Colunistas

Elane Varjão

02/09/2014 - 08:00

Giro: Denise Cerqueira fez palestra na Costa Rica

O XXI Congresso Associación Latinoamericana de Operatória Dental y Biomateriales- ALODyB, foi realizado no período de 21 a 23 de agosto, em San José

01/09/2014 - 11:10

Giro: Robson Moura é eleito presidente da ABM

Nas eleições nacionais, foi reeleito o presidente Florentino Cardoso

Veja mais

Marcos Preto

27/08/2014 - 17:32

RelP: Linda Lui comemora 10 anos com coquetel beneficente

O Hospital Infantil Martagão gesteira foi a instituição escolhida para receber as doações arrecadadas

26/08/2014 - 11:13

RelP: Um guia especial de lojas baianas que estão dando o que falar

Com conceito inovador e lifestyle auntenticamente baiano, as lojas de rua da terra vêm se destacando e, aos poucos, arrebatando um público ávido por novidades.

Veja mais

Mayana Winck

31/08/2014 - 09:10

Make Up & Hair: seus cabelos e o clima

As mudanças de estações, calor, frio, vento, chuva, as colorações repetitivas, os alisamentos, a exposição ao secador, pranchinhas, blábláblá... Nossos cabelos não ficam nada satisfeitos... A mudança de clima constante e a umidade acabam deixando nossos cabelos expostos a agressões extremas, entre elas o frízz, as pontas duplas e o ressecamento excessivo.

Veja mais

Paulo Roque Garcia

24/08/2014 - 09:30

Sampaulices: Food trucks invadem as ruas de São Paulo. Algum chef baiano se habilita?

A nova mania gastronômica mundial, nascida nos Estados Unidos, são os food trucks. Literalmente, comida sobre rodas, feita por chefs estreantes, chefs estrelados e até mesmo rock stars. São Paulo começa a sentir sentir o gostinho da street food, o que está causando uma corrida às oficinas que fabricam os trucks, adaptados de furgões e kombis.

Veja mais

Savana Caldas

31/07/2014 - 09:02

Gourmet - Outback revela surpresa para o Dia dos Pais

O Outback Steakhouse, em parceria com a Coca-Cola, preparou uma surpresa especial para o Dia dos Pais. Em todos os restaurantes da rede no domingo, 10 de agosto, os pais que forem comemorar a data no restaurante também receberão...

23/07/2014 - 18:55

Gourmet - Torre de Pizza anuncia nova unidade

Com mais de 30 anos de tradição, a Torre de Pizza ganhará a mais uma unidade de sua reconhecida rede de pizzarias. Em clima de ‘soft opening’, a inauguração acontece em agosto, na Praia de Buraquinho.

Veja mais

Literatura

O Imaginário de Juraci Dórea no Sertão/Veredas

O cineasta Tuna Espinheira fala do novo filme que realizou pelos sertões da região de Feira de Santana, na Bahia, um documentário sobre a obra de Juraci Dórea, importante artista plástico brasileiro que leva o Projeto Terra, por ele idealizado, um museu itinerante a semear arte a céu aberto exibindo pinturas em telas de bom tamanho e grandes esculturas de madeira envolta em couro pelos povoados e cidades onde passa. O dom do artista ganhou corpo e terminou extrapolando a catinga para bienais em Veneza, São Paulo, Havana.

 

A reinvenção da noite

O jornalista Albenísio Fonseca mostra com muita sensibilidade os mistérios e os segredos da noite na "civilização urbanóide", fascínio, temores, prazeres, "Barra, sorvete, mariscos na Ribeira", o movimento de mentes e corpos desde o anoitecer até voltar a raiar o sol em uma nova manhã. Leia no texto desta semana.

