Bahia

E. C. Bahia


Expulso, Guilherme Santos é desfalque do Bahia para o jogo contra o Grêmio

Além de perder para o Atlético Paranaense por 2 a 1, em confronto válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014, o Bahia ganhou um novo desfalque para o jogo contra o Grêmio, marcado para o próximo domingo (30), na Arena Fonte Nova. Expulso no final da segunda etapa, Guilherme Santos não poderá atuar contra o tricolor gaúcho e complica mais a situação do clube no certame nacional.

Veja mais

Veja mais

Entrevistas

João Marcelo, candidato à presidência do Bahia

O Bahia Notícias, dando continuidade a série de entrevistas com pré-candidatos à presidência do Bahia, ouviu nesta semana o ex-jogador e campeão brasileiro de 1988, João Marcelo. O ídolo da torcida tricolor, durante a conversa, falou sobre suas principais propostas da campanha e discurso de união entre as partes, independente do resultado da eleição. Ele, além de apontar erros da atual gestão, falou da relação do clube com à Arena Fonte Nova e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Veja mais

Curtas do Esporte

Curtas do Esporte

O quase-ex-boleiro Arlindo de Almeida volta com polêmicas no Curtas de Esporte. Por que certos setoristas do Vitória têm passe livre e outros não têm? E por que nenhum deles tem direito a lanche durante os treinos da manhã? E mais: no Bahia, tem mutirão de processos trabalhistas! Confira nas Curtas e Venenosas do Esporte!

Veja mais

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 20:29

Coritiba vence Palmeiras e empurra Vitória para o Z-4

por Glauber Guerra

Coritiba vence Palmeiras e empurra Vitória para o Z-4
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
A 36ª rodada do Campeonato Brasileiro não foi nada boa para o Vitória. Após sofrer revés de 2 a 0 para o Figueirense, neste domingo (23), no Orlando Scarpelli, o Rubro-Negro sofreu outro golpe. O Coritiba, que possuía a mesma pontuação do Leão, venceu o Palmeiras por 2 a 0 e empurrou o time comandando pelo técnico Ney Franco para a zona de rebaixamento. Agora, o Coxa é o 15º colocado com 41 pontos, enquanto o Vitória com 38, caiu para a 17ª posição. O próximo compromisso do Rubro-Negro baiano é contra o Flamengo, sábado (29), em Manaus.

Comentar

   
Após revés para o Figueirense, Ney Franco reconhece: 'A gente não fez um jogo consistente'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O técnico Ney Franco, do Vitória, reconheceu que sua equipe esteve abaixo das expectativas no revés por 2 a 0 para o Figueirense, neste domingo (23), no Estádio Orlando Scarpelli, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.
 
“A gente não fez um jogo consistente, embora no primeiro tempo conseguimos quatro finalizações boas. Na realidade, foi um jogo que a gente esteve abaixo da expectativa”, afirmou.
 
Agora, Ney já pensa no duelo contra o Flamengo, no próximo sábado (29), em Manaus.
 
“Só nos cabe agora uma mobilização dos atletas. Começamos no vestiário para que possamos no jogo contra o Flamengo, jogar melhor”, comentou.
 
Com 38 pontos, o Vitória ocupa a 16ª colocação no Campeonato Brasileiro, mas o time Rubro-Negro pode entrar no Z-4, caso o Coritiba empate ou vença o Palmeiras, no complemento desta rodada.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 18:25

Cruzeiro vence Goiás no Mineirão e conquista o Brasileirão

por Glauber Guerra

Cruzeiro vence Goiás no Mineirão e conquista o Brasileirão
Foto: Ramon Bittencourt / Lancepress
O Cruzeiro confirmou o favoritismo e faturou o bicampeonato seguido do Campeonato Brasileiro com duas rodadas de antecedência, ao vencer o Goiás por 2 a 1 neste domingo (23), no Mineirão. Os gols do time mineiro foram marcados por Ricardo Goulart e Everton Ribeiro. Ao todo, a equipe comandada por Marcelo Oliveira conquistou 23 vitórias e somou 36 pontos, números que mostram a superioridade da Celeste em cima das demais equipes do certame nacional. 

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 18:19

Richarlyson dispara contra arbitragem: 'Nunca apitou jogo da Série A'

por Glauber Guerra

Richarlyson dispara contra arbitragem: 'Nunca apitou jogo da Série A'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
Após a derrota por 2 a 0 para oFigueirense, o volante Richarlyson expressou sua irritação contra o ábritro Dewson Fernandes, do Pará. Para o volante, o juiz não tem qualidade suficiente para apitar jogos da Série A.

“A gente não pode deixar de falar da arbitragem. Não tenho nada contra o Pará. Mas ele [árbitro] nunca apitou um jogo da Série A, vem aqui e faz isso. Não fomos desleais em nenhum do momento. Conseguimos manter o nível”, vociferou.
 
Porém, Dewson é considerado um árbitro experiente e desde 2012 é aspirante ao quadro da Fifa. Neste Campeonato Brasileiro, ele já havia trabalhado em uma partida do Vitória. Foi na derrota por 2 a 0 para o Coritiba, no Couto Pereira. 

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 18:09

Vitória perde Vinícius e Edno para o duelo contra o Flamengo

por Glauber Guerra

Vitória perde Vinícius e Edno para o duelo contra o Flamengo
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O técnico Ney Franco, do Vitória, perdeu dois jogadores para o duelo contra o Flamengo, no próximo sábado (29), em Manaus. Os atacantes Vinicius e Edno receberam o terceiro cartão amarelo no revés por 2 a 0 para o Figueirense, neste domingo (23) e cumprirão suspensão automática.
 
Com a ausência de Vínicius, que era titular, dois jogadores brigam pela vaga: William Henrique e Willie. 
 
Com o revés para o Figueirense, o Vitória continuou com 38 pontos na 16ª colocação. Porém, a equipe comandada pelo técnico Ney Franco pode entrar na zona de rebaixamento, caso o Coritiba consiga pelo menos um empate contra o Palmeiras, logo mais às 19h30, no Couto Pereira.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 18:04

Nino Paraíba lamenta revés: 'Foi o pior jogo da gente'

por Glauber Guerra

Nino Paraíba lamenta revés: 'Foi o pior jogo da gente'
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O lateral-direito Nino Paraíba, do Vitória, não escondeu a irritação com o revés por 2 a 0 para o Figueirense, neste domingo (23), em Florianópolis. O atleta classificou o desempenho da sua equipe como a pior neste Campeonato Brasileiro.
 
“Foi o pior jogo da gente. Agora é trabalhar e ganhar do Flamengo”, afirmou o atleta, em entrevista à Rádio Transamérica FM.
 
O duelo contra o Flamengo será no próximo sábado (29), em Manaus, pela penúltima rodada do Brasileirão.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 17:55

Vitória perde para o Figueirense e vê chance de rebaixamento aumentar

por Glauber Guerra

Vitória perde para o Figueirense e vê chance de rebaixamento aumentar
Foto: Eduardo Valente / Frame / Estadão Conteúdo
O Vitória perdeu para o Figueirense por 2 a 0 neste domingo (23), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro e agora vê a chance do rebaixamento aumentar. 
 
Com 38 pontos, o time ocupa a 16ª posição no Campeonato Brasileiro, mas pode entrar na zona de rebaixamento ainda neste domingo, caso o Coritiba empate ou vença o Palmeiras dentro de casa.
 
O próximo compromisso do time comandado por Ney Franco é contra o Flamengo, sábado (29), em Manaus.

