Terça, 13 de Dezembro de 2016 - 12:30

Curtas do Poder

por Zeca de Aphonso

Curtas do Poder
* O povo do Cofid está pirado com o ex-diretor da TV Itapoan e atual deputado distrital em Brasília, Júlio César Ribeiro. Ele é investigado pelo Ministério Público, por apropriação indébita, quando secretário de Esporte do Distrito Federal. E junto com a mesa diretora da atual assembleia, receber propina. Pois bem, muito esperto, vendo o cerco fechar, passou mensagem pelo Cofid ao seu líder político, atual ministro da Indústria e Comércio, Marcos Pereira. “Bispo, bom dia. Tenho pedido para o Wanderley e Mauro passar todas as informações do que está acontecendo aqui no DF, confesso que complicou muito nesses últimos dias, estou muito preocupado com as próximas ações do MP, queria deixar o senhor informado. Realmente, nada se materializou e a estratégia de entregar a liderança ajuda para sair do foco, e ajuda na nossa defesa, principalmente usar algumas armas que temos para o ataque. Só que ontem à noite tivemos informações dos próximos passos do MP”. Para se proteger, sabido como ele só, tirou uma foto da mensagem de outro celular. Só não imaginava que iria sofrer busca e apreensão, na qual o celular com a foto caiu na mão do MP. Assim como ele deve ter caído na graça do Tio Edir e o Bispo Marcos.

* Tomei um susto! Eu achava que o PDDU da Região Metropolitana de Salvador ficaria a cargo de Carlos Martins. Agora, soube que quem vai assumir é o confuso Bruno Dauster. Pelo jeito, vai ficar no 'amanhã eu vejo'; 'deixa pra depois'; 'vou ver'; 'tô analisando'. E o pior, pelo edital, a empresa que fará o estudo poderá vir a ser uma gata.

* Eu sei que essa delação de Dão (Claudio Melo) não agradou ninguém. Eu mesmo tenho vários amigos que ficaram pirados por não aparecer na lista. Não iam se importam com apelidos maledicentes, queriam mesmo era dinheiro na conta.

* Não sei se é o caso de Dão, mas Dr. Emílio confidenciou a um amigo que está decepcionado com seus executivos que ficavam até com a metade da propina no meio do caminho. 

 * Pastor e suplente de deputado federal, o ilustre desconhecido Luciano Braga assumirá mandato caso o “Cara de Paisagem” se torne ministro do “Mordomo”. Ele ficou com a boquinha quando o deputado Irmão Lázaro veio trabalhar com o Soberano. De boquinha em boquinha vai acabar enchendo o papo.

* Falando em “Cara de Paisagem” ele foi “exonerado” antes mesmo de ser nomeado ministro do “Mordomo”. A coisa lá tá feia, mas quem apostar no “Cara” pode ganhar, a cotação dele voltou a subir. Tudo pode acontecer ... Ou nada.

* Fernando “Cuma” vai assumir a prefeitura de Itabuna. Na eleição o “Missa” Aleluia apoderou-se como padrinho político. Como o imbróglio foi parar no TRE, “Cuma” trocou de padrinho e o escolhido foi o articulado nos tribunais Paulo Magalhães.

* Aliás, o “Cuma” saiu atirando depois de confirmado a prefeito, em uma entrevista em Itabuna, e chamou o deputado Felix Júnior de mau caráter.

* Caroço está fazendo doce para assumir um cargo que lhe foi oferecido pelo Soberano. Apavonado pelos tempos da presidência na Câmara não quer ser “empregado”. Pensa em fazer a indicação. Aí o Soberano vai dar um cargo de quinto escalão.

* MarceloCunha” fez um almoço em restaurante chique da Tancredo Neves e levou vários deputados. Como boca livre ninguém perde, muitos foram. Quanto aos votos...

