Sábado, 04 de Julho de 2015 - 21:17

Veja os gols de Vitória 4 x 1 Bahia

Nos pênaltis, Chile bate Argentina e conquista pela 1ª vez a Copa América
Messi permanece sem título pela seleção principal. Foto: Conmebol | Reprodução
Jogando em casa, o Chile fez valer o mando de campo e conquistou pela primeira em 100 anos de torneio o título da Copa América. A conquista veio neste sábado (4), quando a seleção chilena derrotou a Argentina nos pênaltis por 4 a 1, após um empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação. Matías Fernandes, Vidal, Aránguiz e Sánchez marcaram para o Chile nas cobranças de penalidades. Pelo lado argentino, só Messi converteu o seu pênalti. Higuaín e Banega desperdiçaram suas chances. Com a derrota, a Argentina chega a marca de 22 anos sem títulos. A última conquista da seleção principal foi a própria Copa América, em 1993. A geração do craque Messi ainda não levantou nenhum caneco no profissional, apesar de ter títulos na base e também nas Olimpíadas.
Após goleada sobre o Bahia, Vagner Mancini prega cautela: ‘É só o início do trabalho’
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
No semblante do técnico Vagner Mancini, do Vitória, estava estampado a felicidade pelo triunfo acachapante sobre o Bahia por 4 a 1, neste sábado (4), no Barradão, em duelo válido pela 10ª rodada da Série B. Porém, o comandante Rubro-negro não se deixa empolgar com o resultado e prega cautela.
 
“O resultado representa muito. Uma vitória gigante diante diante do maior rival. Buscamos uma equipe madura para voltar a Série A. O objetivo maior é voltar sendo campeão. Mas quero atingir o equilíbrio e a maturidade jogo a jogo. Hoje a gente está feliz. Sabemos que podemos dar um ótimo direcionamento, mas ainda é cedo”, declarou.
 
O comandante Rubro-negro ficou satisfeito com o volume de jogo apresentado, mas não esperava um placar elástico.
 
“Quatro te chama atenção. Esperava o volume visto jogo.  O Bahia está há mais tempo formada, então nos deveríamos ter um encaixe no meio interessante. O efeito no Barradão tem que ser positivo. Temos que pegar os adversários aqui dentro e fazer com que eles sintam. Surpreende o placar de quatro, mas não o volume de jogo”, completou.

Com o triunfo, o Vitória chegou aos 19 pontos e ocupa temporariamente a quarta colocação. O próximo compromisso é contra o Boa Esporte, terça-feira (7), em Varginha (MG).
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 19:50

Para Sérgio Soares, Vitória teve 'mais pegada' que o Bahia

por Felipe Santana

Para Sérgio Soares, Vitória teve 'mais pegada' que o Bahia
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O treinador Sérgio Soares não gostou do que viu da sua equipe durante os noventa minutos diante do Vitória, na tarde deste sábado (4), no Barradão. Para o comandante tricolor, principalmente no primeiro tempo, o esquadrão não soube 'igualar a pegada'. "Faltou atitude, um pouco mais de pegada. No primeiro tempo, quando estava tudo equilibrado, eles apresentaram mais pegada que a gente. E no segundo, quando o Bahia era melhor, foram dois gols de contra-ataque", comentou. O técnico mais uma vez foi obrigado a falar da expulsão do volante Souza, a terceira no Campeonato Brasileiro da Série B. Sérgio Soares prometeu conversas com o atleta, porém, ele acredita que o cartão vermelho deste sábado (4) foi injusto. "A expulsão foi injusta. O Escudero foi muito mais forte na bola, mas o árbitro optou em expulsar os dois. Mesmo assim, com outra expulsão, vale uma conversa", completou. Para o próximo jogo, já na terça-feira (7), ele não vai contar com Pittoni e Souza, suspensos. Tony e Kieza são dúvidas.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 19:30

Rhayner celebra goleada sobre o Bahia: ‘Nosso time é de guerreiro’

por Glauber Guerra

Rhayner celebra goleada sobre o Bahia: ‘Nosso time é de guerreiro’
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O Vitória goleou o Bahia por 4 a 1 neste sábado (4), no Barradão, em jogo válido pela 10ª rodada da Série B. Após o jogo, o atacante Rhayner fez questão de exaltar o elenco.

“Nosso time é de guerreiro. Fomos bem nos 90 minutos e conseguimos esse resultado importante. Vencer o clássico é sempre bom”, disse o atacante, em entrevista ao Bahia Notícias.

Para o jogador, o placar elástico não foi surpresa.

“Trabalhamos forte. Clássico é sempre difícil, mas não foi uma surpresa”, completou.

Com o triunfo, o Vitória chegou aos 19 pontos e ocupa temporariamente a quarta colocação na Série B. Para terminar a rodada no G4, o Leão precisa torcer por um tropeço do América-MG diante do Mogi. As duas equipes se enfrentam logo mais as 21h00, no Independência.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 19:20

Fernando Miguel vibra com goleada e avisa: ‘Não vamos perder mais Ba-Vi’

por Glauber Guerra

Fernando Miguel vibra com goleada e avisa: ‘Não vamos perder mais Ba-Vi’
Foto: Max Haack/Ag Haack/Bahia Notícias
O goleiro Fernando Miguel, do Vitória, não escondeu a empolgação com a goleada sobre o Bahia por 4 a 1, neste sábado (4), no Barradão, em jogo válido pela 10ª rodada da Série B. O arqueiro Rubro-negro chegou a dizer que sua equipe não vai mais perder o clássico.

“O time foi bem desde o ínicio e sufocou a equipe do Bahia. Propôs o jogo e não se conteve quando fez o segundo. É para celebrar esse momento até hoje a noite, pois amanhã já temos treino. E enquanto esse grupo estiver aqui, posso dizer que não vamos perder mais Ba-Vi”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias.

Com o resultado, o time Rubro-negro chegou aos 19 pontos e ocupa temporariamente a quarta colocação.

