Colunistas

Elane Varjão

23/07/2014 - 11:00

Giro: Carlos Piñon Filho faz ajustes finais para a entrega do Shopping da Gente

Aquisição de escadas rolantes importadas e instalação de uma central de ar condicionado estão entre os investimentos feitos pelo empresário.

23/07/2014 - 08:08

Giro: Profissionais de saúde comemoram novo Multicentro

Centro de Referência em Doenças Cardiovasculares Dr. Adriano Pondé foi totalmente reformado e teve sua capacidade ampliada de 12 mil para 29 mil atendimentos por mês.

Veja mais

Marcos Preto

21/07/2014 - 17:22

RelP: Ivete Sangalo lança mais uma coleção em parceria com a Grendha

A cantora apostou em uma verdadeira mistura de etnias para as suas sandálias de verão

17/07/2014 - 15:17

RelP: Casal gay de 'Em Família' quebra tabu até no modelo de vestido escolhido. Entenda!

Clara e Marina casaram-se e deram exemplos de novas tendências para noivas moderninhas

Veja mais

Savana Caldas

23/07/2014 - 18:55

Gourmet - Torre de Pizza anuncia nova unidade

Com mais de 30 anos de tradição, a Torre de Pizza ganhará a mais uma unidade de sua reconhecida rede de pizzarias. Em clima de ‘soft opening’, a inauguração acontece em agosto, na Praia de Buraquinho.

08/07/2014 - 09:15

Gourmet - Novidade no cardápio do Outback

Neste mês, o cardápio da rede Outback Steakhouse ganhará um reforço que promete agradar os paladares mais exigentes. Combinação inédita de salmão grelhado com massa é opção leve e deliciosa.

Veja mais

Literatura

O Deslize

O jornalista, professor e escritor Elieser César é o autor do conto que publicamos esta semana o qual aborda, de forma irônica e crítica, o poder, a hierarquia e o relacionamento no serviço público, em especial entre chefes e subordinados, e, principalmente, a moralidade. Leia a íntegra do texto na coluna Literatura.

 

Narcisa Acorrentada

Oriunda de tradicional família potiguar, a médica e escritora Helenita Hollanda assina esta seção de Literatura com um belo texto sobre uma personagem (uma criança) que encontrou no interior do estado. Seu último livro é "Basílicas e Capelinhas", resultado de uma pesquisa sobre os monumentos arquitetônicos religiosos na Bahia e, como diz o Ditado, uma coletânea de expressões populares brasileiras.

Veja mais

Resenha BN

Ivete faz participação especial em show de Djavan em Salvador; veja vídeo do encontro

A (boa) surpresa da noite foi a participação especial de Ivete Sangalo, chamada de “Rainha do Brasil” pelo anfitrião. Ela foi anunciada por ele como “uma nova revelação da música baiana”. “Vamos ver se ela é afinada”, brincou. Quando Ivete entrou no palco, cantando “Meu Bem Querer”, o público vibrou. Veja o vídeo e leia mais sobre o encontro das estrelas da MPB em Salvador.

Veja mais

Entrevistas

'Um maremoto atrás do outro', diz Pitty sobre temas de composições do novo disco

Em 2003 Priscilla Novaes Leone, também conhecida como Pitty, estourou no mundo do rock nacional com o CD "Admirável Chip Novo", que apresentou ao público sucessos como "Máscara", "Teto de Vidro" e "Equalize". As próximas produções da baiana foram "Anacrônico", de 2005, "Chiaroscuro", de 2009, e além de dois discos ao vivo. Este ano, Pitty chega ao seu sexto álbum com o lançamento de "Sete Vidas". Um disco que fala sobre transformação e mudanças chegou à carreira da cantora em um momento de retorno às suas origens. Desde o lançamento de "Chiaroscuro", em 2009, Pitty não lançava novas músicas com sua banda de rock. No período, o Agridoce entrou em cena. Junto ao guitarrista Martin, a roqueira desenvolveu um projeto um pouco diferente do que seus fãs estavam acostumados, com músicas no estilo folk. Ao Bahia Notícias, Pitty contou como foi o processo de composição das novas músicas, sua relação com assuntos que ainda a afetam bastante e sobre sua visão do atual rock baiano.

