Entrevistas

Drubscky vê Mansur como ‘jogador de futuro’, explica saída de Rômulo e prevê evolução do time

O técnico Ricardo Drubscky, do Vitória, vê o lateral-esquerdo Mansur como um atleta de futuro, apesar das críticas da torcida e parte da imprensa. “O Mansur é um jogador de futuro, mas tem um peso grande na participação dele e isso pode prejudicar ele no Vitória. Vamos tentar dentro do possível, trabalhar para que ele realmente consiga fazer o melhor dele e ajudar a equipe”, disse ao Bahia Notícias. O comandante Rubro-Negro ainda explicou a não permanência do atacante Rômulo, cedido ao Santo André-SP. Segundo o treinador, o atleta é bom tecnicamente, mas tem pouca competividade. “Ele é um jogador com muita boa técnica, virtuoso tecnicamente, mas com pouca competitividade”, analisou. Drubscky fez questão de elogiar o elenco e projeta evolução no desempenho. “É um elenco de qualidade e o clube dá condições de trabalho. E é torcer com o tempo que nós tempos, a gente consiga encaixar as peças, fazer os resultados e fazer o time jogar, para que o trabalho apareça e evolua”, comentou.

Veja mais

Curtas do Esporte

Curtas do Esporte

O quase-ex-boleiro Arlindo de Almeida volta com polêmicas no Curtas de Esporte. Por que certos setoristas do Vitória têm passe livre e outros não têm? E por que nenhum deles tem direito a lanche durante os treinos da manhã? E mais: no Bahia, tem mutirão de processos trabalhistas! Confira nas Curtas e Venenosas do Esporte!

Veja mais

Quarta, 19 de Setembro de 2012 - 14:00

Lucas avisa: ‘Essa geração é da Copa’

Lucas avisa: ‘Essa geração é da Copa’
Foto: Mowa Press
Titular nos últimos dois jogos da Seleção e confirmado para o duelo com a Argentina, nesta quarta-feira, às 22h, em Goiânia, pelo Superclássico das Américas, Lucas respondeu aos críticos durante a entrevista coletiva. O meia do São Paulo – já vendido para o Paris Saint-Germain, avisou que estes jogadores que hoje defendem a Seleção serão a base do time que disputará a Copa do Mundo do Brasil, em 2014. 
 
- Tudo aconteceu muito rápido na minha vida, é verdade. Tenho apenas 20 anos e já aconteceu muita coisa comigo. Mas não cheguei aqui à toa. Batalhei demais para ser convocado. É um sonho estar na Seleção. Tenho de procurar aproveitar meus momentos, com todos os outros jogadores, porque essa nova geração é a cara da Seleção e será a que vai à Copa do Mundo – disse.
 
Lucas, negociado com o PSG, deixará o futebol brasileiro em 2013. Mas, antes de deixar o país, o são paulino quer recuperar a confiança do torcedor brasileira na Seleção.
 
- Temos de conquistar títulos e fazer bons jogos. Só assim vamos reconquistar a confiança do torcedor. Precisamos mostrar muito empenho - completou o meia.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Multimídia

Enquete

O que você achou da contratação de Ricardo Drubscky pelo Vitória?