Veja mais

Resenha BN

Ivete faz participação especial em show de Djavan em Salvador; veja vídeo do encontro

A (boa) surpresa da noite foi a participação especial de Ivete Sangalo, chamada de “Rainha do Brasil” pelo anfitrião. Ela foi anunciada por ele como “uma nova revelação da música baiana”. “Vamos ver se ela é afinada”, brincou. Quando Ivete entrou no palco, cantando “Meu Bem Querer”, o público vibrou. Veja o vídeo e leia mais sobre o encontro das estrelas da MPB em Salvador.

Veja mais

Entrevistas

Conheça o som folk de Benjamin, músico de Conquista que lança seu primeiro disco, ‘Last’

Vem da fria Vitória da Conquista um dos lançamentos mais quentes da música baiana em 2014, um biscoito fino ainda pouco conhecido e degustado pelo público, mas que começa a ganhar seus fãs pela internet. É o folk de Diego Oliveira, 28 anos, que em seu projeto assume a alcunha de Benjamin. Há pouco mais de um mês, Diego, melhor, Benjamin, lançou seu primeiro álbum, ‘Last’, com dez composições próprias em inglês que conseguem quebrar em sua audição até mesmo barreiras linguísticas por suas belas melodias. Atualmente residindo em São Caetano do Sul, cidade do ABC paulista, para melhor divulgar sua obra, este músico conquistense conversou com o Bahia Notícias sobre sua formação musical, com influências distintas que vão dos ‘sertanejos’ Elomar e Almir Sater, o pop/rock de Ryan Adams e até mesmo o heavy metal, a importância da internet na divulgação da sua música, além de sua vida em Conquista antes de partir para viver em São Paulo, entre outros assuntos. Leia a entrevista completa.

Veja mais

Sexta, 16 de Agosto de 2013 - 10:20

'É uma história de amor', diz Glória Pires sobre 'Flores Raras', que estreia nesta sexta

por Marília Moreira

'É uma história de amor', diz Glória Pires sobre 'Flores Raras', que estreia nesta sexta
Dezoito anos se passaram desde a compra dos direitos do livro “Flores Raras e Banalíssimas”, de Carmen L. Oliveira, até a chegada do filme “Flores Raras” às salas de cinema de todo o Brasil nesta sexta-feira (15). O filme, dirigido por Bruno Barreto e protagonizado por Glória Pires e pela australiana Miranda Otto, se passa no Rio de Janeiro dos anos 50 e 60 e conta a história de amor entre a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares (interpretada pela primeira) – criadora do Aterro do Flamengo, um dos cartões postais da Cidade Maravilhosa – e a poetisa norte-americana Elizabeth Bishop (interpretada pela segunda). 
 
Glória Pires está no projeto desde o início, antes mesmo do diretor Bruno Barreto – que foi convidado anos depois por sua mãe, também produtora do filme. Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (12), em Salvador, Glória Pires e Bruno Barreto comemoram o fato de o filme estrear em um momento propício ao debate sobre os direitos civis dos homossexuais. “Esse momento é maravilhoso, porque o filme contribui positivamente para esse debate. Não é um filme sobre a homossexualidade, mas tem esse fato como a situação das personagens que protagonizam a história. E, por isso, contribui de uma maneira muito positiva, mostrando essa relação amorosa e o desejo, às vezes tão prosaicos, dessas duas mulheres”, afirmou Glória Pires.
 
Nascida nos Estados Unidos, Elizabeth Bishop sempre esteve à deriva. Nos anos 50, decidiu viajar ao Brasil para uma “cura geográfica”; acreditava que novos ares fariam bem a ela e à sua poesia. No Rio de Janeiro, ficou hospedada na casa de Lota de Macedo Soares, então companheira de Mary Morse, antiga colega sua de faculdade. Logo de início, o encontro entre Bishop e Lota pareceu um desastre. Devido a uma crise alérgica que a impediu de retornar aos Estados Unidos no tempo previsto, Bishop teve de ficar mais um tempo na casa de Lota e Mary. Foi nesse ínterim que surgiu a paixão arrebatadora entre as duas. Com o romance, que durou cerca de 14 anos, as duas potencializaram suas criações: Bishop recebeu o Prêmio Pulitzer pelo livro “North and South” e Lota criou o Aterro do Flamengo. 
 

