Domingo, 24 de Setembro de 2017 - 17:15

Peter Sagan se torna 1º tricampeão mundial consecutivo no ciclismo de estrada

por Estadão Conteúdo

Peter Sagan se torna 1º tricampeão mundial consecutivo no ciclismo de estrada
Foto: Divulgação

O eslovaco Peter Sagan fez história neste domingo ao se tornar o primeiro homem a ganhar três títulos consecutivos no Mundial de Ciclismo de Estrada após superar o norueguês Alexander Kristoff no sprint final da prova, disputada em Bergen, na Noruega.

 

Sagan passou despercebido na maior parte do longo percurso de 267,5 quilômetros. Mas reservou o seu último ataque para o momento preciso, passando à frente na reta final e garantindo o triunfo com o tempo de 6h28min11. O australiano Michael Matthews ficou na terceira colocação.

 

O francês Julian Alaphilippe tentou uma fuga solitária nos últimos dez quilômetros ao acelerar na subida final em Salmon Hill. Foi acompanhado pelo italiano Gianni Moscon, mas ambos acabaram sendo alcançados pelo pelotão principal. Sagan comentou que até os últimos quilômetros temeu que não iria atingi-los.

 

"Tudo se decidiu com o sprint e foi incrível. Kristoff corria em casa e é algo que lamento pelas pessoas, mas estou feliz por poder ganhar outra vez", disse o eslovaco.

 

Sagan também se tornou o quinto ciclista que alcança três títulos mundiais, se unindo a Alfredo Binda, Rik Van Steenbergen, Eddy Merckx e Oscar Freire. É pouco provável que busque o quarto título seguido no próximo ano na Austrália, dado que o trajeto em Innsbruck favorecerá especialistas en subidas.

 

"Quero dedicar minha vitória a Michele Scarponi", disse Sagan, se referindo ao campeão do Giro da Itália de 2011 que morreu após ser atingido por uma van durante um treinamento neste ano. "Amanhã (segunda-feira) é o dia do seu aniversário. É uma história muito triste"

 

Para Sagan, a vitória representa a volta por cima em uma temporada em que foi expulso da Volta da França após dar uma cotovelada no britânico Mark Cavendish durante um sprint.

 

A prova deste domingo não contou com a participação de brasileiros e encerrou o Mundial de Ciclismo de Estrada. O País foi representado no evento por Leonardo Finkler, que terminou na 26ª posição na categoria júnior, e Nicole Borges, que não completou o evento feminino.

 

Histórico de Conteúdo