O Vitória volta a campo na próxima terça-feira (7), contra o Boa Esporte (MG), em Varginha.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 19:05

Autor do quarto gol, Robert fala sobre vencer seu primeiro Ba-Vi

por Edimário Duplat

Autor do quarto gol, Robert fala sobre vencer seu primeiro Ba-Vi
Foto: Glauber Guerra/Bahia Notícias
Recém contratado pelo Vitória para a continuidade do Brasileirão da Série B 2015, o atacante Robert comemorou o gol marcado em seu primeiro clássico Ba-Vi, dedicando-o para a sua família e a torcida do Rubro-Negro baiano. “Meu primeiro BA-Vi e poder fazer um gol bonito é importante. O jogo estava decidido, mas foi um gol bonito e pude demonstrar pra que vim. Dedico ele para a minha família que sempre me apoia e a torcida que apoiou a minha contratação”, afirmou o ex-jogador do Sampaio Corrêa, que chegou a 22 gols na temporada nacional. 
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 18:50

Após triunfo, Diego Renan agradece torcida e elogia elenco no clássico

por Edimário Duplat

Após triunfo, Diego Renan agradece torcida e elogia elenco no clássico
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
Um dos destaques da goleada do Vitória sobre o Bahia por 4 a 1 no Estádio Manoel Barradas, o lateral Diego Renan reiterou a união do elenco do Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro da Série B 2015 e elogiou a torcida que apoiou a sua equipe no clássico Ba-Vi.  “Claro, nosso objetivo é estar sempre do G-4. Pontuamos dentro de casa e mantivemos nossa identidade no Barradão. Parabéns ao torcedor que nos apoiou hoje”, afirmou o defensor do Leão da Barra após o confronto deste sábado (4) no Barradão. Com 19 pontos, o Vitória ocupa a quarta posição do certame nacional e torce por um tropeço do América Mineiro no complemento da rodada para se manter no G-4 do torneio.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 18:48

'Foi uma tarde infeliz", diz Jacó sobre goleada no Bavi

por Felipe Santana

'Foi uma tarde infeliz", diz Jacó sobre goleada no Bavi
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Foi difícil dar explicações sobre o desempenho do Bahia, logo depois da derrota para o Vitória na noite deste sábado (4), no Barradão. Douglas Pires comentou e admitiu que o futebol deixou a desejar.
 
O jovem atacante Jacó, que entrou no decorrer da partida, também parou para dar entrevista e reconhece que a tarde do Bahia precisa ser esquecida o quanto antes.

"Foi um dia feliz do Vitória, e infeliz do Bahia. Não tem o que comenter sobre o jogo", afirmou.

Outro atleta formado na base, o atacante Mário falou e pediu reação imediata contra o Paysandu, na próxima terça, na Fonte Nova.

"Temos que levantar a cabeça o quanto antes e buscar o triunfo na terça", concluiu.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 18:44

Douglas Pires sobre revés no Bavi: 'Difícil explicar'

por Felipe Santana

Douglas Pires sobre revés no Bavi: 'Difícil explicar'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Pouco jogadores do Bahia concederam entrevista logo depois da goleada sofrida para o Vitória, na tarde deste sábado (4), no Estádio do Barradão. Um deles foi o goleiro Douglas Pires, que não escondeu a tristeza pelo placar de 4 a 1.
 
Segundo o camisa 1 do esquadrão, o Bahia não pode mais repetir esta atuação em outros jogos da segunda divisão.

"É difícil falar sobre este jogo. Não podemos cometer erros como os de hoje", lamentou.

Douglas Pires tentou analisar o jogo completo, apesar do revés, e admitiu que o rubro-negro foi superior.

"Não poderíamos dar esses moles. Durante o jogo estivemos apáticos em dois momentos, e isso nos custou caro. Levamos dois gols e não conseguimos reagir", disse.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 18:42

Escudero é expulso e desfalca o Vitória nos próximos dois jogos

por Glauber Guerra

Escudero é expulso e desfalca o Vitória nos próximos dois jogos
Foto: Betto Jr / Ag. Haack / Bahia Notícias
O técnico Vagner Mancini, do Vitória, não poderá contar com o meio-campista Escudero para o duelo contra o Boa Esporte, terça-feira (7), em Varginha (MG), pela 11ª rodada da Série B. O argentino foi expulso no triunfo por 4 a 1 sobre o Bahia, neste sábado (4), no Barradão e por isso precisará cumprir suspensão automática. Como também levou o terceiro amarelo antes da expulsão, o meia argentino também fica fora da partida contra o Paraná no sábado (11), em Curitiba. Para a posição, o comandante Rubro-negro tem como principais opções escalar Vander mais recuado ou ainda o meia David. Com o resultado, o Leão chegou aos 19 pontos e agora ocupa a 4ª posição na tabela, torcendo para que o América-MG não vença o seu jogo neste sábado (4) contra o Mogi-Mirim, em Minas Gerais, às 21h. Caso o time mineiro vença, o Leão cai para a quinta posição na competição.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 18:39

Além do clássico, Bahia perde dois titulares: Pittoni e Souza

por Felipe Santana

Além do clássico, Bahia perde dois titulares: Pittoni e Souza
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O Bahia não só foi goleado pelo Vitória na tarde deste sábado (4), no Barradão. O tricolor perdeu muito mais. O esquadrão, no próximo jogo contra o Paysandu, na Arena Fonte Nova, não vai contar com dois importantes atletas.O volante Wilson Pittoni, único atleta pendurado do esquadrão, levou o terceiro cartão amarelo da série e está fora do jogo da próxima terça-feira (7), às 19h30, em Salvador. Quem também está fora do confronto é o volante Souza. No fim do jogo, após se envolver em uma confusão com Escudero, o camisa 8 levou o cartão vermelho e terá que cumprir suspensão. É o terceiro cartão vermelho dele na Série B.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 18:26

Em clássico no Barradão, Vitória goleia e tira Bahia do G-4

por Edimário Duplat

Em clássico no Barradão, Vitória goleia e tira Bahia do G-4
Foto: Max Haack/Ag Haack/Bahia Notícias
Em confronto válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2015, o Vitória demonstrou bastante controle de jogo para conseguir um triunfo expressivo no clássico Ba-Vi realizado neste sábado (4) no Estádio Manoel Barradas, no Barradão. Com gols de Guilherme Mattis, Escudero, Rogério e Robert, o time rubro-negro venceu por 4 a 1 e sobe para a quarta posição da Segundona com 19 pontos, jogando o tricolor fora do G-4, que está na quinta posição da classificação geral com 18 pontos. Sem demonstrar poder ofensivo, o Bahia apenas descontou com Maxi Biancucchi e chegou a sua segunda derrota no certame nacional. Os times aguardam o jogo deste sábado entre América-MG e Mogi Mirim, às 21h, em Minas Gerais. Caso o time mineiro vença a partida, o Coelho sobe para 20 pontos e supera os times baianos, tirando o Vitória do G-4 e o Bahia para a sexta posição.
 
