Colunistas

Elane Varjão

29/01/2015 - 08:00

Giro: Feijoada Alô Imprensa a todo vapor

Os preparativos para o tradicional evento que reúne jornalistas, produtores, apresentadores e colunistas da imprensa será realizado este ano em novo local, no Quartel de Amaralina.

Veja mais

Marcos Preto

29/01/2015 - 10:05

RelP: Dossiê completo da moda praia 2015

Clique agora e confira, com imagens, as dicas para o verão 2015!

Veja mais

Paulo Roque Garcia

22/12/2014 - 17:15

Sampaulices: Pond e Tame Impala; nas ondas do Audio

É fato. A Austrália sempre produziu bons surfistas e boas bandas de rock e pop. As duas últimas bandas, Pond e Tame Impala, praticamente nasceram da mesma costela e surfam em praias psicodélicas.

Veja mais

Literatura

Delírios de sábado à tarde, Juventino promovido e assediado

Jadson Oliveira é possivelmente o jornalista baiano que mais viaja pelos países latino-americanos, em especial os da parte sul do continente. Integrante histórico da nossa confraria, aposentou mas não sossegou. Viaja, convive com as comunidades que visita, produz reportagens para o blog que assina. Nos intervalos das viagens o passatempo preferido é escrever histórias e estórias do que viu e viveu. O personagem favorito nesses textos, no entanto, é baiano mesmo, um dos milhares que abandonam o interior em busca de oportunidades na capital. Atende por Juventino, é balconista, não dá sorte com as mulheres. Passa o tempo pensando nelas e sonhando a forma mais fácil e direta de conquistá-las. Os sonhos são sempre aos sábados bebendo pinga e cerveja no botequim e só acabam quando chega a hora d casa fechar. (Carlos Navarro Filho).

 

Raimundo Ceguinho e o perigo da guabirabinha

O jornalista baiano/feirense Edson Borges fala de andanças e lambanças no aprazível povoado de Baixio, adornado por bela praia de areias alvas, muito coqueiro e habitado por uma grande colônia de pescadores, que dividem o tempo entre o mar e a timbuca, gastando o restinho que sobra a contar culhuda. Ele já escreveu aqui sobre o sujeito que caminhava sobre brasas só pra tomar uma de graça e esta semana nos apresenta Raimundo Ceguinho. Mais, desafia os colegas de Salvador à uma aventura etílica no litoral norte e enfrentar a guabirabinha. Caso a ser estudado pelos mais corajosos. Carlos Navarro Filho

Veja mais

Entrevistas

Secretário de cultura, Rodrigo Velloso fala sobre homenagem a Bethânia em Santo Amaro

A tradicional festa de Nossa Senhora da Purificação, realizada há mais de 400 anos em Santo Amaro, será especial em 2015. Celebrada entre 23 de janeiro e 2 de fevereiro, o evento contará com um show gratuito de Maria Bethânia, que celebra 50 anos de carreira em sua cidade natal, além de apresentações de nomes como Léo Santana, Harmonia do Samba e Tyrone Cigano. O ano marca também os 80 anos de Rodrigo Velloso, irmão de Bethânia e Caetano Veloso e atual secretário de cultura do município. Rodrigo concedeu entrevista ao Bahia Notícias e contou detalhes sobre a festa da padroeira e também de como vai comemorar suas oito décadas de vida. Também falou sobre como será a homenagem para sua irmã, além de anunciar obras de requalificação de diversos espaços culturais de Santo Amaro, entre eles a área onde acontece o Bembé do Mercado.

Veja mais

Resenha BN

Ivete faz participação especial em show de Djavan em Salvador; veja vídeo do encontro

A (boa) surpresa da noite foi a participação especial de Ivete Sangalo, chamada de “Rainha do Brasil” pelo anfitrião. Ela foi anunciada por ele como “uma nova revelação da música baiana”. “Vamos ver se ela é afinada”, brincou. Quando Ivete entrou no palco, cantando “Meu Bem Querer”, o público vibrou. Veja o vídeo e leia mais sobre o encontro das estrelas da MPB em Salvador.