O JOGO
 
O técnico Ney Franco surpreendeu na escalação. O meia Escudero, recém-recuperado de uma lesão muscular, começou no time titular. Porém, o comandante Rubro-Negro ganhou um desfalque de última hora: o goleiro Wilson. O camisa 1 sentiu dores no ombro e foi vetado no vestiário. Com isso, ele foi substituído por Júnior Fernández.
 
O Vitória tomou a iniciativa do jogo e logo no primeiro minuto chegou com perigo. Após o apito inicial, o time foi para o ataque e Dinei arrematou da entrada da área e a bola passou próxima do gol de Tiago Volpi.

O Figueirense respondeu aos quatro minutos. Felipe recebeu no campo de ataque e arriscou de longe, mas Júnior Fernández defendeu com tranquilidade.
 
Figueirense abre o placar
Em lance de bola parada, o Figueirense abriu o placar aos 16 minutos. Marcos Antônio cobrou falta e levantou na área. Pablo desviou e encobriu o goleiro Júnior Fernández.
 
Dois minutos depois do gol, o lateral Nino Paraíba tentou responder, mas protagonizou um lance bizarro. Ele recebeu a bola na direita, pegou mal e a bola passou muito longe da área adversária.
 
Vitória com dificuldades
O Vitória que até começou bem na partida, se abalou com o gol e ficou com dificuldades para chegar no setor ofensivo. A equipe comandada por Ney Franco só conseguiu chegar com perigo aos 31. Víncius recebeu a bola na entrada da área e arriscou o chute. A bola passou perto da meta de Tiago Volpi.
 
Um minuto depois foi a vez do Figueirense assustar. Felipe arriscou de longe e Júnior Fernández defendeu em dois tempos.
 
Time Rubro-Negro assusta
Depois do nervosismo por conta do gol, o Vitória voltou a assustar no jogo. Aos 36, Vinicius arriscou de fora da área e a bola desviou na zaga e o Leão ganhou o escanteio. Na cobrança, Kadu testou firma na bola e obrigou Thiago Volpi a executar grande defesa.

Segundo tempo
 
As duas equipes voltaram sem alterações para a etapa final. O Vitória iniciou melhor e tentou executar a sua proposta de jogo, com a posse de bola e forte marcação na saída de bola do adversário. Porém, o time falhava no último passe e também nas finalizações. 
 
Aos seis minutos, Marcinho tentou jogada pela esquerda, mas foi desarmado pela defesa do Figueirense. Um minuto depois, a chance veio em cobrança de escanteio, executado por Escudero, mas Tiago Volpi afastou o perigo.
 
Pablo marca mais um e aumenta drama do Vitória
 
Aos 13, um balde de água fria para o Vitória. Quando o time Rubro-Negro parecia perto do empate, William Cordeiro desceu pela esquerda e cruzou para Marcão. Gatito afastou o perigo, mas Pablo aproveitou o rebote e mandou a bola para o fundo das redes.
 
Figueira administra resultado
 
Com a vantagem no placar, o Figueirense procurou administrar o resultado e explorou os contra-ataques. Enquanto isso, o Vitória falhou feio nas finalizações. Aos 29, em cobrança de falta, Edno soltou o pé, mas mandou muito longe da meta de Volpi.
 
Aos 33, Vinicius apareceu na área e completou o cruzamento que veio da direita e a bola saiu pela linha de fundo. Aos 41, William Henrique fez boa jogada pela esquerda, arriscou o cruzamento, mas Dinei conseguiu desviar para o gol.
 

FICHA TÉCNICA 
Figueirense 2x0 Vitória
36ª rodada – Série A
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC) 
Data: 23 de novembro de 2014, domingo 
Horário: 16 horas (de Salvador) 
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Marcio Gleidson Correira Dias (PA)
Cartões amarelo: Marcos Antônio (Figueirense); Vínicius, Edno e William Henrique (Vitória)
Gols: Pablo (Figueirense)

Figueirense: Tiago Volpi; Jefferson (William Cordeiro), Thiago Heleno, Nirley e Marquinhos Pedroso; Dener, França (Paulo Roberto), Marcos Antônio e Felipe (Giovanni Augusto); Pablo e Marcão. Técnico: Argel Fucks.

Vitória: Júnior Fernández; Nino Paraíba, Roger Carvalho, Kadu e Mansur (Juan); Cáceres, Richarlyson, Escudero (William Henrique) e Marcinho (Edno); Vínicius e Dinei. Técnico:Ney Franco.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 17:01

Carlos Amadeu lamenta cancelamento da Copa do Nordeste Sub-20, mas vê lado positivo

por Glauber Guerra

Carlos Amadeu lamenta cancelamento da Copa do Nordeste Sub-20, mas vê lado positivo
Foto: Glauber Guerra / Bahia Notícias
O técnico Carlos Amadeu, do Vitória Sub-20, lamentou o cancelamento da Copa do Nordeste Sub-20. O torneio teria início neste domingo (23), em Pernambuco. Porém, o comandante da equipe vê um lado positivo.
 
“Recebi essa informação com tristeza, mas vejo o lado positivo, pois o calendário de final de ano é apertado. Estamos na final da Copa do Brasil e o primeiro jogo vai ser na terça. Estávamos disputando o Campeonato Baiano Sub-18 e ainda tem a estreia do Campeonato Brasileira Sub-20 no dia 5 de dezembro”, disse o Amadeu, em entrevista ao Bahia Notícias.
 
Segundo o treinador do time Rubro-Negro, a intenção era levar jovens de 16 a 17 anos para ganharem experiência.
 
“Teríamos um grupo jovem com atletas de 17 anos e alguns com 16. Seria uma forma de dar oportunidade e adquirir experiência sem o foco de conquistar o título. Fico triste pelo fato do calendário não ser mantido. Precisamos rever isso, pois em qualquer país organizado quando se lança um calendário, conseguem seguir a risco. Espero que o Brasil consiga essa excelência”, completou.
 
A CBF justificou o cancelamento por falta de receita. E também pelo fato de apenas cinco agremiações apresentaram a documentação exigida pela instituição.

Comentar

   
Porta-Voz de Schumacher afirma que ex-piloto está fazendo progressos em sua recuperação
Foto: Getty Images
Pouco antes da realização do Grande Prêmio de Abu Dhabi, realizado neste domingo (23), a porta-voz de Michael Schumacher, Sabine Kehm, declarou que o ex-piloto tem apresentado progressos em seu processo de recuperação, mas evitou dar um prognostico de sua real situação.

Em entrevista ao canal alemão RTL, Sabine afirmou que Schumacher “está fazendo progressos levando em conta a gravidade de suas lesões”. Entretanto, a porta-voz se negou a dar um prognóstico de sua recuperação. “Não poderia dar uma resposta exata. Simplesmente é impossível nesta situação” reiterou.

Michal Schumacher sofreu um forte traumatismo na cabeça após um acidente sofrido enquanto esquiava na estação de Méribel, nos alpes franceses, no dia 29 de dezembro de 2013. O heptacampeão mundial foi induzido a um coma e permaneceu assim por quase seis meses, quando foi transferido para uma clínica suíça e iniciou a sua recuperação. Desde setembro, o ex-piloto retornou a sua casa e segue sendo tratado por uma equipe médica especializada.

