento solidário ao músico e tem o apoio de André Alfano, proprietário do espaço “Axé Dendê”, na Barra, uma casa temática ao axé, onde acontecerá a ação. Os organizadores pretendem vender 150 ingressos no valor de R$ 60 reais cada (Saiba mais sobre o evento). Segundo amigos próximos, a expectativa inicial é arrecadar R$ 9 mil e depositar parte do valor em poupança para alguma emergência que venha a ocorrer com o cantor. Atualmente, Ademar está sob os cuidados de uma irmã que abdicou de algumas ocupações para se dedicar a ele. “Hoje eu vivo cada segundo como se fosse o último. Mas não me entrego! VIVAM MEUS AMIGOS!!!!”, escreveu o músico ao finalizar o texto que informa sobre o seu estado de saúde.

Histórico de Conteúdo