Veja mais

Diga aí

Feira da Cidade vai esta semana para o Rio Vermelho e fica até a Festa de Iemanjá

Bom dia, Sou artesã e gostaria de saber como participar destas feiras.

29/01/2015 - 10:02

Eva cravo

Carlinhos Brown anuncia projeto de ampliação para o Museu du Ritmo

Os ensaios deveriam voltar para o Candeal isso sim

27/01/2015 - 14:15

Dani

Veja mais

Sexta, 16 de Agosto de 2013 - 10:20

'É uma história de amor', diz Glória Pires sobre 'Flores Raras', que estreia nesta sexta

por Marília Moreira

'É uma história de amor', diz Glória Pires sobre 'Flores Raras', que estreia nesta sexta
Dezoito anos se passaram desde a compra dos direitos do livro “Flores Raras e Banalíssimas”, de Carmen L. Oliveira, até a chegada do filme “Flores Raras” às salas de cinema de todo o Brasil nesta sexta-feira (15). O filme, dirigido por Bruno Barreto e protagonizado por Glória Pires e pela australiana Miranda Otto, se passa no Rio de Janeiro dos anos 50 e 60 e conta a história de amor entre a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares (interpretada pela primeira) – criadora do Aterro do Flamengo, um dos cartões postais da Cidade Maravilhosa – e a poetisa norte-americana Elizabeth Bishop (interpretada pela segunda). 
 
Glória Pires está no projeto desde o início, antes mesmo do diretor Bruno Barreto – que foi convidado anos depois por sua mãe, também produtora do filme. Em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (12), em Salvador, Glória Pires e Bruno Barreto comemoram o fato de o filme estrear em um momento propício ao debate sobre os direitos civis dos homossexuais. “Esse momento é maravilhoso, porque o filme contribui positivamente para esse debate. Não é um filme sobre a homossexualidade, mas tem esse fato como a situação das personagens que protagonizam a história. E, por isso, contribui de uma maneira muito positiva, mostrando essa relação amorosa e o desejo, às vezes tão prosaicos, dessas duas mulheres”, afirmou Glória Pires.
 
Nascida nos Estados Unidos, Elizabeth Bishop sempre esteve à deriva. Nos anos 50, decidiu viajar ao Brasil para uma “cura geográfica”; acreditava que novos ares fariam bem a ela e à sua poesia. No Rio de Janeiro, ficou hospedada na casa de Lota de Macedo Soares, então companheira de Mary Morse, antiga colega sua de faculdade. Logo de início, o encontro entre Bishop e Lota pareceu um desastre. Devido a uma crise alérgica que a impediu de retornar aos Estados Unidos no tempo previsto, Bishop teve de ficar mais um tempo na casa de Lota e Mary. Foi nesse ínterim que surgiu a paixão arrebatadora entre as duas. Com o romance, que durou cerca de 14 anos, as duas potencializaram suas criações: Bishop recebeu o Prêmio Pulitzer pelo livro “North and South” e Lota criou o Aterro do Flamengo. 
 

 
Para Bruno Barreto, o filme é essencialmente isso: uma história de amor. “É uma história de amor, que mostra como uma das personagens, no caso a Lota, que é a forte, a vencedora, a que sabe o que quer, fica cada vez mais fraca porque não sabe lidar com a perda, e como a fraca, perdedora, alcoólatra, indecisa, que vive viajando pelo mundo e não tem residência fixa, que é a Bishop, vai ficando cada vez mais forte, porque mal ou bem ela lida com as perdas e não as joga para debaixo do tapete”, sintetizou o diretor.
 
