Bahia

E. C. Bahia


Uelliton sobre renovação: 'Quero ficar no Bahia até o fim do ano'

O contrato do volante Uelliton com o Bahia termina no final do mês de maio. Mas, uma cláusula dá ao tricolor baiano a preferência para negociara a renovação contratual, que já sendo negociada desde a última semana, logo depois da decisão estadual.

Veja mais

Veja mais

Entrevistas

Presidente da FBF quer dupla Ba-Vi de volta na 1ª fase do Baiano e não descarta 4ª reeleição

Na última sexta-feira (11), o presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, esteve na redação do Bahia Notícias, onde concedeu uma longa entrevista para debater diversos assuntos ligados ao futebol estadual e nacional. Rodrigues antecipou que deve propor uma nova fórmula para o campeonato baiano em 2015, com o retorno da participação de Bahia e Vitória desde a primeira fase da disputa. “Os clubes entendem que sem a dupla Ba-Vi fica uma competição sem brilho, sem atrativo para seu torcedor”, diz o dirigente sobre as reclamações das outras equipes da elite estadual pela ausência das duas maiores forças locais no início do Baianão. O mandatário da FBF também considerou justas as demandas do movimento Bom Senso F.C. por mudanças no calendário futebolístico, mas criticou a “falta de diálogo com as federações”, dando como exemplo a Bahia. “Não há interlocutor local”. O presidente ainda alertou os clubes menores para se desprenderem da ‘dependência de Bahia e Vitória’ e promete maior rigor na cobrança por melhores gramados nos estádios em 2015. “Não depende só da federação o avanço do futebol baiano”, disparou. No comando da FBF desde 2001, Ednaldo não descartou tentar a reeleição em abril de 2015, quando termina o seu atual terceiro mandato. “A maioria dos associados do colégio eleitoral que vota para presidente da federação respalda e confia na diretoria e pede que nós possamos continuar fazendo o nosso trabalho. Mas é muito cedo para se discutir isso”. Leia abaixo a íntegra da entrevista:

Veja mais

Curtas do Esporte

Curtas do Esporte

O quase-ex-boleiro Arlindo de Almeida volta com polêmicas no Curtas de Esporte. Por que certos setoristas do Vitória têm passe livre e outros não têm? E por que nenhum deles tem direito a lanche durante os treinos da manhã? E mais: no Bahia, tem mutirão de processos trabalhistas! Confira nas Curtas e Venenosas do Esporte!

Veja mais

Quarta, 04 de Janeiro de 2012 - 11:21

Justiça concede liminar e Mansur é retirado do Bahia

por Felipe Santana

Justiça concede liminar e Mansur é retirado do Bahia
Mansur (à direita)
Uma notícia causou surpresa ao elenco júnior do Bahia, às vésperas do embarque para São Paulo, onde estreará na Copa São Paulo de Futebol Júnior, nesta quinta-feira (5), contra o Caxias.

Os empresários do lateral-esquerdo Mansur, também representantes do volante Marcone, entraram com uma ação na Justiça contra o tricolor e pediram o desligamento do atleta, concedido através de uma liminar. Motivo? Os representantes do atleta, Gessé e o ex-jogador Sandro, alegaram falta de pagamento referente a dois meses de salário e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Mansur, de 18 anos, que estava concentrado com os demais companheiros, deixou o local e, a partir de agora, não possui mais vínculo com o Bahia. Com isso, a lista de cortes para disputa da Copa São Paulo, que antes era de cinco, agora, contará com apenas quatro nomes.

Coordenador das divisões de base do Bahia, em contato com o Bahia Notícias, Newton Mota comentou o caso e lamentou a perda do lateral. “Eu não posso te passar os detalhes jurídicos da questão. Mas, os empresários do atleta alegaram falta de pagamento dos salários e FGTS, e conseguiram o desligamento do jogador. Eles ligaram para o Mansur, marcando uma reunião em um restaurante, e depois ele não voltou mais para o clube. Fomos surpreendidos!”

Gessé, empresário do atleta, foi procurado pelo Bahia Notícias para falar sobre o caso, mas se negou a tocar no assunto pelo telefone.


Comentar

   

Histórico de Conteudo

Multimídia

Enquete

Quem será o campeão baiano de 2014?