Comentar

   
Circuito Popular de Mobilização Esportiva movimenta leva modalidades a bairros de Salvador
Foto: Alessandra Lori - Ascom Secopa/BA
Entre os dias 11 a 30 de novembro, a cidade de Salvador é palco do Circuito Popular de Mobilização Esportiva, evento organizado pela Secopa nos bairros da Boca do Rio, Ribeira, Itapuã e Periperi com atividades de futebol, basquete, artes marciais e outras modalidades esportivas para os moradores dessas localidades.

Neste sábado (22), foi organizada uma etapa do Campeonato de Futebol de Várzea na Boca do Rio e em São Cristovão, com 32 equipes formados por jovens de 13 a 17 anos disputando o torneio. “ A competição atrai jovens de muitos bairros de Salvador, no campo há, por exemplo, meninos de Mussurunga, Águas Claras, Bairro da Paz e Itapuã, são garotos que estão se exercitando e ficando longe de caminhos tortuosos, ou seja, cuidam da saúde e do futuro” afirmou Edson Nascimento, presidente da Liga de Futebol Municipal de Salvador.

Além do futebol de várzea, o futebol de areia também é vislumbrado pelo Circuito, que tem como destaque a grande participação de atletas femininas de regiões da cidade como Boca do Rio, Amaralina, Rio Vermelho, Imbuí, Lauro de Freitas, entre outros em uma arena montada na Praia de Armação, na orla de Salvador.

Aprofundando o esporte para toda a comunidade, também foi montada uma Arena de Esportes Urbanos que contém atividades de basquete de rua, skate, golzinho e aulas de artes márcias. Diferente dos outros equipamentos, esta arena é itinerante e ficará no bairro da Ribeira até este domingo (23), quando migra para o bairro de Itapuã até o final do evento. Anteriormente, o espaço também teve passagem pelo bairro de Periperi.

São parceiros da Secopa: Além da DEAM, a Federação Baiana de Esportes Radicais e Aventura, Liga de Futebol Municipal de Salvador, Federação Beach Soccer do Estado da Bahia, Federação Baiana de Desporto e Participação, Instituto Loreta Valadares, Secretaria de Política para as Mulheres (SPM) e Secretaria Municipal da Reparação (SEMUR), dentre outros.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 15:40

José Maria Marin vê Copa América como uma chance de redenção ao futebol brasileiro

por Estadão Conteúdo

José Maria Marin vê Copa América como uma chance de redenção ao futebol brasileiro
Foto: Divulgação
O presidente da CBF, José Maria Marin, vê a disputa da Copa América, no ano que vem, no Chile, como uma chance de redenção para a seleção brasileira. Segundo ele, a conquista do título continental ajudará a superar o trauma causado pelo vexame na Copa do Mundo, quando o Brasil perdeu na semifinal contra a Alemanha por 7 a 1 - depois, ainda levou 3 a 0 da Holanda no duelo pelo terceiro lugar.

"Na Copa, iríamos ou todos para o céu ou todos para o inferno. Perdemos e fomos ao inferno, mas acredito que agora já estamos no purgatório. Com a conquista da Copa América, entramos novamente no caminho para entrar no céu", avaliou Marin, em entrevista exclusiva ao site oficial da competição que acontecerá entre os dias 11 de junho e 4 de julho do ano que vem, no Chile.

Na avaliação de Marin, a seleção conseguiu dar sinais de recuperação depois do vexame na Copa, quando, já com o técnico Dunga no lugar de Luiz Felipe Scolari, venceu os seis jogos que disputou. No segundo semestre, o Brasil derrotou Colômbia, Equador, Argentina, Japão, Turquia e Áustria, marcando 14 gols e sofrendo apenas 1 - agora, só volta a jogar em março, contra a França.

Mas o presidente da CBF alertou também para as dificuldades que a seleção encontrará no Chile. "A Copa América vai ser muito difícil. Vou ser franco: todos, todos, todos os participantes estão com grandes equipes. Houve uma grande melhoria no futebol em todos os sentidos", lembrou Marin, mostrando, porém, confiança no time de Dunga. "O Brasil, pelo seu passado, presente, e pensando no futuro, vem com toda a disposição para vencer e disputar bem. Precisamos dar uma alegria ao povo brasileiro."

O Brasil será um dos três cabeças de chave da Copa América de 2015, ao lado da Argentina e do anfitrião Chile. O sorteio dos grupos acontecerá na noite desta segunda-feira, em Viña del Mar. Além das 10 seleções sul-americanas, México e Jamaica, ambos integrantes da Concacaf, vão disputar a competição como convidados.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 15:00

Homem-Bomba mata 50 pessoas em final de torneio de vôlei no Afeganistão

por Edimário Duplat

Homem-Bomba mata 50 pessoas em final de torneio de vôlei no Afeganistão
Foto: AP
Uma tragédia marcou negativamente a decisão de um torneio de vôlei no distrito de Yahyakhail, no leste do Afeganistão. Segundo informações da agência de notícias AFP, um homem presente entre os torcedores matou cerca de 50 pessoas e feriu outras 50 após detonar explosivos que estavam amarrados ao seu corpo.

De acordo com o governo local, a maioria dos presentes era de civis e prestigiavam o evento esportivo. “Havia muitas pessoas reunidas no local para assistir ao jogo. Dezenas de outras pessoas estão feridas, e temos relatos de que muitas delas estão em estado crítico. Precisamos de ajuda urgente do governo porque podemos precisar transferir os feridos para Cabul” afirmou Mukhles Afghan, porta-voz da província de Paktia.

Popular no país, o voleibol foi proibido no Afeganistão entre os anos de 1996 a 2001, quando o Talibã desencorajava qualquer tipo de prática esportiva pela população. Em janeiro desse ano, cinco jogadores de vôlei foram mortos por homens armados enquanto jogavam. Entretanto, o grupo negou a autoria do atentado. 

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 14:16

Campeonato Italiano: Napoli só empata e vê Juventus e Roma mais distante

por Estadão Conteúdo

Campeonato Italiano: Napoli só empata e vê Juventus e Roma mais distante
Foto: Getty Images
Depois de um início de jogo arrasador, com dois gols nos primeiros 30 minutos, o Napoli bobeou mesmo jogando diante de seus torcedores no estádio San Paolo, em Nápoles, e com falhas do setor defensivo, inclusive do goleiro brasileiro Rafael, ficou no empate por 3 a 3 com o Cagliari, neste domingo, pela 12.ª rodada do Campeonato Italiano.

O resultado interrompe a sequência positiva do Napoli em sua recuperação na competição - teve um péssimo início e havia chegado ao terceiro lugar na rodada passada. Agora com 22 pontos, o time segue na mesma posição, mas viu as líderes Juventus (31 pontos) e Roma (28) abrirem distância com suas vitórias no sábado. O Cagliari é apenas o 16.º colocado, com 11 pontos.

Em campo, o Napoli saiu na frente com o centroavante argentino Higuaín e ampliou com o volante suíço Inler. Ainda antes do intervalo, o colombiano Ibarbo diminuiu. O que ninguém esparava era o Cagliari empatar logo no início da segunda etapa com o brasileiro Diego Farias, em uma falha de Rafael, que ficou vendo a bola passar pela sua frente na pequena área. Na sequência, o holandês De Guzman marcou de cabeça o terceiro do Napoli, mas novo erro da defesa, do francês Koulibaly na saída de bola, permitiu ao time visitante o empate definitivo com mais um de Diego Farias.

Um alento para o Napoli foi o fato de não ter perdido o terceiro lugar para a Sampdoria, que chegou a 21 pontos ao empatar fora de casa com o Cesena por 1 a 1. Na próxima rodada, os times se enfrentarão em Gênova na briga pelo posto que dá uma vaga na fase preliminar da próxima edição da Liga dos Campeões da Europa.

