Ellen Cardoso desabafa pela primeira vez sobre caso de agressão de Naldo: 'Não julguem'

Mulher Moranguinho, a ex-dançarina Ellen Cardoso, falou pela primeira vez sobre o episódio em que foi agredida pelo marido, o cantor Naldo Benny, com golpes de garrafa (veja aqui). Através do Facebook, Ellen postou um desabafo de como está sua vida atualmente. "De volta pro recomeço. Um recomeço difícil e doloroso,mas que eu tenho fé que será uma grande cura", escreveu Moranguinho. Apesar da ex-dançarina deixar a entender que o casamento foi reatado, assessoria de Naldo Benny informou que os dois não estão juntos. Os dois, inclusive, passaram o Natal separados. Ao falar em "recomeço", segundo a assessoria de Naldo, Moranguinho indica apenas que a vida dela recomeçou e não que os dois estariam recomeçando a relação. "Respeitem o nosso momento. Está sendo muito difícil para todos nós. Não julguem sem nos conhecer. Por trás de tudo isso existem pessoas igual a você. Uma família que sofre, uma filha que chama pelo pai, cheia de saudade. Um homem cheio de amor desesperado para reparar seus erros e uma mulher com o coração muito ferido, mas que precisa ser forte pra recomeçar", declarou a assessoria ao Extra. Em outro trecho de seu texto, Moranguinho contou que ficou calada após a agressão para proteger a filha: "Outro dia vi até uma reportagem na TV onde uma mãe desesperada para salvar o filho o acorrentou em casa. Muitas pessoas acharam um absurdo, como uma mãe é capaz de fazer isso? Mas eu faria o mesmo. É melhor tê-lo em casa acorrentado do que passar pela dor de vê-lo morto jogado em uma esquina qualquer. Alguém aí já parou pra pensar que a atitude que tomei pode ter sido para salvar e não pra destruir?”. “Eu poderia estar em programas de televisão me lamentando e fazendo a coitadinha. Eu escolhi me calar, escolhi ter meu momento de paz, de reflexão e de cura!", completou. O cantor Naldo foi preso em flagrante no dia 6 de dezembro por porte ilegal de arma de fogo após ser denunciado por Moranguinho, que afirma ter apanhado do marido. Após a denúncia, Moranguinho viajou para São Paulo com a filha do casal, de 2 anos. Ela está recebendo o apoio do filho mais velho e de outros familiares e não pensa em aceitar o perdão do cantor nem muito menos reatar o casamento. Com base na Lei Maria da Penha, a Justiça determinou que o artista fique afastado da mulher, de seus familiares e das testemunhas do caso, numa distância mínima de 100 metros. Naldo também foi proibido de ter qualquer contato com Ellen por quaisquer meios de comunicação, inclusive pela internet.