Sábado, 11 de Março de 2017 - 00:00

Viúva de compositor reivindica direitos autorais em álbum de Margareth Menezes

por Bárbara Gomes

Viúva de compositor reivindica direitos autorais em álbum de Margareth Menezes
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias

Familiares do autor Antonio Vieira, compositor de “Akará”, reivindicam os direitos da obra que foi incluída no DVD A Voz Talismã (2016), de Margareth Menezes, supostamente sem a autorização devida. O cordelista faleceu em 2007 e a viúva, Coracy Vieira, tem buscado a produção da cantora para resolver as questões da reprodução da música. “Há mais de um ano procurei a produção da artista e não houve um retorno. Não conseguimos resolver”, disse ao Bahia Notícias. Ela contou que descobriu o uso da letra através de um amigo do seu filho, que é músico. “Eu estou sendo prejudicada enquanto viúva, sou detentora desse material e vivo dessa venda de publicações. Estou sendo prejudicada de alguma forma”, afirmou Coaracy, que tem três filhos com o compositor. A família do cordelista aponta também que Margareth mudou a grafia do título da canção para “Acará” e tem veiculado material audiovisual de forma monetizada no Youtube. Sem a suposta colaboração da equipe da artista, a família entrou com uma ação judicial contra a cantora e preferiu manter as informações do processo em sigilo. Uma das obras de Antônio Vieira foi regravada pela cantora Maria Betânia, porém de maneira legal, com autorização e repassando os direitos autorais. O Bahia Notícia procurou a assessoria de Margareth para ouvir a versão dela sobre o caso, mas a artista e sua equipe estão de férias desde o último domingo (5). A assessoria informou que a cantora passou a ter uma nova empresária no final de 2016 e, assim que a produção retornar aos trabalhos, vai se reunir com os envolvidos na carreira da artista para se atualizar e dar uma resposta sobre a reivindicação de direitos autorais.

Histórico de Conteúdo