Vexame atrás de vexame que está dando na Itália é o Parma. Na última rodada, foi massacrado pela Juventus por 7 a 0, em Turim. Neste domingo, em casa, foi derrotado pelo Empoli por 2 a 0 e se mantém na lanterna, com apenas seis pontos. Com 30 gols sofridos, a defesa é de longe a mais vazada da competição.

Nos outros jogos deste domingo, os resultados foram: Verona 1 x 2 Fiorentina, Udinese 1 x 1 Chievo Verona e Torino 0 x 1 Sassuolo.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 13:46

Brasil fica em 14º lugar no Campeonato Mundial de Ultramaratona

por Edimário Duplat

Brasil fica em 14º lugar no Campeonato Mundial de Ultramaratona
Foto: Divulgação
O Brasil fez uma boa atuação no Campeonato Mundial de Ultramaratona sediado em Doha, no Catar, e ficou na 14ª posição na classificação geral do evento. Com apenas 4 atletas em os 150 participantes, o país teve como destaque o corredor Márcio Batista de Oliveira, que completou a prova no 50º lugar.

“Estou muito feliz por ter feito o percurso e por ter integrado, pela primeira vez, uma equipe brasileira completa. Passei mal, tive de parar três vezes, mas me despeço com orgulho das provas de 100 quilômetros. É duro competir contra adversários que têm a metade de sua idade, mas me sinto recompensado" afirmou Márcio. Além dele, outros atletas brasileiros foram Marcos Paulo Espírito Santo (67º lugar), Eduardo Silvério Calisto (91º) e Sinval Moreira Aguiar (109º). Os Estados Unidos ficaram com o título, com Japão e Grã-Bretanha completando o feminino.

Ultramaratonas são corridas a pé com distância superior a 42.195 metros, distância oficial da maratona tradicional, ou com medição de tempo de 6 a 48 horas.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 13:20

Expulso, Guilherme Santos é desfalque do Bahia para o jogo contra o Grêmio

por Edimário Duplat

Expulso, Guilherme Santos é desfalque do Bahia para o jogo contra o Grêmio
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Além de perder para o Atlético Paranaense por 2 a 1, em confronto válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro 2014, o Bahia ganhou um novo desfalque para o jogo contra o Grêmio, marcado para o próximo domingo (30), na Arena Fonte Nova. Expulso no final da segunda etapa, Guilherme Santos não poderá atuar contra o tricolor gaúcho e complica mais a situação do clube no certame nacional.

Depois de ter tomado cartão amarelo, o que já lhe tiraria da próxima rodada, Guilherme fez falta dura em um contra-ataque do rubro-negro paranaense e foi expulso pelo árbitro André Luiz de Freitas Castro.

Com chances remotas de se manter no Brasileirão da Série A 2014, o Bahia precisa de uma combinação de resultados no complemento da rodada deste domingo (23) para chegar vivo no próximo jogo válido pelo campeonato.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 12:00

Lewis Hamilton vence em Abu Dabi e é bicampeão; Massa é 2º

por Estadão Conteúdo

Lewis Hamilton vence em Abu Dabi e é bicampeão; Massa é 2º
Sem erros ou hesitações, Lewis Hamilton se tornou o mais novo bicampeão da Fórmula 1 neste domingo ao vencer o GP de Abu Dabi. O piloto inglês deixou para trás o companheiro de Mercedes, o alemão Nico Rosberg, ainda na largada e praticamente não foi ameaçado na busca pelo triunfo nos Emirados Árabes Unidos.

Felipe Massa foi o segundo colocado, em sua melhor corrida do ano, e Rosberg quase não completou a prova em razão de problemas no carro. Com a posição do brasileiro e o terceiro lugar do finlandês Valtteri Bottas, a Williams obteve a dobradinha no pódio, confirmando a grande reação da equipe britânica na Fórmula 1.

A corrida deste domingo foi marcada pela ultrapassagem de Hamilton sobre Rosberg logo na largada e pelas falhas apresentadas pela Mercedes do alemão, que quase não conseguiu completar a prova. Já Massa só teve motivos para comemorar em Abu Dabi. Obteve seu melhor resultado na temporada e esteve perto de ameaçar o triunfo de Hamilton.

Com sua 11ª vitória na temporada, o inglês encerrou o campeonato com boa vantagem sobre Rosberg, com 384 pontos, contra 317 do alemão. Para ficar com o título, Rosberg precisava não apenas vencer mas torcer para que o companheiro não passasse do terceiro lugar. Sem fazer a sua parte, a pontuação dobrada de Abu Dabi - exceção à regra no campeonato - não fez qualquer diferença para alterar o rumo do campeonato.

O resultado de Abu Dabi coroou a grande campanha de Hamilton na temporada. O campeão de 2008 fez duelo acirrado e polêmico com Rosberg desde a primeira prova do ano e amargou a segunda colocação durante boa parte do campeonato. Mas buscou a virada na segunda metade do ano, quando emplacou cinco vitórias consecutivas.

O GP de Abu Dabi confirmou a boa reação imposta por Massa neste segundo semestre. Superado pelo companheiro Valtteri Bottas na maior parte do campeonato, ele faturou seu segundo pódio seguido - o terceiro na temporada - e foi o melhor piloto, depois dos representantes da Mercedes, nas últimas duas corridas do ano.

A reação no fim minimiza os resultados do início de 2014 e faz o brasileiro terminar o Mundial de Pilotos na 7ª colocação, com 134 pontos. Bottas, seu companheiro de Williams, ficou em 4º, com 186. Surpresa do campeonato, o australiano Daniel Ricciardo foi o terceiro melhor do ano, com 238 pontos.

A CORRIDA - A pressão maior pesava sobre o favorito Hamilton, mas foi Rosberg quem falhou na largada. Hesitante, o alemão foi superado com facilidade pelo inglês, que despontou na frente, e quase foi ultrapassado por Massa. O brasileiro pulou para terceiro diante da fraca saída de Bottas. O finlandês caiu de terceiro para oitavo nas primeiras curvas.

O trio formado por Hamilton, Rosberg e Massa liderou a prova até a primeira rodada de troca de pneus, na 11ª volta. O brasileiro chegou a assumir a ponta provisoriamente porque atrasou sua parada, para o 14º giro. Sem disputas na dianteira, a corrida só tinha emoção no pelotão intermediário e mesmo no fundo, com o abandono de Pastor Maldonado com fogo no motor de sua Lotus.

A situação começou a mudar entre os líderes quando Rosberg passou a oscilar. Na 24ª volta, ele deu uma escapada, sem maiores prejuízos. Mas na 27ª uma falha em um dos sistemas de recuperação de energia começou a sabotar a prova do alemão. Perdendo rendimento a cada volta, foi superado por Massa.

Hamilton, por sua vez, parecia assustado com os problemas no carro do companheiro. E adotou postura mais cautelosa. Massa, então, aproveitou a situação favorável e se aproximou do líder da corrida. Na 32ª volta, o brasileiro assumiu a ponta logo depois da segunda parada de Hamilton. E sustentou a liderança, adiando novamente seu pit stop.

Em terceiro lugar, Rosberg se esforçava para manter sua posição. Mas a parada na 35ª volta praticamente acabou com suas chances de levar o título. Um pequeno problema no ajuste de um dos pneus atrapalhou ainda mais seu desempenho. Ele voltou em 7º e passou a lutar com os rivais a cada curva. Nervoso, cometia erros bobos enquanto novos problemas surgiam em sua Mercedes.