O JOGO
 
No inicio da partida, o Vitória já mostrou que o jogo seria cheio de emoções. Aos quatro minutos, em cobrança de escanteiro, Rhayner tocou curto para Escudero, que cruzou para Guilherme Mattis cabecear e abrir o marcador no Estádio do Barradão. Logo depois, os donos da casa quase ampliaram com lançamento para Elton que foi interceptado de cabeça por Douglas Pires.
 
O Bahia não esmoreceu com o resultado e passou a exigir muito do goleiro Fernando Miguel. Aos 10, Souza cobrou falta e deu trabalho ao arqueiro rival. Logo depois, o meia voltou a assustar Miguel, que repetiu novamente a sua boa atuação na primeira investida.
 
Aos 14, o Esquadrão de Aço chegou mais uma vez com perigo e teve outra bela chance do empate. Em cruzamento de Adriano, Maxi Biancucchi cabeceou e a bola saiu para fora. Em outro lance ofensivo da equipe tricolor, Souza foi outro que cabeceou sozinho e errou na conclusão.
 
Com 22 minutos, um fato inusitado aconteceu no gramado. Ao dar o cartão para Escudero, o árbitro Arilson Bispo da Anunciação notou que esqueceu as tarjetas ao entrar em campo. Diminuindo a saída de bola dos visitantes, a equipe de Vagner Mancini começou a ditar o jogo e obrigou o Bahia a utilizar chutões para chegar no campo adversário.
 
Bastante nervosos, os dois times passaram a errar jogadas e diminuíram o ritmo presentes nos primeiros minutos do clássico. Aos 30, Diogo Mateus avançou em velocidade e tocou para Elton, que chutar para fora e dar o tiro de meta para o Esquadrão de Aço.
 
Aos poucos sendo minado pelos donos da casa, a equipe de Sérgio Soares ficou bem resumida a lampejos, como o que foi efetuado por Maxi Biancucchi aos 33, finalizando errado na sua conclusão. Já o Vitória voltou a pressionar o seu maior rival, valorizando jogadas de bola parada e cruzamentos na pequena área de Douglas Pires.
 
Aos 40, Rhayner protagoniza um dos melhores lances do clássico, deixando os adversários no chão e conseguindo uma falta para a sua equipe. Na cobrança, a zaga do Bahia afastou o perigo de sua própria meta. Ao final do primeiro tempo, o Leão da Barra teve outra boa chance de marcar o segundo com Pedro Ken, que chutou de primeira mas não pegou bem na bola. No último lance, Souza teve mais uma falta e não conseguiu chegar ao gol de Fernando Miguel.
 
No segundo tempo, o Bahia buscou a igualdade no marcador logo no início. Em chute de longe de Souza, Fernando Miguel fez bela defesa e salvou a meta da equipe anfitriã. Um minuto depois, foi a vez do ataque do time rubro-negro pressionar o Bahia, exigindo muito trabalho da zaga adversária. Em sequência, foi a vez de Willians Santana pegar os seus rivais no contra-golpe e concluir mal na hora do chute.
 
Sem deixar o torcedor respirar, o Vitória voltou a levar muito perigo a meta tricolor. Diogo Mateus avançou pela lateral, mas acabou ficando sozinho para concluir. Entretanto, ao tentar defender, Douglas Pires acabou enganado pelo gramado e deu rebote nos pés de Elton, que acabou desperdiçando a chance de ampliar. No lance posterior, Robson recebeu cruzamento de Amaral e mandou para fora.
 
Com boa marcação na saída de bola, os donos da casa apresentavam grande vantagem no meio de campo e deixavam os comandados de Sergio Soares sem domínio de bola.
 
Tentando furar a defesa do Leão, o Bahia passou a tocar mais a bola e aos poucos chegava novamente ao gol de Fernando Miguel. Dessa maneira, em jogada de escanteio, Titi cabeceou em cima de Guilherme Mattis. A bola sobrou para Maxi, que chutou no zagueiro e impediu o empate.
 
Rápido nos contra-ataques, o Vitória conseguiu ampliar o marcador após penalidade sofrida em Diego Renan, que invadiu a área e foi derrubado por Adriano. Na cobrança, Escudero cobrou com calma e ampliou a vantagem do time vermelho e preto aos 18 minutos da etapa complementar.
 
Com 2 a 0 no placar, o jogo acabou caindo de produção. Demonstrando bastante nervosismo, o Tricolor de Aço não conseguia produzir perigo aos anfitriões. Com isso, o Vitória chegou mais uma vez com perigo as redes do rival, com Rhayner chutando na zaga e fazendo com que Douglas Pires dividisse a bola com Elton para evitar o terceiro gol.
 
Sem poder ofensivo, o Bahia acabou sofrendo o gol que sepultou o triunfo do Vitória no Manoel Barradas. Aos 36, Rogério soltou um potente chute de dentro da pequena área e fez o terceiro gol rubro-negro no clássico.
 
Nos minutos finais, os visitantes conseguiram descontar. Em jogada de escanteio, o argentino Maxi Biancucchi aproveitou a falha na marcação e conseguiu fazer o único gol tricolor. Entretanto, nos acréscimos, Robert, em sua estreia pela equipe rubro-negra, repetiu o feito de Rogério e fez outro belo gol para fechar o placar. 
 
Agora, o Bahia retorna a campo na próxima terça (7) onde enfrenta o Paysandu na Arena Fonte Nova. Já o Vitória vai até Minas Gerais, onde enfrenta o Boa Esporte no Estádio Municipal de Varginha. Ambas as partidas começam às 19h30.
  