* Alias, só no partido dele, o nanico PSL, três deputados não o acompanham. Tem também uma deputada que estava sentada ao seu lado, que já confessou que não marcha junto com “Cunha”. A deputada é vezeira pela dubiedade.

* A turma de “Cunha” espalha que Ângelo Coronel não aguenta um round. A começar pela Cesta do Povo, envolvimento com a saúde e a Sabore.

* Milagre, milagre! O que parecia quase impossível aconteceu. O “Moleza” do Mandacaru pediu por alguém. Logo quando pediu, o sortudo (?) se deu mal. Adolfinho Viana, o “Jovem”, foi pego pela delação da Odebrecht.

* O “Galego” afirmou que não usa os caríssimos relógios presenteados pela Odebrecht. Não usava por quê? Tinha ganhado outros melhores?

* Soube que Lídice ficou mais chateada com o codinome do que com o valor que caiu na sua conta de campanha. A natureza não ajudou.

* Vou fazer consulta a Sérgio Moro para saber se o codinome do brother fat é “Bitelo” ou “Vitelo”. Acho o segundo mais apropriado, pois se refere a bezerro que gosta de mamar.

* E “Babel”, poderia ter o codinome de “Torre da Babel”, que de acordo com narrativas bíblicas, em Gênesis, foi uma torre construída com o objetivo que o cume chegasse ao céu. Algo parecido com o que ele queria para a Ladeira da Barra. O que nos remete também ao codinome “La Vue”.

* Não sabia que no “Futevôlei” tinha “Goleiro” nem “Trave”. Só sei que em todos tem “bola”.

* Tem uma turma em Salvador que ficou apreensiva quando apareceu na delação de Cláudio Melo Filho o nome de André Vidal, também executivo da Odebrecht. Nome familiar de muitos que rondam a Praça Thomé de Souza. Antes, todos queriam ser seu amigo, agora...

* Marcelo Odebrecht entende pouco de política ou é mal assessorado. Tentou convencer o “Galego” em 2006 a desistir da candidatura ao governo. O “Galego” ganhou no 1º turno. Em 2014 achou que o “Correria” também não levava. Perdeu de novo.

* Carinhosamente chamado de “Tuca”, tem deputado que me faz lembrar o “Bebê Johnson”. Qualquer semelhança NÃO é mera coincidência.

* A preocupação dos “amigos” da Odebrecht aumentou. A transferência de Eduardo Cunha, Léo Pinheiro da OAS e do tesoureiro do PP, Cláudio Genu, da sede da PF para o Complexo Penitenciário de Curitiba é a senha que irá abrir novas vagas. Sérgio Moro tem uma relação extensa de novos “hóspedes”. Chamando todos de vez, iria dar “overbook”.

* Nesta primeira delação, ainda aparecem inúmeros codinomes sem as respectivas correlações aos nomes dos políticos. Façam suas apostas: tem o “Adventista”, o “Bezerro”, o “Contador”, o “Corrida”, o “Ferrovia”, o “Lutador”, o “Menino”, o “Miúdo”, a “Sogra” (até a sogra?), o “Médico” e o “Zoológico”.

* Os candidatos aos codinomes acima são: Benito Grana”, João “Bonitão”, Mário Negromonte, Walter “Chato” Pinheiro, “Pilligrino”, Jonga Bacelar (onde tem problema ele está presente), Colbert Martins, Antônio “Cara de Paisagem” Imbasshay, Leur Lomanto Jr. e Cláudio Cajado.

* Essa pode ser uma boa pedida para o bolão do fim de ano. Só não garanto que vá render tanto prêmio quanto os envolvidos receberam.

* Natal magro! Desde março, lá se vão 10 meses que o Hospital da Cidade não paga os funcionários

  * Se você tem alguma sugestão, pode mandar para zecadeaphonso@bahianoticias.com.br ou, se preferir, vá ao Facebook de Zeca de Aphonso e conte!

Histórico de Conteúdo