Com estratégia mais arriscada, Massa enfim foi para os boxes na 44ª volta para colocar pneus supermacios. Hamilton retomou a dianteira e passou a acelerar mais para evitar a aproximação do brasileiro. E os dois pilotos se alternavam com as voltas mais rápidas da corrida.

Se segurando como podia, Rosberg oscilava entre o 7º e o 8º lugar, já sem esperanças de título. O alemão precisaria terminar ao menos em 5º para ter chances de levar o troféu, contando aí com problemas no carro de Hamilton.

Mas não foi o que aconteceu. Sob os holofotes do Circuito de Yas Marina, já na noite de Abu Dabi, Hamilton soube administrar a vantagem e Massa não conseguiu alcançar o rival, apesar de ter reduzido a diferença de 11s para três segundos nas voltas finais. Com tranquilidade, Hamilton cruzou a linha de chegada e comemorou o bicampeonato com o príncipe Harry, presente no circuito, através do rádio da equipe.

Rosberg terminou a corrida apesar da sugestão da Mercedes de que ele abandonasse antes das três últimas voltas. O alemão, vice-campeão mundial, insistiu em cruzar a linha de chegada, mas não passou do 14º lugar em Abu Dabi.

Se o alemão decepcionou, os pilotos da Red Bull surpreenderam depois de largarem dos boxes em razão de dura punição aplicada pelos comissários da prova no sábado. O australiano Daniel Ricciardo obteve o 4º posto, enquanto Sebastian Vettel finalizou sua última corrida pela Red Bull em 8º.

Confira o resultado do GP de Abu Dabi:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), em 1h39min02s619
2º - Felipe Massa (BRA/Williams), a 2s5
3º - Valtteri Bottas (FIN/Williams), a 28s8
4º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), a 37s2
5º - Jenson Button (ING/McLaren), a 60s3
6º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India), a 62s1
7º - Sergio Pérez (MEX/Force India), a 71s
8º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 72s
9º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 85s8
10º - Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari), a 87s8
11º - Kevin Magnussen (DIN/McLaren), a 90s3
12º - Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), a 91s9
13º - Romain Grosjean (FRA/Lotus), a 1 volta
14º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1 volta
15º - Esteban Gutierrez (MEX/Sauber), a 1 volta
16º - Adrian Sutil (ALE/Sauber), a 1 volta
17º - Will Stevens (ING/Caterham), a 1 volta

Não completaram a prova:
Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)
Pastor Maldonado (VEN/Lotus)
Kamui Kobayashi (JAP/Caterham)

Confira a lista dos 10 primeiros colocados do Mundial de Pilotos:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 384 pontos
2º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 317
3º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 238
4º - Valtteri Bottas (FIN/Williams), 186
5º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 167
6º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 161
7º - Felipe Massa (BRA/Williams), 134
8º - Jenson Button (ING/McLaren), 126
9º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 96
10º - Sergio Perez (MEX/Force India), 59

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 11:28

Brasil derrota a China e está na final do Campeonato Mundial de Futebol de Cegos

por Edimário Duplat

Brasil derrota a China e está na final do Campeonato Mundial de Futebol de Cegos
Divulgação
Na manhã deste domingo (23), a seleção brasileira de futebol de cegos está apenas a um jogo do tetracampeonato mundial. Ao vencer a China por 2 a 1, no torneio sediado em Tóquio, os canarinhos chegaram a grande final do torneio e enfrentam a Argentina, bicampeã da modalidade.

Apesar do triunfo, a equipe nacional desperdiçou uma penalidade e viu os asiáticos abrirem o marcador. Entretanto, com dois gols de Ricardinho, o Brasil tomou a frente na partida e confirmaram o seu favoritismo nas semifinais.

Brasil e Argentina se enfrentam nesta segunda-feira (24), às 5h30 (horário da Bahia). 

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 10:40

Nenê volta a sentir lesão e preocupa Washington Wizards na NBA

por Estadão Conteúdo

Nenê volta a sentir lesão e preocupa Washington Wizards na NBA
Foto: AP
O brasileiro Nenê voltou a sentir uma recorrente lesão no pé direito na rodada da NBA da noite deste sábado. Com dores, o pivô pôde jogar apenas seis minutos na vitória do Washington Wizards sobre o Milwaukee Bucks por 111 a 100, fora de casa.

Nenê anotou apenas dois pontos antes de deixar a quadra com dores. O brasileiro enfrenta uma lesão na planta do pé há pelo menos duas temporadas. E agora não sabe se terá condições de jogar a próxima partida do Washington, contra o Atlanta Hawks, na próxima terça-feira.

Sem o pivô brasileiro, o Washington Wizards contou com a liderança do ala Paul Pierce, responsável por 25 pontos. John Wall contribuiu com 19 pontos e nove assistências. Pelo lado dos anfitriões, Brandon Knight foi o cestinha da partida ao anotar 27 pontos.

O triunfo manteve a boa campanha do Wizards neste início de temporada. Na segunda colocação da Conferência Leste, a equipe acumula nove vitórias e três derrotas. Milwaukee tem sete triunfos e sete derrotas.

Anderson Varejão também esteve em quadra nesta noite e teve melhor destino que Nenê. O brasileiro foi um dos melhores jogadores do Cleveland Cavaliers, apesar do revés diante do Toronto Raptors por 110 a 93. Varejão registrou 13 pontos e 12 rebotes. LeBron James anotou 15 e foi ofuscado pelos 23 pontos de Kevin Love e pelos 21 de Kyrie Irving.

O cestinha do confronto foi o reserva Louis Williams, do Toronto, que não contou com os brasileiros Bruno Caboclo e Lucas Bebê. Com o resultado, o Cleveland tem agora rendimento de 5 vitórias e sete derrotas, enquanto o Toronto segue brilhando na atual edição da NBA. A equipe lidera a Conferência Leste, com 11 triunfos e apenas duas derrotas.

Atual campeão, o San Antonio Spurs derrotou o Brooklyn Nets por 99 a 87, ainda sem Tiago Splitter. Tony Parker liderou o Spurs, com 22 pontos, enquanto Deron Williams anotou 24 para o Brooklyn e foi o cestinha do jogo. Os atuais campeões ocupam o sexto lugar da Conferência Oeste, com nove vitórias e quatro derrotas. O Brooklyn tem cinco triunfos e oito derrotas, no lado Leste.

Confira os resultados da noite deste sábado:

Indiana Pacers 83 x 106 Phoenix Suns
Orlando Magic 92 x 99 Miami Heat
Cleveland Cavaliers 93 x 110 Toronto Raptors
New York Knicks 91 x 83 Philadelphia Sixers
Houston Rockets 95 x 92 Dallas Mavericks
Minnesota Timberwolves 101 x 103 Sacramento Kings
Milwaukee Bucks 100 x 111 Washington Wizards
San Antonio Spurs 99 x 87 Brooklyn Nets
Utah Jazz 94 x 106 New Orleans Pelicans

Jogos deste domingo:

Memphis Grizzlies x Los Angeles Clippers
Boston Celtics Portland Trail Blazers
Miami Heat x Charlotte Hornets
Oklahoma City Thunder x Golden State Warriors
Los Angeles Lakers x Denver Nuggets

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 10:20

Time de Ronaldinho Gaúcho perde jogo e está eliminado do Campeonato Mexicano

por Edimário Duplat

Time de Ronaldinho Gaúcho perde jogo e está eliminado do Campeonato Mexicano
Divulgação
Mesmo com o craque Ronaldinho Gaúcho em campo e dando uma assistência para o gol de sua equipe, o Querétaro acabou derrotado pelos Jaguares por 2 a 1 e está fora do Apertura do Campeonato Mexicano 2014 sem ao menos passar da primeira fase do torneio.