FICHA TÉCNICA
Vitória 4x1 Bahia
10ª rodada – Série B
Local: Barradão, em Salvador
Data: 04/07/2015
Horário: 16h30
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jucimar dos Santos Dias (BA)
Cartões Amarelos: Escudero, Amaral e Rogério (Vitória); Adriano, Pittoni, Titi, Robson, Souza (Bahia)
Cartões Vermelhos: Escudero (Vitória); Souza (Bahia)
Gols: Guilherme Mattis, Escudero, Rogério, Robert (Vitória); Maxi Biancucchi (Bahia)
 
Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Guilherme Mattis, Ramon e Diego Renan; Marcelo (Amaral), Flávio (Rogério), Pedro Ken e Escudero; Rhayner e Elton (Robert). Técnico: Vagner Mancini.
 
Bahia: Douglas Pires; Adriano Apodi, Robson, Titi e Marlon; Pittoni (Mario), Tiago Real e Souza; Maxi Biancucchi, Williams Santana (João Leonardo) e Léo Gamalho (Jacó). Técnico: Sérgio Soares.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 18:26

Em clássico no Barradão, Vitória goleia e tira Bahia do G-4

por Edimário Duplat

Em clássico no Barradão, Vitória goleia e tira Bahia do G-4
Foto: Max Haack/Ag Haack/Bahia Notícias
Em confronto válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2015, o Vitória demonstrou bastante controle de jogo para conseguir um triunfo expressivo no clássico Ba-Vi realizado neste sábado (4) no Estádio Manoel Barradas, no Barradão. Com gols de Guilherme Mattis, Escudero, Rogério e Robert, o time rubro-negro venceu por 4 a 1 e sobe para a quarta posição da Segundona com 19 pontos, jogando o tricolor fora do G-4, que está na quinta posição da classificação geral com 18 pontos. Sem demonstrar poder ofensivo, o Bahia apenas descontou com Maxi Biancucchi e chegou a sua segunda derrota no certame nacional. Os times aguardam o jogo deste sábado entre América-MG e Mogi Mirim, às 21h, em Minas Gerais. Caso o time mineiro vença a partida, o Coelho sobe para 20 pontos e supera os times baianos, tirando o Vitória do G-4 e o Bahia para a sexta posição.

O JOGO

No inicio da partida, o Vitória já mostrou que o jogo seria cheio de emoções. Aos quatro minutos, em cobrança de escanteiro, Rhayner tocou curto para Escudero, que cruzou para Guilherme Mattis cabecear e abrir o marcador no Estádio do Barradão. Logo depois, os donos da casa quase ampliaram com lançamento para Elton que foi interceptado de cabeça por Douglas Pires.
 
O Bahia não esmoreceu com o resultado e passou a exigir muito do goleiro Fernando Miguel. Aos 10, Souza cobrou falta e deu trabalho ao arqueiro rival. Logo depois, o meia voltou a assustar Miguel, que repetiu novamente a sua boa atuação na primeira investida.
 
Aos 14, o Esquadrão de Aço chegou mais uma vez com perigo e teve outra bela chance do empate. Em cruzamento de Adriano, Maxi Biancucchi cabeceou e a bola saiu para fora. Em outro lance ofensivo da equipe tricolor, Souza foi outro que cabeceou sozinho e errou na conclusão.
 
Com 22 minutos, um fato inusitado aconteceu no gramado. Ao dar o cartão para Escudero, o árbitro Arilson Bispo da Anunciação notou que esqueceu as tarjetas ao entrar em campo. Diminuindo a saída de bola dos visitantes, a equipe de Vagner Mancini começou a ditar o jogo e obrigou o Bahia a utilizar chutões para chegar no campo adversário.
 
Bastante nervosos, os dois times passaram a errar jogadas e diminuíram o ritmo presentes nos primeiros minutos do clássico. Aos 30, Diogo Mateus avançou em velocidade e tocou para Elton, que chutar para fora e dar o tiro de meta para o Esquadrão de Aço.
 
Aos poucos sendo minado pelos donos da casa, a equipe de Sérgio Soares ficou bem resumida a lampejos, como o que foi efetuado por Maxi Biancucchi aos 33, finalizando errado na sua conclusão. Já o Vitória voltou a pressionar o seu maior rival, valorizando jogadas de bola parada e cruzamentos na pequena área de Douglas Pires.
 
Aos 40, Rhayner protagoniza um dos melhores lances do clássico, deixando os adversários no chão e conseguindo uma falta para a sua equipe. Na cobrança, a zaga do Bahia afastou o perigo de sua própria meta. Ao final do primeiro tempo, o Leão da Barra teve outra boa chance de marcar o segundo com Pedro Ken, que chutou de primeira mas não pegou bem na bola. No último lance, Souza teve mais uma falta e não conseguiu chegar ao gol de Fernando Miguel.

No segundo tempo, o Bahia buscou a igualdade no marcador logo no início. Em chute de longe de Souza, Fernando Miguel fez bela defesa e salvou a meta da equipe anfitriã. Um minuto depois, foi a vez do ataque do time rubro-negro pressionar o Bahia, exigindo muito trabalho da zaga adversária. Em sequência, foi a vez de Willians Santana pegar os seus rivais no contra-golpe e concluir mal na hora do chute.
 
Sem deixar o torcedor respirar, o Vitória voltou a levar muito perigo a meta tricolor. Diogo Mateus avançou pela lateral, mas acabou ficando sozinho para concluir. Entretanto, ao tentar defender, Douglas Pires acabou enganado pelo gramado e deu rebote nos pés de Elton, que acabou desperdiçando a chance de ampliar. No lance posterior, Robson recebeu cruzamento de Amaral e mandou para fora.
 
Com boa marcação na saída de bola, os donos da casa apresentavam grande vantagem no meio de campo e deixavam os comandados de Sergio Soares sem domínio de bola.
 
Tentando furar a defesa do Leão, o Bahia passou a tocar mais a bola e aos poucos chegava novamente ao gol de Fernando Miguel. Dessa maneira, em jogada de escanteio, Titi cabeceou em cima de Guilherme Mattis. A bola sobrou para Maxi, que chutou no zagueiro e impediu o empate.
 
