CAS antecipa audiência do Caso Victor Ramos; Vitória contrata advogado de Neymar
Foto: Jefferson Peixoto/Ag. Haack / Bahia Notícias

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) atendeu o pedido do Internacional e antecipou a audiência sobre o Caso Victor Ramos para o dia 4 de abril, uma terça-feira. Com isso, o julgamento acontecerá antes da estreia do Campeonato Brasileiro da Série B 2017, o que dá a possibilidade do clube gaúcho de retornar à primeira divisão através da Corte, em caso de decisão favorável ao clube colorado. Na ocasião, a audiência será presidida por um italiano, um português e um israelense. Segundo reportagem do site espn.com.br, o Vitória definiu Marcos Motta, que representa Neymar e Thiago Silva, como seu advogado. Já a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) terá Lucas Ferrer, que presta serviço ao Barcelona e trabalhou na própria Corte, como seu defensor. Para o Inter, existe uma irregularidade no inscrição de Victor Ramos pelo Leão da Barra em 2016, já que o atleta tinha direitos ligados ao Monterrey e precisaria respeitar a janela de transferências internacionais. Entretanto, CBF e Vitória alegam que a documentação de inscrição não retornou ao México depois do final de seu contrato com o Palmeiras, equipe no qual atuou sob empréstimo, e a transação pôde ser concluída como uma transferência nacional.

Histórico de Conteúdo