Com gols de Emiliano Armenteros e Horacio Cervantes, o time de Chiapas se firmou na 5ª posição e fez com que os Gallos Brancos amargassem o 10º lugar, ficando de fora da segunda fase do torneio.

Em nove partidas no Campeonato Mexicano, Ronaldinho ganhou três, perdeu cinco e empatou uma, fazendo três gols e sendo substituído quatro vezes. O destaque da equipe vai para outro brasileiro; o paulista Camilo Sanvezzo, artilheiro da competição com 12 gols e contratado frente ao Vancouver Whitecaps depois de ser um dos destaques do campeonato norte-americano da última temporada.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 09:20

Manny Pacquiao arrasa norte-americano e desafia Floyd Mayweather

por Wilson Baldini Jr. | Estadão Conteúdo

Manny Pacquiao arrasa norte-americano e desafia Floyd Mayweather
O filipino Manny Pacquiao manteve o cinturão mundial dos meio-médios, versão Organização Mundial de Boxe, ao derrotar o norte-americano Chris Algieri, nesta madrugada de domingo, em Macau, na China. Pacquiao arrasou o rival, mas não conseguiu o nocaute. Venceu por pontos: os jurados apontaram 119 a 103 (dois) e 120 a 102.

No ringue, foi total a superioridade do filipino, que esteve muito perto de quebrar o jejum de nocautes que já dura cinco anos. O último foi em 14 de novembro de 2009, frente a Miguel Cotto. Pacquiao derrubou Algieri seis vezes durante os 12 rounds do confronto.

Pacquiao mostrou que está em forma, apesar dos 35 anos, ao terminar o duelo saltitando e com gás para seguir em frente. Já Algieri perdeu a invencibilidade, mas mostrou ter coragem e técnica para continuar a carreira em bom nível.

"Fiz o meu melhor. Algieri se movia muito rápido. Não me surpreendeu que ele continuava levantando após as seis quedas, porque foi isso que ele fez contra Ruslan Provodnikov", disse o filipino, referindo-se à luta anterior do rival.

A grande vitória de Pacquiao aumentou a expectativa pelo estrelado confronto com outro norte-americano, o invicto Floyd Mayweather. "Eu quero esta luta. Os fãs merecem esta luta", disse o filipino.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 08:40

Macaé empata com o Paysandu e conquista título inédito do Brasileirão da Série C

por Edimário Duplat

Macaé empata com o Paysandu e conquista título inédito do Brasileirão da Série C
Tiago Ferreira/Macaé
Depois de conseguir eliminar o Fortaleza e passar pelo CRB nas semifinais, o Macaé surpreendeu mais uma vez e conquistou o título do Campeonato Brasileiro da Série C 2014 ao empatar com o Paysandu em 3 a 3 em pleno estádio do Mangueirão, em Belém do Pará.

Para chegar a sua primeira conquista a nível nacional, o Alvianil Praiano empatou os dois confrontos decisivos. Entretanto, como ficou apenas no 1 a 1 no Rio de Janeiro, teve vatagem por marcar mais gols fora de casa que o seu adversário e faturou o caneco da terceira divisão do brasileiro.

Ficando em apenas quarto lugar da primeira fase do torneio, com 26 pontos em 18 jogos, o Macaé não se rendeu aos adversários com grande apelo de torcida na segunda etapa da competição. Nas quartas, eliminou o Fortaleza e garantiu uma vaga na Série B de 2015 com um empate sem gols em casa e o placar de 1 a 1 no Castelão. Depois, nas semifinais, goleou o CRB por 4 a 0  no Moacyrzão e ficou em um novo empate sem gols no Rei Pelé para garantir sua participação nas finais.

Além de Macaé e Paysandu, CRB e Mogi Morim também garantiram o acesso ao Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão de 2015.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 08:01

Valdivia passa em teste e reforça Palmeiras em Curitiba

por Estadão Conteúdo

Valdivia passa em teste e reforça Palmeiras em Curitiba
Dorival Júnior ganhou importante reforço para o jogo do Palmeiras contra o Coritiba, neste domingo, no Couto Pereira. O meia Valdivia, principal referência da equipe, se integrou ao elenco em Curitiba após ser aprovado em teste físico realizado neste sábado.

Valdivia não viajou com o restante do elenco na sexta-feira porque ainda se recupera de um edema na coxa esquerda, sofrido durante amistoso da seleção chilena, semana passada, contra a Venezuela. O meia ficou em São Paulo para continuar o tratamento, mas foi liberado após ser submetido a exames físicos.

Por causa do problema físico, o chileno já havia sido poupado na partida que inaugurou o Allianz Parque na quarta-feira. Sem condições de entrar em campo, na avaliação do departamento médico, o meia assistira à derrota para o Sport dos camarotes do novo estádio palmeirense.

Com este reforço de peso, o Palmeiras fará importante confronto direto com o Coritiba na busca para escapar do rebaixamento. Em 14º lugar na tabela, o time paulista soma 39 pontos, apenas um a mais que o rival paranaense, que ocupa o 17º posto e figura dentro da zona de rebaixamento.

Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 00:53

Veja os gols de Bahia 1 X 2 Atlético (PR)


Comentar

   

Domingo, 23 de Novembro de 2014 - 00:00

Vitória encara o Figueirense na luta contra a degola

por Glauber Guerra

Vitória encara o Figueirense na luta contra a degola
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Decisão. É assim que o Vitória vai encarar o Figueirense neste domingo (23), às 16h (horário de Salvador), no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time Rubro-Negro que ocupa a 16ª colocação com 38 pontos, precisa de um resultado positivo para não correr o risco de voltar para o Z-4.
 
Para o duelo, o técnico Ney Franco ainda não pôde contar com o volante Luiz Gustavo, que ainda se recupera de uma lesão no ligamento posterior do joelho direito. Já o atacante Dinei é dúvida. O camisa 9 se queixou de dores musculares e será reavaliado minutos antes do jogo.
 
Capitão do Vitória, o volante Richarlyson está de volta ao time após cumprir suspensão no empate em 1 a 1 com o Coritiba, na última quarta. O atleta prega respeito ao adversário, mas não abre mão dos três pontos.
 
“Sabemos da dificuldade, mas não temos outro caminho. Vamos respeitar o Figueirense, mas o nosso objetivo está acima de tudo. É momento de sofrimento e dedicação. Que a gente possa fazer um bom resultado em Santa Catarina”, declarou.
 
Se o Vitória encara como uma decisão,  no Figueirense também não é diferente. Com 43 pontos e aliviado após o triunfo sobre o Botafogo na última rodada, o time catarinense quer os três pontos para escapar matematicamente da degola.  Atualmente, o Figueira ocupa a 13ª posição. 
 
“Estamos encarando como mais uma decisão. Vencendo, nos garantimos de vez na elite do futebol brasileiro. Assim como nossa equipe, o Vitória precisa muito dos três pontos, mas jogando em casa, com o apoio da nossa torcida, temos tudo para sair com o resultado positivo”, disse o zagueiro Nirley.
 
