Onda de frio recorde nos Estados Unidos provoca morte de quatro pessoas

Pelo menos quatro pessoas morreram no último final de semana em decorrência da onda de frio recorde, que acomete o leste dos Estados Unidos. As vítimas foram dois homens em Milwaukee, um desabrigado em Charleston, na Virgínia Ocidental, e outro homem na frente de uma igreja em Detroit. Segundo informações do G1, a polícia acredita que eles morreram congelados. Como as baixas temperaturas seguem até esta terça-feira (2), o Serviço Nacional do Clima emitiu alertas, pois estão previstas registros "perigosamente baixos" no leste de Montana e em todo o Meio-Oeste até o litoral do Atlântico e o Nordeste, chegando ao sul. De acordo com a publicação, escolas de Iowa, Massachusetts, Indiana, Ohio e Carolina do Norte cancelaram ou adiaram o início das aulas. "É por causa do frio intenso, que é perigoso demais para deixar as crianças na rua esperando um ônibus que pode não chegar", disse Herb Levine, superintende das escolas públicas de Peabody, em Boston, à emissora CBS. Com exceção do Nordeste do país, a expectativa é de aumento das temperaturas nas próximas 24 horas.