Na apresentação do 'Super Sacada', dirigente reclama da falta de investimentos na Bahia
Foto: Matheus Caldas / Bahia Notícias
Na tarde desta quinta-feira (30) foi apresentado à imprensa o ‘Super Sacada’, evento de vôlei que acontecerá neste sábado (2), na praia do Jardim de Alah, em Salvador. Mais de três mil pessoas já estão inscritas no torneio amador.

Com parceria da Federação Baiana de Vôleibol (FBV), da Unijorge e da Prefeitura de Salvador, o ‘Super Sacada’ reunirá 100 redes de vôlei pela praia, juntando alunos de escolas municipais, professores de voluntários de educação física, deficientes físicos e um show da banda Jammil.

Apesar do acontecimento do evento na capital baiana, Jorge Muzy, presidente da FBV, reclamou dos investimentos na Bahia e revelou esforços para trazer o projeto para a Bahia.

“O projeto estava desenhado para acontecer em São Paulo, por uma garantia de sucesso de público e visibilidade de mídia. A grande realidade é que o dinheiro de incentivo do esporte não vem para o esporte. A capital paulista arrecadou 105 milhões da Lei de Incentivo, o Rio mais de 90 milhões. A Bahia inteira só captou 800 mil reais”, disse o dirigente.

No sábado, ex-atletas como Nalbert e Montanaro ministrarão clínicas à população, para ensinar de uma melhor forma como praticar o vôlei. Além disso, após o evento, 50% das redes será doada para a FBV, e a outra metade para a Prefeitura Municipal.

Histórico de Conteúdo