FICHA TÉCNICA 
Figueirense x Vitória
36ª rodada – Série A
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC) 
Data: 23 de novembro de 2014, domingo 
Horário: 16 horas (de Salvador) 
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Marcio Gleidson Correira Dias (PA)

Figueirense: Tiago Volpi; William Cordeiro, Nirley, Thiago Heleno e Marquinhos Pedroso; Dener, França, Marco Antônio e Felipe; Pablo e Marcão. Técnico: Argel Fucks.

Vitória: Wilson; Nino Paraíba, Roger Carvalho, Kadu e Mansur; Adriano, Richarlyson Cáceres e Marcinho; Vínicius e Dinei (Edno). Técnico: Ney Franco.

Comentar

   

Sábado, 22 de Novembro de 2014 - 22:56

Bruno Paulista chora e lamenta: 'Sentimento de derrotado'

por Felipe Santana

Bruno Paulista chora e lamenta: 'Sentimento de derrotado'
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O volante Bruno Paulista, uma das promessas lançadas pelo Bahia no Brasileirão de 2014, foi um dos últimos jogadores a deixar o gramado da Arena Fonte Nova na noite deste sábado (22), após a derrota para o Atlético Paranaense por 2 a 1.

Chorando muito, ao contrário de outros companheiros, o jovem volante encarou os microfones e tentou explicar a situação do clube no Brasileirão, que foi definida pelo camisa 18 com apenas uma frase.

"Sentimento de derrotado", resumiu.

Apesar da tristeza, Bruno Paulista prometeu lutar para manter o Bahia na primeira divisão do campeonato, caso ainda tenha chances na próxima rodada.

"Vamos lutar até o fim, apesar da situação. Esperança é a última que morre", disse.

Comentar

   

Sábado, 22 de Novembro de 2014 - 22:42

Charles evita falar em culpados e pede desculpas ao torcedor

por Felipe Santana

Charles evita falar em culpados e pede desculpas ao torcedor
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Oficialmente, o Bahia não está rebaixado para segunda divisão do futebol brasileiro. Mas, na entrevista coletiva da noite deste sábado (22), após a derrota para Atlético Paranaense, o técnico Charles Fabian tratou de pedir desculpas ao torcedor pela campanha do clube.
 
Com mais um revés dentro de casa, o treinador do Bahia não quis falar em culpados ou erros cometidos pelo ex-treinadores ou diretoria. Para ele, com o rebaixamento para Série B cada vez mais perto, é hora de todos dentro do clube assumir responsabilidades.

"Não adianta ficar buscando culpados ou erros. Todos têm uma parcelas de culpa e devem assumir responsabilidades. Hoje, o que resta a todos nós é pedir desculpas ao torcedor", afirmou.

Sobre o jogo, no qual o Bahia exagerou nas chances desperdiçadas, o técnico Charles Fabian criticou duramente o árbitro André Luiz Castro de Freitas, que na visão dele deixou de marcar dois pênaltis a favor do esquadrão.

"É vergonhoso o que aconteceu com o Bahia. O cara vem aqui, erra e deixa de marcar dois pênaltis a favor do Bahia", bradou.

Comentar

   

Sábado, 22 de Novembro de 2014 - 22:33

Galhardo admite vergonha por resultado e culpa diretoria por crise

por Edimário Duplat

Galhardo admite vergonha por resultado e culpa diretoria por crise
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Um dos destaques do Bahia no confronto com o Atlético Paranaense, Rafael Galhardo não poupou palavras para descrever o péssimo momento da equipe no Campeonato Brasileiro 2014. Segundo o jogador, as atuações do time em campo refletiram a situação administrativa do clube baiano nos últimos anos.

“Que hoje possa servir de lição para o clube. Que o Bahia, a partir de agora, tenha uma diretoria capaz de montar um time mais forte. O Bahia colheu o resultado de estar brigando para não cair há três anos" desabafou o atleta, que também não deixou de evidenciar o sentimento em relação a campanha da equipe na atual edição do Brasileirão. "Sentimento de vergonha deixar um clube como esse no rebaixamento" confessou.

Com 34 pontos, o Bahia não depende mais de seus esforços e pode ser rebaixado para a segunda divisão nacional neste domingo (23), em caso de triunfos do Vitória, Chapecoense e Palmeiras em seus respectivos jogos pela 36ª rodada. 

Comentar

   
Reclamando da arbitragem, William Barbio ainda acredita em chances de se manter na Série A
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Após a derrota de 2 a 1 para o Atlético Paranaense em pleno estádio da Arena Fonte Nova, o Bahia tem chances remotas de seguir na primeira divisão nacional. Porém, para o jogador William Barbio o elenco tricolor deve seguir na luta pela permanência e acreditar que pode reverter a situação adversa no Campeonato Brasileiro 2014.

“'Enquanto tiver chances, vamos acreditar” afirmou o atleta, que também não deixou de acusar a arbitragem pela derrota da sua equipe.  “Em um jogo como esse, com 5 árbitros em campo, é inaceitável o que aconteceu. O Bahia novamente é prejudicado" reiterou.

Para Barbio e outros atletas do Bahia, o árbitroAndré Luiz Castro Freitas prejudicou a equipe na não marcação de um pênalti e anulando um tento realizado por Fahel na segunda etapa.

Comentar

   

Sábado, 22 de Novembro de 2014 - 22:16

Bahia, com derrota, já pode ser rebaixado no fim desta 36ª rodada

por Felipe Santana

Bahia, com derrota, já pode ser rebaixado no fim desta 36ª rodada
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Matematicamente, após a derrota para o Atlético Paranaense na noite deste sábado (22), na Arena Fonte Nova, o Bahia ainda não está rebaixado para segunda divisão do futebol brasileiro. Porém, neste domingo (23), a queda pode ser oficialmente confirmada. Com 34 pontos, quatro a menos e um jogo a mais que os primeiros times fora da zona do rebaixamento, o Bahia pode ser rebaixado para segunda divisão no final destA rodada, na noite deste domingo (23). Para que o Bahia volte para segunda divisão, após quatro anos na elite, a Chapecoense precisa derrotar o Botafogo na Arena Condá, em Santa Catarina, além do Vitória vencer o Figueirense, fora de casa, no Estádio Orlando Scarpelli. Apesar da proximidade na classificação, o jogo entre Coritiba e Palmeiras não interfere no futuro do Bahia.

Comentar

   
Com muitos gols perdidos, Bahia perde para o Atlético e está muito próximo da Série B
Foto: Max Haack/Ag Haack
Em um jogo muito nervoso e com diversos lances perdidos pelo time tricolor, o Bahia acabou sendo derrotado pelo Atlético Paranaense em pleno estádio da Fonte Nova, praticamente confirmando o seu rebaixamento para a segunda divisão de 2015. Com o placar de 2 a 1 para os rubro-negros, a equipe comandada por Charles Fabian agora torce por uma combinação de resultados para não ser rebaixado antecipadamente do Campeonato Brasileiro 2014.

Desde os primeiros minutos o Bahia foi em busca do resultado, e logo aos 2 minutos Henrique partiu pela intermediaria e chutou forte fazendo a bola passar perto do gol de Weverton. Mesmo com um jogo truncado, o tricolor seguia se aproximando do setor defensivo do adversário, mas acabava parado pela marcação paranaense.

Com uma marcação mais avançada, o Atlético permitia que os anfitriões tentassem bons lances de contra-ataque. Entretanto, o Bahia não trabalhava muito bem suas oportunidades e apenas efetuava chutes de fora da área sem levar perigo ao goleiro rubro-negro.