Rápido nos contra-ataques, o Vitória conseguiu ampliar o marcador após penalidade sofrida em Diego Renan, que invadiu a área e foi derrubado por Adriano. Na cobrança, Escudero cobrou com calma e ampliou a vantagem do time vermelho e preto aos 18 minutos da etapa complementar.

Com 2 a 0 no placar, o jogo acabou caindo de produção. Demonstrando bastante nervosismo, o Tricolor de Aço não conseguia produzir perigo aos anfitriões. Com isso, o Vitória chegou mais uma vez com perigo as redes do rival, com Rhayner chutando na zaga e fazendo com que Douglas Pires dividisse a bola com Elton para evitar o terceiro gol.
 
Sem poder ofensivo, o Bahia acabou sofrendo o gol que sepultou o triunfo do Vitória no Manoel Barradas. Aos 36, Rogério soltou um potente chute de dentro da pequena área e fez o terceiro gol rubro-negro no clássico.

Nos minutos finais, os visitantes conseguiram descontar. Em jogada de escanteio, o argentino Maxi Biancucchi aproveitou a falha na marcação e conseguiu fazer o único gol tricolor. Entretanto, nos acréscimos, Robert, em sua estreia pela equipe rubro-negra, repetiu o feito de Rogério e fez outro belo gol para fechar o placar. 

Agora, o Bahia retorna a campo na próxima terça (7) onde enfrenta o Paysandu na Arena Fonte Nova. Já o Vitória vai até Minas Gerais, onde enfrenta o Boa Esporte no Estádio Municipal de Varginha. Ambas as partidas começam às 19h30.
  
FICHA TÉCNICA
Vitória 4x1 Bahia
10ª rodada – Série B
Local: Barradão, em Salvador
Data: 04/07/2015
Horário: 16h30
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos e Jucimar dos Santos Dias (BA)
Cartões Amarelos: Escudero, Amaral e Rogério (Vitória); Adriano, Pittoni, Titi, Robson, Souza (Bahia)
Cartões Vermelhos: Escudero (Vitória); Souza (Bahia)
Gols: Guilherme Mattis, Escudero, Rogério, Robert (Vitória); Maxi Biancucchi (Bahia)

Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Guilherme Mattis, Ramon e Diego Renan; Marcelo (Amaral), Flávio (Rogério), Pedro Ken e Escudero; Rhayner e Elton (Robert). Técnico: Vagner Mancini.

Bahia: Douglas Pires; Adriano Apodi, Robson, Titi e Marlon; Pittoni (Mario), Tiago Real e Souza; Maxi Biancucchi, Williams Santana (João Leonardo) e Léo Gamalho (Jacó). Técnico: Sérgio Soares.
De pênalti, Escudero amplia o placar no Barradão: Vitória 2x0 Bahia
O meia argentino marcou, aos 18 minutos da segunda etapa, o segundo gol do Vitória na partida, em uma cobrança de pênalti. A penalidade surgiu após jogada de Diego Renan, que foi derrubado pelo lateral Adriano Apodi.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 17:10

Bronze no Mundial, Yane Marques é 1ª brasileira classificada para a Olimpíada

por Demétrio Vecchioli | Estadão Conteúdo

Bronze no Mundial, Yane Marques é 1ª brasileira classificada para a Olimpíada
Foto: Divulgação
Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, Yane Marques é a primeira brasileira a conseguir classificação para o Rio-2016. Neste sábado, a pernambucana conseguiu a vaga olímpica ao terminar com a medalha de bronze o Campeonato Mundial de Pentatlo Moderno, disputado em Berlim (Alemanha). Antes de Yane, outros atletas obtiveram índice para os Jogos Olímpicos, garantindo a qualificação para o Rio, uma vez que a convocação só será definida com o encerramento do período de obtenção de índices. Há sempre a possibilidade de mais de três atletas brasileiros fazerem índice para a mesma prova. A Confederação Brasileira de Vela (CBVela), por sua vez, antecipou a convocação de sete atletas, de cinco classes, que utilizarão os convites destinados ao país-sede. O caso de Yane é diferente porque a vaga é nominal dela, obtida por ela ter sido uma das três primeiras do Campeonato Mundial. Caso ela se machuque, por exemplo, não poderia ser substituída por outra brasileira. A pernambucana não conquistava um bom resultado desde o bronze no Mundial de 2013. Nesta temporada, vinha especialmente mal, sem obter nenhuma classificação entre as 10 primeiras em competição de alto nível. Yane guardou tudo para o Mundial de Berlim. A classificação de Yane pelo Mundial pode ajudar o Brasil a obter uma segunda vaga olímpica já nos Jogos Pan-Americanos. Em Toronto, estarão em jogo cinco credenciais, sendo uma obrigatoriamente para a melhor sul-americana não classificada. Priscila Oliveira é a 50.ª do mundo, quinze posições à frente da primeira argentina.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 16:35

Presentes no Barradão, torcedores do Bahia ironizam Vitória

por Rebeca Menezes / Glauber Guerra

Presentes no Barradão, torcedores do Bahia ironizam Vitória
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
Os torcedores do Bahia que foram ao Estádio do Barradão neste sábado (4) aproveitaram os momentos antes do clássico Ba-VI do Campeonato Brasileiro da Série B 2015 para ironizar seu adversário. O grupo visitante se organizou para formar, no seu setor da arquibancada, um mosaico com a palavra “Vice” – uma referência frequente dos rivais ao Vitória.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 16:20

Torcedor do Bahia é atingido por bomba na entrada do Barradão

por Lucas Cunha / Edimário Duplat

Torcedor do Bahia é atingido por bomba na entrada do Barradão
Fotos: Lucas Cunha | Bahia Notícias
Um principio de confusão acabou com um torcedor do Bahia atingido por uma bomba na entrada do Estádio do Barradão, momentos antes do clássico Ba-Vi deste sábado (4), válido pelo Campeonato Brasileiro da Série B 2015. Enquanto os tricolores adentravam no equipamento esportivo, um grupo de rubro-negros iniciou uma provocação que acabou terminando em briga e foi apartada pela Polícia Militar. Entretanto, logo após separar os dois lados, uma bomba do Batalhão de Choque da Polícia acabou atingindo um torcedor, que foi ferido na perna. Identificado apenas como Judicei, o adepto tricolor de 35 anos foi levado para atendimento na ambulância do Corpo de Bombeiros presente no local.