Veja mais

Terça, 08 de Outubro de 2013 - 01:50

Giro: Geraldo Azevedo in concert

Giro: Geraldo Azevedo in concert
Foto: Divulgação
O show do cantor Geraldo Azevedo marcará, no dia 31 de outubro, a partir das 21h, o início da nova fase do Cerimonial Rainha Leonor. Toda a renda arrecadada com a venda dos ingressos será revertida para as obras sociais da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, que assistem a mais de 800 crianças e centenas de jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social.
 
O Cerimonial Rainha Leonor passa por processo de expansão. Com as intervenções, um dos mais concorridos e requintados espaços da cidade, tradicionalmente utilizado para a realização de casamentos e outras celebrações sociais e empresariais, ganhará capacidade para abrigar até 1,3 mil pessoas. O ambiente é ideal para a produção de uma nova gama de eventos, como espetáculos musicais, peças teatrais e exposições. “Nosso objetivo é entrar no guia de opções das produções culturais. Já estamos negociando a apresentação de outro grande cantor, prevista para acontecer em dezembro”, afirma Fagna Freitas, gerente do Cerimonial.
 
Serviço
O QUÊ: Show de Geraldo Azevedo
ONDE: Cerimonial Rainha Leonor, na Pupileira
QUANDO: 31 de outubro (quinta-feira), 21h
QUANTO: Ingressos balcões Ticketmix - R$80,00
Informações: 2203-9771/9740 

Comentar

   

Histórico de Conteudo

Ildázio Tavares Jr.

Ildázio Tavares Jr.: Um novo carnaval, uma nova proposta e uma nova cidade!

18/07/2014 17:10

Em sua nova coluna, Ildázio Tavares Jr. conta uma novidade dos bastidores da música baiana: uma proposta de novo circuito do Carnaval no Centro Administrativo da Bahia, o CAB. "Soube em uma destas tantas conversas que 16 empresários, produtoras e empresas, enfim, o trade do movimento musical que reinou por aqui, irá debandar de uma vez, mandar as favas os circuitos da Avenida e Barra e firmar um novo circuito no CAB". Segundo o colunista, a criação do que chama de 'axezódromo' será boa para a festa soteropolitana. "Sem corda, a violência vai diminuir. O flagelo do cordeiro acaba, a população vai se sentir prestigiada em ter novamente uma festa feita e pensada para ela. Turistas virão e gastarão grana". Leia o texto completo na coluna Cultura.

Ildázio Tavares Jr.: O modelo de negócio banda

23/06/2014 15:40

Em sua nova coluna, Ildázio critica a organização do mercado musical baiana que, segundo o colunista, gira em torno do "modelo de negócio banda". "O Axé music foi vendido como um movimento musical, mas a real é que a arte e a cultura ficaram sempre em décimo plano. O primordial foi, e sempre será, matar o cachê da banda! Tenho convicção que esse foi um dos grandes motivos para nunca ter se edificado uma ou mais casas de shows decentes aqui." Ildázio ainda diz que tal organização dos "empresários e dono de banda" acabaram destruindo carreiras de vários artistas. "Onde anda o Araketu? Ou o Terra Samba, que teve o disco mais vendido do axé music ao vivo em BH ?!?! E Ninha, Xéxeu e Patricia? Márcia Freire? Entupiram as rádios, com seu poder de jabá, das mais diversas imbecilidades musicais. É só lembrar de “Maria Joaquina de Amaral Pereira Goés, você contribói para o meu viver!”. Leia o texto completo na coluna Cultura.

Veja mais