Aos 9 minutos, um bom lance entre Bruno Paulista e Pará terminou em um cruzamento rasteiro para a pequena área que achou o Galhardo. Porém, o atleta demorou demais e perdeu uma boa chance de abrir o marcador.

Dominado pela velocidade do Esquadrão de Aço, o Atlético passou a fazer duras faltas no adversário. Em uma dessas oportunidades, aos 12, Galhardo chutou direto e a bola acabou sendo desviada pela zaga visitante.

Sem deixar o seu adversário descansar, o Bahia partiu para mais uma boa oportunidade aos 13 minutos. Em cruzamento de Galhardo, Henrique dominou a bola e acabou se atrapalhando sozinho com o seu marcador, perdendo a chance de fazer o primeiro gol do jogo. Logo depois, aos 14, foi a vez do Atlético levar perigo ao gol de Marcelo Lomba em um lance de falta. Entretanto, a zaga baiana não teve dificuldades de afastar a pelota.

O Bahia seguia com boa liberdade de tocar a bola na lateral direita, mas não conseguia efetuar a finalização. Já o Furacão passou a tocar a bola para esperar um bom momento de chegar ao ataque do clube tricolor. Com isso, aos 17, o time do sul teve mais uma chance em um lance de escanteio, que seguiu sendo desviado pela marcação da equipe da casa.

Com vários erros de toque de bola no ataque, o Bahia começou a diminuir o seu ritmo enquanto o Atlético seguiu tocando a bola e chegando aos poucos ao gol de Lomba. Errando muitos passes, os comandados de Charles Fabian começaram a ser recuados pelo time paranaense, que aos 24 tiveram uma boa chance com Marcelo correndo por trás da zaga  e sendo impedido no último lance pelo marcador tricolor.

Aos 26, o Furacão teve a melhor chance do primeiro tempo. Se aproveitando de um vacilo dos zagueiros, Marcos Guilherme pegou a bola e partiu sozinho contra o goleiro tricolor, mas na hora do chute acabou colocando ao lado de Lomba e tirou tinta da trave.

Mais presente no campo adversário, os rubros-negros seguiam levando perigo em lances de bola parada a meta tricolor. Paralelo a isso, o Esquadrão seguia desperdiçando muitas chances de gol e não justificava o bom volume de jogo que exercia em campo. Aos 33, Galhardo cruzou fechado e o ataque do Bahia não conseguiu achar a pelota em tempo. Logo depois, aos 35, outra boa chance perdida foi desperdiçada por Henrique, que cabeceou muito alto e para fora.

Os donos da casa voltaram a crescer no jogo nos minutos finais. Aos 37, Bruno Paulista deu um chute forte de fora da área e a bola foi desviada levando perigo a meta atleticana. Entretanto, os adversários continuavam muito perigosos nos contragolpes e eram impedidos apenas no último chute.

Aos 44 minutos, foi a vez do Bahia ter o seu melhor momento de abrir o marcador. Em cabeçada a queima-roupa de Galhardo, Weverton defendeu com a ponta dos dedos e impediu a abertura do marcador. Logo depois, o mesmo jogador chutou forte de fora da área e o guarda-redes rubro-negro teve a sorte do seu lado para efetuar outra interceptação.
 
No segundo tempo, o Bahia seguiu levando o jogo para o campo do rival, mas sem conseguir chegar a pequena área rubro-negra. Tocando a bola, os comandados de Claudinei Oliveira esperavam o momento de contra-ataque, mas encontraram uma defesa mais fechada que impedia as investidas paranaenses.

Sem apresentar motivação, o Atlético diminuiu a marcação e via o Bahia tocando a bola no ataque. Dessa maneira, o atual campeão baiano criou sucessivos lances de escanteio que foram anulados pelos defensores do Furacão.

Com um ritmo menor que o apresentado na primeira etapa, o confronto ficou mais concentrado no meio-campo. Assim, inúmeros passes errados aconteciam dos dois lados e a partida passou a justificar o empate sem gols na Arena Fonte Nova. Sem conseguir trabalhar a pelota, o Bahia concentrou seus lances em jogadas de bola parada. Entretanto, aos 11, os atleticanos levaram muito perigo a meta anfitriã com Marcelo Cirino chutando forte para defesa de Marcelo Lomba.

Abrindo o seu jogo, o time de Charles Fabian fez com que os visitantes passassem a ter diversas oportunidades na defesa baiana. Em contrapartida, o Bahia seguia com investidas ao gol de Weverton, mas pecando nas finalizações.

E depois de ter várias oportunidades desperdiçadas, o Atlético finalmente abriu o marcador. Aos 16, em jogada de escanteio, Marcelo Lomba falhou na saída e William Rocha livre de marcação fez 1 a 0 para o time do sul. A bola ainda bateu no ombro de Fahel antes de entrar.  

Com o gol dos visitantes, o Bahia passou a ficar desesperado em campo e não apresentava mais um controle de bola no ataque. Entretanto, após a entrada de William Barbio voltou a levar perigo a meta dos visitantes.

Aos 23, Weverton voltou a brilhar em um novo lance de ataque tricolor e deixou mais uma vez o seu time em vantagem no contra-ataque. Com isso, aos 25, Badir dominou a bola na saída da pequena área de Marcelo Lomba e chutou colocado para ampliar a sua vantagem na Arena Fonte Nova.

Quando tudo parecia perdido, o Bahia finalmente conseguiu marcar na Fonte Nova. Barbio entrou no lado direito e fez um cruzamento rasteiro para a finalização de Henrique.

Ainda atrás do marcador, aos 28, Henrique teve novamente a chance de marcar e Weverton fez outra espetacular defesa para a sua equipe. Barbio se aproveitou do rebote, mas chutou cruzado e passou rente a trave. 

Precisando da vitória, o Bahia seguiu criando diversas oportunidades no ataque, mas apresentava muito nervosismo e não conseguia vencer o goleiro atleticano. Se aproveitando de lances nas laterais e investidas efetuadas pelos seus atacantes, o Esquadrão de Aço parava na marcação do clube visitante, que recuou a marcação e apenas se defendia nos minutos finais. 

Com 34 pontos, o Bahia agora depende de tropeços de Chapecoense, Palmeiras e Vitória para se manter na primeira divisão. Em caso de triunfos das três equipes, o tricolor estará rebaixado do Campeonato Brasileiro de 2014.
   
 
FICHA TÉCNICA:

Série A - 36ª rodada

Bahia x Atlético-PR


Local: Arena FOnte Nova, em Salvador (BA)
Horário: 20h
Data: 22/11/2014
Árbitro: André Luiz Castro Freitas (GO)
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto e Evandro Gomes
Gols: Fahel (contra), Bady e Henrique

Bahia: Marcelo Lomba; Railan (Lincoln), Lucas Fonseca, Titi e Pará (Jeam); Fahel, Bruno Paulista, Rafael Miranda, Guilherme Santos e Rafael Galhardo; Henrique. Técnico: Charles Fabian.

Atlético-PR: Weverton; Mário Sérgio, Cleberson, Gustavo (William Rocha) e Natanael; Hernani, Paulinho Dias e Bady (Zé Paulo); Marcos Guilherme, Marcelo e Dellatorre. Técnico: Claudinei Oliveira. 

Comentar

   
Carregando...

Histórico de Conteudo

Multimídia

Enquete

Qual será o desfecho da dupla Ba-Vi no Brasileirão?