Torcedor foi levado em ambulância após o incidente

Torcedor foi ferido na perna pela bomba disparada pela polícia
Fotos: Lucas Cunha/Bahia Notícias

Sábado, 04 de Julho de 2015 - 15:35

Clube da Salvação quer levar paz aos torcedores do clássico Ba-Vi

por Lucas Cunha

Clube da Salvação quer levar paz aos torcedores do clássico Ba-Vi
Foto: Lucas Cunha/Bahia Notícias
Um grupo de integrantes da igreja batista IBMI, do bairro de Nazaré, veio ao entorno do estádio do Barradão com um objetivo: tentar promover a paz entre torcedores de Bahia e Vitória antes do clássico deste sábado. Vestidos com camisas de Bahia e Vitória com a mensagem "clube da salvação, patrocinado por Jesus Cristo", os religiosos promoveram um golzinho perto da entrada do Barradão, distribuindo brindes como chaveiros da dupla Ba-Vi e canetas para aqueles que conseguissem marcar um gol em uma pequena trave armada na porta do Barradão.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 15:34

Mancini surpreende e escala Marcelo e Rhayner no time titular para o Ba-Vi

por Glauber Guerra

Mancini surpreende e escala Marcelo e Rhayner no time titular para o Ba-Vi
Foto: Betto Jr / Ag. Haack / Bahia Notícias
O técnico Vagner Mancini, do Vitória, decidiu escalar o time com duas novidades para o duelo contra o Bahia, neste sábado (4), às 16h30, no Barradão, pela 10ª rodada da Série B. O comandante Rubro-negro optou por escalar o volante Marcelo e o atacante Rhayner, nas vagas de Amaral e Rogério, respectivamente. Com isso, o Leão irá a campo com a seguinte formação: Fernando Miguel, Diogo Mateus, Ramon, Guilherme Mattis e Diego Renan; Marcelo, Flávio, Pedro Ken e Escudero; Elton e Rhayner. Com 16 pontos, o time Rubro-negro ocupa a sexta colocação no certame.
Por causa de ‘guerra’, consulado pede que brasileiros evitem verde e amarelo no Chile
Foto: Jefferson Bernardes / Vipcomm
O clima da decisão entre Chile e Argentina, na final da Copa América, não é dos mais amistosos. Depois de os chamados “Barras Bravas” argentinos – torcida organizada e violenta do país – prometerem entrar em confronto com os adversários independente do resultado do jogo, que ocorre neste sábado (4), as autoridades começaram a tomar algumas providências. De acordo com o UOL, a polícia e a organização do evento no Chile estão em estado de alerta e prepararam um esquema especial para o que ocorrer fora do estádio. Além disso, o consulado brasileiro em Santiago recomendou que os turistas evitem qualquer peça de roupa que lembrem o verde e amarelo do país. "Tudo começou em 2014. No ano passado, o consulado distribuiu uma carta e pediu atenção especial aos brasileiros nas ruas daqui na época do confronto da Copa do Mundo [Brasil venceu o Chile nos pênaltis nas oitavas de final]. Antes, durante e depois do jogo, os chilenos não podiam ver brasileiros nas ruas. Era uma coisa muito hostil. E essa orientação foi mantida para estes dias de decisão da Copa América", explicou a consultora de turismo Danielle Ferreira. Será um verdadeiro clima de guerra. É uma coisa histórica. Faço questão de explicar a todos. Não se deve usar camisa da seleção brasileira ou qualquer peça verde e amarela que possa mencionar nossos país", completou Ferreira, que trabalha no consulado.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 14:58

Torcedores do Vitória confiantes em triunfo no clássico contra o Bahia

por Glauber Guerra

Torcedores do Vitória confiantes em triunfo no clássico contra o Bahia
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
Com pouco menos de duas horas para começar o clássico entre Vitória e Bahia, os torcedores do Leão já começam a chegar no Estádio Manoel Barradas embalados por muita confiança em um triunfo de sua equipe no Ba-Vi. O comerciante Marcos Aurélio não esconde a euforia: “Aqui hoje não vai ter para ninguém. Vamos vencer por 3 a 0”, afirmou. Já a estudante Simone Dantas foi mais cautelosa: “Estou confiante que vamos ganhar, mas vai ser 1 a 0 ou 2 a 1”, sugeriu. O aposentado Manoel Martins aposta em uma partida truncada. “Um clássico que vai ser bastante disputado, não vai ser aquela coisa bonita. Mas o Vitória vai vencer por 2 a 0”, afirmou. 
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 14:50

Após ataques, FBF demonstra apoio ao árbitro Arilson Bispo

por Felipe Santana/Edimário Duplat

Após ataques, FBF demonstra apoio ao árbitro Arilson Bispo
Foto: Francis Juliano/ Bahia Notícias
Juiz do primeiro Ba-Vi do Campeonato Brasileiro da Série B 2015, Arilson Bispo da Anunciação se tornou o pivô de uma polêmica nos últimos dias, quando passou a receber ameaças por parte de alguns torcedores rubro-negros pelo aplicatido Whatsapp. Em entrevista ao Bahia Notícias, o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, afirmou estar atento ao caso e afirmou que a entidade está a disposição do árbitro. “Tudo vai partir do árbitro, a federação tem um corpo jurídico que vai estar a disposição dele caso ele queira se manifestar. Estamos atentos a tudo, mas só vamos tomar medidas após o clássico”, afirmou o mandatário momentos antes do clássico. Em sete anos apitando confrontos entre as duas equipes, Arilson sempre foi alvo de críticas da torcida do Vitória, que nunca venceu o Bahia em jogos comandados pelo mediador.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 14:11

