Unesco declara cidade do Rio de Janeiro Patrimônio Cultural da Humanidade
O Rio de Janeiro foi eleito Patrimônio Cultural da Humanidade, pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), no domingo (1º). É a primeira vez que uma cidade ganha o título na categoria paisagem cultural e urbana. A escolha foi feita durante a 36ª Reunião do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco (36ª WHC), em São Petersburgo, na Rússia. O discurso de apresentação da candidatura foi proferido em português pela ministra da Cultura, Ana de Hollanda. A ministra está em São Petersburgo acompanhada do presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Luiz Fernando de Almeida. 21 delegações compõem atualmente o comitê da Unesco: Argélia, do Camboja, da Colômbia, Estônia, Etiópia, França, Alemanha, Índia, do Iraque, Japão, da Malásia, do Mali, México, Catar, da Rússia, do Senegal, da Sérvia, África do Sul, Suíça, Tailândia e dos Emirados Árabes Unidos. A candidatura do Rio de Janeiro na categoria Paisagem Cultural foi entregue em setembro de 2009 à Unesco, com um dossiê completo para justificar a importância e o valor da soma da beleza natural da cidade com a urbanização.

Histórico de Conteúdo