 
Para Bruno Barreto, o filme é essencialmente isso: uma história de amor. “É uma história de amor, que mostra como uma das personagens, no caso a Lota, que é a forte, a vencedora, a que sabe o que quer, fica cada vez mais fraca porque não sabe lidar com a perda, e como a fraca, perdedora, alcoólatra, indecisa, que vive viajando pelo mundo e não tem residência fixa, que é a Bishop, vai ficando cada vez mais forte, porque mal ou bem ela lida com as perdas e não as joga para debaixo do tapete”, sintetizou o diretor.
 
Apesar de ser uma produção nacional, o filme é quase que integralmente falado em inglês. Há uma semana "Flores Raras" abriu o 41º Festival de Gramado, com direito a homenagem a Glória Pires, que ganhou o Troféu Oscarito. Internacionalmente, o filme foi agraciado com o prêmio de público no Festival de São Francisco, maior festival gay do mundo. “Embora nosso filme não levante nenhuma bandeira, ele está contribuindo de uma forma muito positiva, muito clara, sobre a questão”, afirmou Glória Pires, que também acredita no preparo do público para lidar com tema quando tratado com seriedade.
 
Com uma trilha sonora impecável, o filme, segundo o diretor, pode ser definido com uma música que não faz parte da produção: “Fugaz”, de Marina Lima. “Acho que quando a Lota abre os braços, a Bishop diz a ela: "e a gente faz um país". E quando elas se abraçam elas criam realmente esse país, que é a Samambaia, o mundo delas”, contou o diretor.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Setembro / 2014

Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Ildázio Tavares Jr.

Ildázio Tavares Jr.: Um novo carnaval, uma nova proposta e uma nova cidade!

18/07/2014 17:10

Em sua nova coluna, Ildázio Tavares Jr. conta uma novidade dos bastidores da música baiana: uma proposta de novo circuito do Carnaval no Centro Administrativo da Bahia, o CAB. "Soube em uma destas tantas conversas que 16 empresários, produtoras e empresas, enfim, o trade do movimento musical que reinou por aqui, irá debandar de uma vez, mandar as favas os circuitos da Avenida e Barra e firmar um novo circuito no CAB". Segundo o colunista, a criação do que chama de 'axezódromo' será boa para a festa soteropolitana. "Sem corda, a violência vai diminuir. O flagelo do cordeiro acaba, a população vai se sentir prestigiada em ter novamente uma festa feita e pensada para ela. Turistas virão e gastarão grana". Leia o texto completo na coluna Cultura.

Ildázio Tavares Jr.: O modelo de negócio banda

23/06/2014 15:40

Em sua nova coluna, Ildázio critica a organização do mercado musical baiana que, segundo o colunista, gira em torno do "modelo de negócio banda". "O Axé music foi vendido como um movimento musical, mas a real é que a arte e a cultura ficaram sempre em décimo plano. O primordial foi, e sempre será, matar o cachê da banda! Tenho convicção que esse foi um dos grandes motivos para nunca ter se edificado uma ou mais casas de shows decentes aqui." Ildázio ainda diz que tal organização dos "empresários e dono de banda" acabaram destruindo carreiras de vários artistas. "Onde anda o Araketu? Ou o Terra Samba, que teve o disco mais vendido do axé music ao vivo em BH ?!?! E Ninha, Xéxeu e Patricia? Márcia Freire? Entupiram as rádios, com seu poder de jabá, das mais diversas imbecilidades musicais. É só lembrar de “Maria Joaquina de Amaral Pereira Goés, você contribói para o meu viver!”. Leia o texto completo na coluna Cultura.

Veja mais