Organizadas de Vitória e Bahia chegam ao Barradão

por Lucas Cunha/Edimário Duplat

As torcidas organizadas de Bahia e Vitória já chegaram ao Barradão, para o confronto deste sábado (4), às 16h30. Válido pela Série B do Brasileirão, a partida é essencial para os dois clubes que brigam pelo retorno a elite do futebol nacional. Confiram as chegadas dos torcedores das duas equipes:





 

Chegada da torcida Os Imbatíveis no Barradão. #BNnoBaVi #BaVi #barradão

Um vídeo publicado por Site Bahia Notícias (@bahianoticias) em




 

Chegada da @torcidabamor no #barradão. Polícia obriga a retirada de máscaras na porta do estádio. #BaVi #BNnoBaVi

Um vídeo publicado por Site Bahia Notícias (@bahianoticias) em

Sábado, 04 de Julho de 2015 - 14:05

Em clima de paz, torcedor do Paysandu assiste ao Ba-Vi com tricolores

por Lucas Cunha/Edimário Duplat

Em clima de paz, torcedor do Paysandu assiste ao Ba-Vi com tricolores
Foto: Lucas Cunha/Bahia Notícias
O paraense Renato Martins, 33, veio a Salvador para acompanhar o jogo do seu time, o Paysandu, na próxima terça (14) contra o Bahia pelo Campeonato Brasileiro da Série B 2015. Aproveitando o fim de semana para conhecer a capital baiana, o integrante da Torcida Bicolor foi convidado para assistir ao clássico Ba-Vi em meio aos tricolores da Bamor e falou sobre o clima de paz entre os adeptos dos dois clubes. "Somos coligados desde a copa dos campeões de 2002, quando fomos campeões", disse Martins em entrevista ao Bahia Notícias. "Aqui é só amizade. Terça cada um torce pro seu time e hoje ele dá uma força pra gente", afirmou o amigo baiano Tiago Fisco, 29, integrante da organizada do Esquadrão de Aço. Bahia e Vitória fazem o clássico neste sábado (4), às 16h30, no Estádio do Barradão.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 13:40

Horas antes do Ba-Vi, organizadas trocam provocações na entrada do Barradão

por Lucas Cunha/Edimário Duplat

Horas antes do Ba-Vi, organizadas trocam provocações na entrada do Barradão
Foto: Lucas Cunha/Bahia Notícias
Cenas lamentáveis aconteceram horas antes do maior clássico do Norte-Nordeste. Um pequeno momento de tensão ocorreu na chegada de parte da torcida organizada do Vitória, Os Imbatíveis, no arredores do Barradão. Os adeptos trocaram provocações com torcedores da torcida Bamor, do Bahia, e houve um principio de confussão. A tropa de choque da Polícia Militar interveio imediatamente e impediu qualquer maior atrito entre as partes.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 13:35

Cambistas agem com liberdade no Barradão antes do clássico Ba-Vi

por Glauber Guerra

Cambistas agem com liberdade no Barradão antes do clássico Ba-Vi
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O grande contingente de policiais e seguranças para o clássico entre Vitória e Bahia, neste sábado (4), no Barradão, não encerrou um velho problema dos estádios brasileiros. Cambistas vendem entradas para a partida por até R$ 140 (setor de cadeiras) horas antes do jogo. A movimentação acontece principalmente na Rua Artêmio Valente, próximo a bilheteria da praça esportiva. “Quer qual setor? Vendo por R$ 140 cadeira e R$ 70 arquibancada”, disse um homem, a reportagem do Bahia Notícias. Os ingressos ainda não foram esgotados.
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 12:30

Fofão, Renan e Bebeto de Freitas entram no Hall da Fama do Vôlei

por Estadão Conteúdo

Fofão, Renan e Bebeto de Freitas entram no Hall da Fama do Vôlei
Fofão será introduzida no Hall da Fama do voleibol| Foto: Divulgação / CBV
O Hall da Fama do Vôlei anunciou nesta sexta-feira a nova turma de atletas e técnicos com a inclusão de três brasileiros no seleto grupo de pessoas que ficaram para a história da modalidade: a ex-levantadora Fofão, que se aposentou das quadras há pouco mais de um mês, o ex-jogador Renan Dal Zotto e o treinador Bebeto de Freitas.

"Essa indicação foi muito importante para mim. Confesso que foi uma grande surpresa. Eu não esperava mesmo. É uma honra saber que fui lembrada pelo meu trabalho e minhas conquistas. Estou muito feliz e emocionada. O vôlei me deu muitas alegrias ao longo de toda a minha vida e esse reconhecimento é incrível", disse Fofão.

A ex-jogadora, de 45 anos, é recordista em participações olímpicas: cinco. Considerada a melhor levantadora da história do vôlei brasileiro, ganhou três medalhas olímpicas, incluindo o ouro em Pequim/2008, além de ter sido vice-campeã mundial duas vezes.

Ela é apenas a segunda jogadora de vôlei de quadra do Brasil a entrar no Hall da Fama, seguindo Ana Moser. Do vôlei de areia, já foram incluída Adriana Behar, Jackie Silva, Shelda e Sandra Pires. Atletas em atividade, como Juliana e Larissa, não podem fazer parte do Hall da Fama.

No vôlei masculino, já estão no Hall de Holyoke, Massachusetts (EUA), onde a modalidade foi criada, os brasileiros Nalbert, Maurício e Bernard. Agora foram incluídos o técnico da 'Geração da Prata', Bebeto de Freitas, que participou dos Jogos Olímpicos de 1976, em Montreal (Canadá).

Já Renan era, junto com Bernard, o destaque do time que ganhou o bronze em Los Angeles, em 1984, e hoje é diretor de seleções da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). "É difícil caber dentro da felicidade que estou sentindo. Sabemos que lá estão grandes nomes, grandes atletas que foram referências mundiais e saber que o seu nome vai estar para sempre na história do voleibol é muito bacana. E fico muito feliz de estar junto com o Bebeto, que foi meu técnico, e com a Fofão, que merece muito."
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 11:30

Rodrigo Caio decide continuar no São Paulo e dá alívio a Osorio

por Estadão Conteúdo

Rodrigo Caio decide continuar no São Paulo e dá alívio a Osorio
Foto: Divulgação
A negociação entre o zagueiro Rodrigo Caio e o Atlético de Madrid não deu certo e o jogador vai continuar no São Paulo. O clube do Morumbi e a equipe da capital espanhola não se acertaram sobre as condições do empréstimo por uma temporada e com a falta de acordo, o defensor deve retornar ao time do técnico Juan Carlos Osorio.