Apesar de ser uma produção nacional, o filme é quase que integralmente falado em inglês. Há uma semana "Flores Raras" abriu o 41º Festival de Gramado, com direito a homenagem a Glória Pires, que ganhou o Troféu Oscarito. Internacionalmente, o filme foi agraciado com o prêmio de público no Festival de São Francisco, maior festival gay do mundo. “Embora nosso filme não levante nenhuma bandeira, ele está contribuindo de uma forma muito positiva, muito clara, sobre a questão”, afirmou Glória Pires, que também acredita no preparo do público para lidar com tema quando tratado com seriedade.
 
Com uma trilha sonora impecável, o filme, segundo o diretor, pode ser definido com uma música que não faz parte da produção: “Fugaz”, de Marina Lima. “Acho que quando a Lota abre os braços, a Bishop diz a ela: "e a gente faz um país". E quando elas se abraçam elas criam realmente esse país, que é a Samambaia, o mundo delas”, contou o diretor.

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Ildázio Tavares Jr

Ildázio Tavares Jr: Carnaval 2015, de morno a frio!

20/01/2015 16:05

Quando muita gente me pergunta o que acho que acontecerá no carnaval deste ano, eu fico espantado, sabia? Principalmente os empresários que me ligam e me dão ouvidos, pois está claro que será morno, se dermos sorte!! Estou até feliz, porque muitos que torciam o nariz hoje me ouvem!

Veja mais

Aninha Franco

Aninha Franco: Tudo está bem na cultura baiana? Para quem, caro Albino?

05/12/2014 16:35

As declarações de Albino Rubim defendendo o cargo elucidam sua gestão. O Centro Histórico está bem, ele assegura, a Secult está instalada lá, ele adverte, e ignora os que sobrevivem da vida turística do bairro e nele investiram que é o que importa. É preciso lembrar que Rubim dispôs da ajuda de Domingos Leonelli para destruir o negócio turístico da Bahia.

Veja mais

Edimário Duplat

BN HQ: Brasileiro Thony Silas faz Workshop de Quadrinhos e lança Sketchbook em Salvador

21/01/2015 19:30

Conhecido dos fãs de quadrinhos por seus trabalhos com personagens como Demolidor, Homem-Aranha e Batman do Futuro, o recifense Thony Silas estará em dose dupla na capital baiana no próximo sábado (24), onde ministrará um workshop de desenho para Histórias em Quadrinhos na Universidade Estadual do Estado da Bahia (UNEB) e depois estará na RV Cultura e Arte, no Rio Vermelho, onde lança o seu Sketchbook para o público baiano.

Veja mais

Mayana Winck

Make Up & Hair: tendências de cortes femininos para 2015

27/01/2015 16:44

Para quem gosta de estar sempre na moda, aí vai as dicas de cortes que estão fazendo a cabeça das mulheres neste verão. Sejam eles Repicados, ondulados, lisos, curtos ou longos, nossos cabelos falam da nossa personalidade, e eles devem se adaptar ao nosso modo de vida, trazendo praticidade e facilidade no dia a dia.

Veja mais

Rodrigo Meneses

EmCenaAção: Leia a crítica do filme 'A Noite da Virada', de Fábio Mendonça

23/12/2014 20:33

“A Noite da Virada” acontece, como o título diz, no último dia do ano quando está para acontecer a festa de réveillon de Ana (Rabello) e Duca (Tiefenthaler) quando uma série de problemas começa a acontecer entre o casal, o casal vizinho Mário (Palmeira) e Rosa (Piovani) e o casal de amigos Alê (Martau) e Rica (Castro).

Veja mais

Claudius Portugal

Claudius Portugal: o que escrever sobre arte?

24/12/2014 00:57

Aninha Franco me liga e pede um artigo sobre as artes visuais. Escrevo sobre arte, mas de cara dizendo que não sou crítico. Nem me interessa em ser. Leio, estudo, vejo, acompanho, entrevisto, escrevo reportagens, biografias, textos para catálogo. Uma linguagem, a do escritor, falando sobre outra linguagem. Apenas isto. Enquanto sou convencido, imediatamente penso no título de última Bienal de São Paulo: Como atravessar coisas que não existem. Aceito, após verificar que as coisas existem. E como existem!

Veja mais