Sisal dá o sinal de como eleição para UPB será tensa para base aliada de Rui

Um alerta vermelho foi aceso no Palácio de Ondina após o resultado da eleição para a presidência da Consisal, consórcio que reúne as prefeituras da região sisaleira, nesta quarta-feira (11). A escolha do novo dirigente foi uma prévia do que deve acontecer na UPB, que terá uma disputa renhida, para desgosto do governador Rui Costa. Segundo informações da região, o governador empenhou-se pessoalmente na eleição da Cosisal, tendo telefonado para os prefeitos da região, pedindo votos para o seu candidato, o prefeito de Lamarão, Dival de Memel (PT). Dival acabou eleito, porém com uma margem mínima de dois votos - recebeu 11, enquanto o adversário, o atual prefeito de Serrinha, Adriano Lima (PMDB), obteve nove votos. Houve ainda um voto nulo. O Consisal era administrado até então por um aliado do governo, o ex-gestor de Serrinha, Osni Cardoso (PT).