"Acabo de sair da reunião com a diretoria do São Paulo e chegamos a conclusão que o melhor para mim e para o São Paulo é, neste momento, que eu continue honrando a camisa do 'Tricolor' como sempre fiz, pois aqui é minha casa", publicou o jogador nas redes sociais nesta sexta-feira.

Rodrigo Caio viajou para a Espanha na última semana com o intuito de acertar com o Valencia, que pagaria R$ 44 milhões pelo jogador, mas se frustrou com as condições no clube espanhol.

O zagueiro encontrou a diretoria rachada e em crise pelas saídas do diretor esportivo Francisco Rufete e do presidente Amadeo Salvo. Além disso, não gostou das condições oferecidas pelo contrato, entre elas um salário mensal de cerca de R$ 25 mil. O Valencia também desconfiou das condições físicas de Rodrigo Caio e pediu para o jogador ser submetido a dois exames médicos.

Após desistir do Valencia, o são-paulino voltou a conversar com o Atlético de Madrid, clube que também tinha interesse nele. A negociação, porém, era pelo empréstimo por uma temporada, em que o São Paulo receberia R$ 7 milhões, seguido pela fixação de um valor de compra efetiva.

Nos últimos dias os dois clubes tentavam acertar as condições dos detalhes do empréstimo, até o jogador decidir continuar no São Paulo. Essa opção representa um alívio ao técnico Osorio, que na última semana perdeu o volante Souza para o Fenerbahce, da Turquia, fora as saídas de Dória (Olympique de Marselha), Paulo Miranda (Red Bull Salzburg) e Denilson (Al Wahda).
Sábado, 04 de Julho de 2015 - 10:40

Hamilton supera Rosberg e fatura 8ª pole do ano em Silverstone; Massa larga em 3º

por Estadão Conteúdo

Hamilton supera Rosberg e fatura 8ª pole do ano em Silverstone; Massa larga em 3º
Foto: Divulgação
Após ser batido pelo alemão Nico Rosberg na sexta-feira, o inglês Lewis Hamilton deu o troco neste sábado. Correndo em casa, no tradicional Circuito de Silverstone, o líder do campeonato foi o mais rápido no treino classificatório do GP da Inglaterra e garantiu sua oitava pole position em nove etapas da temporada 2015. O brasileiro Felipe Massa vai largar da terceira posição no grid.

Hamilton cravou o melhor tempo da classificação logo no início do Q3, a última sessão do treino, com 1min32s248. Rosberg se esforçou até os segundos finais, sem sucesso. O alemão havia levado a melhor sobre o companheiro de Mercedes nas duas sessões livres de sexta-feira. No entanto, foi superado no terceiro treino livre, no início do dia, e perdeu a disputa pela pole na sessão seguinte.

O piloto inglês foi crescendo no treino, assim como vem fazendo ao longo do fim de semana. Hamilton obteve apenas o quarto tempo no Q1. E foi o terceiro no Q2, sendo superado por Rosberg nas duas sessões. No entanto, cresceu na hora certa e buscou mais uma pole na temporada.

Com o resultado, desbancou Vettel na lista dos pilotos com maior número de poles na história da F1. Hamilton ocupa agora o terceiro lugar geral, com 46, enquanto o alemão tem 45. O inglês só está atrás do recordista Michael Schumacher, dono de 68 poles, e do brasileiro Ayrton Senna, que registrou 65.

Fora da briga entre os pilotos da Mercedes, Felipe Massa obteve bom resultado ao garantir o terceiro lugar no grid. O brasileiro esteve entre os dez primeiros em todas as sessões da classificação e exibiu bom rendimento no Q3 para desbancar os carros da Ferrari e o companheiro de Williams, o finlandês Valtteri Bottas, quarto do grid.

Com o desempenho de Massa e Bottas, a Williams deixou para trás os dois carros da Ferrari. Kimi Raikkonen, que liderou o Q1, foi o quinto colocado, logo à frente de Vettel, que largará do sexto posto.

A Red Bull, novamente, não conseguiu acompanhar o ritmo da Ferrari e da Williams. O russo Daniil Kvyat obteve o sétimo tempo, enquanto o australiano Daniel Ricciardo foi o décimo. Entre eles ficaram o espanhol Carlos Sainz Jr, da Toro Rosso, e o alemão Nico Hülkenberg, da Force India.

Felipe Nasr ficou aquém do esperado em Silverstone. Obteve apenas o 16º lugar no grid, sendo eliminado logo na primeira sessão do treino. Ele teve a companhia dos dois pilotos da McLaren. O espanhol Fernando Alonso vai largar do 17º posto e o inglês Jenson Button sairá do 18º.

A largada do GP da Inglaterra está marcada para as 9 horas deste domingo (horário de Brasília).


Confira o grid de largada do GP da Inglaterra:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min32s248
2º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min32s361
3º - Felipe Massa (BRA/Williams), 1min33s085
4º - Valtteri Bottas (FIN/Williams), 1min33s149
5º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min33s379
6º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min33s547
7º - Daniil Kvyat (RUS/Red Bull), 1min33s636
8º - Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso), 1min33s649
9º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 1min33s673
10º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 1min33s943
---------------------------------------------------
11º - Sergio Pérez (MEX/Force India), 1min34s268
12º - Romain Grosjean (FRA/Lotus), 1min34s289
13º - Max Verstappen (HOL/Toro Rosso), 1min34s502
14º - Pastor Maldonado (VEN/Lotus), 1min34s511
15º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min34s868
---------------------------------------------------
16º - Felipe Nasr (BRA/Sauber), 1min34s888
17º - Fernando Alonso (ESP/McLaren), 1min34s959
18º - Jenson Button (ING/McLaren), 1min35s207
19º - Will Stevens (ING/Marussia), 1min37s364
20º - Roberto Merhi (ESP/Marussia), 1min39s377

Histórico de Conteúdo