Dominicanos protestam contra políticos envolvidos em esquema da Odebrecht

Manifestantes da República Dominicana se reuniram em protesto neste domingo (16) para exigir que o presidente Danilo Medina seja processado por obstrução de Justiça, no esquema de pagamento de propinas pela Odebrecht. Os ativistas exigiram também investigações contra os presidentes do Senado, Reinaldo Pared, e da Câmara, Lucía Medina. A senadora Cristina Lizardo também foi alvo dos protestos. Todos são membros do governista Partido da Libertação Dominicana. De acordo com informações da Folha de S.Paulo, os manifestantes se reuniram como uma grande massa, que se via do alto de Santo Domingo como uma grande mancha verde. Os manifestantes pediram o processo de outros funcionários vinculados à aprovação de contratos da Odebrecht. A empreiteira admitiu ter pago US$ 92 milhões em propina no país caribenho para ganhar licitações em obras. A Justiça ordenou em 7 de junho a prisão preveniva de um ministro e outros sete suspeitos de envolvimento no escândalo.