Entrevistas

Drubscky vê Mansur como ‘jogador de futuro’, explica saída de Rômulo e prevê evolução do time

O técnico Ricardo Drubscky, do Vitória, vê o lateral-esquerdo Mansur como um atleta de futuro, apesar das críticas da torcida e parte da imprensa. “O Mansur é um jogador de futuro, mas tem um peso grande na participação dele e isso pode prejudicar ele no Vitória. Vamos tentar dentro do possível, trabalhar para que ele realmente consiga fazer o melhor dele e ajudar a equipe”, disse ao Bahia Notícias. O comandante Rubro-Negro ainda explicou a não permanência do atacante Rômulo, cedido ao Santo André-SP. Segundo o treinador, o atleta é bom tecnicamente, mas tem pouca competividade. “Ele é um jogador com muita boa técnica, virtuoso tecnicamente, mas com pouca competitividade”, analisou. Drubscky fez questão de elogiar o elenco e projeta evolução no desempenho. “É um elenco de qualidade e o clube dá condições de trabalho. E é torcer com o tempo que nós tempos, a gente consiga encaixar as peças, fazer os resultados e fazer o time jogar, para que o trabalho apareça e evolua”, comentou.

Veja mais

Curtas do Esporte

Curtas do Esporte

O quase-ex-boleiro Arlindo de Almeida volta com polêmicas no Curtas de Esporte. Por que certos setoristas do Vitória têm passe livre e outros não têm? E por que nenhum deles tem direito a lanche durante os treinos da manhã? E mais: no Bahia, tem mutirão de processos trabalhistas! Confira nas Curtas e Venenosas do Esporte!

Veja mais

Quarta, 26 de Fevereiro de 2014 - 21:00

Arena Amazônia terá jogo de abertura no dia 9 de março

por Agência Estado

Arena Amazônia terá jogo de abertura no dia 9 de março
Foto: Divulgação / Agecom
O governo do Amazonas confirmou nesta quarta-feira (26) que o jogo de abertura da Arena Amazônia será realizado no dia 9 de março, entre Nacional (AM) e Remo (PA), pelas quartas de final da Copa Verde. A partida que marca a inauguração oficial de um dos 12 estádios da Copa do Mundo terá público reduzido, com apenas 20 mil dos 44 mil lugares disponíveis para o público.
 
A Arena Amazônia foi inaugurada informalmente no dia 14 de fevereiro, quando a presidente Dilma Rousseff visitou o estádio em Manaus. Na ocasião, o local ainda passava pelas últimas obras. Agora, porém, o governo estadual avisou que estará tudo pronto para a realização do primeiro evento-teste no dia 9 de março, com a disputa do jogo válido pela Copa Verde.
 
Dos 20 mil lugares liberados para Nacional x Remo, sete mil serão destinados aos operários que trabalharam na obra e seus familiares. "É mais do que justo que quem construiu seja o primeiro a assistir a um jogo na arena", disse o governador Omar Aziz. E os outros 13 mil serão vendidos ao público em geral, com preços que variam de R$ 50 a R$ 100.
 
"Os testes são para que se possa aperfeiçoar o que não está funcionando perfeitamente", explicou o governado do Amazonas, que chegou a pedir a compreensão dos torcedores que forem ao estádio com eventuais falhas que possam aparecer. Ele também ressaltou que novos jogos serão realizados no local até 20 de maio, quando a Arena Amazônia será entregue para a Fifa.
 
Com R$ 669,5 milhões de investimento, sendo R$ 400 milhões de financiamento federal, a Arena Amazônia é uma das nove sedes de jogos da Copa que já foram inauguradas - faltam apenas as de Cuiabá, São Paulo e Curitiba. Ao todo, o estádio em Manaus receberá quatro partidas do Mundial: Inglaterra x Itália, Camarões x Croácia, Estados Unidos x Portugal e Honduras x Suíça.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Março / 2015

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Multimídia

Enquete

O que você achou da contratação de Ricardo Drubscky pelo Vitória?