TCE solicitou ações de manutenção no Centro de Convenções em 2014

Muito antes do incidente da última sexta-feira (23), o plenário do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE) havia determinado, em 22 de setembro de 2014, que às autoridades responsáveis adotassem providências para solucionar irregularidades identificadas na estrutura do Centro de Convenções de Salvador. O equipamento sofreu um desabamento parcial na noite da última sexta, deixando duas pessoas feridas (leia mais). De acordo com a Corte, a Resolução 185 teve como relator o conselheiro Gildásio Penedo Filho, e foi resultante de uma auditoria realizada pela 3ª Coordenadoria de Controle Externo (CCE), concluída em dezembro de 2013. O relatório do CCE havia constatado a existência de corrosão acentuada nas estruturas metálicas, alagamentos, infiltrações, fiação exposta, goteiras, comprometimento de saídas de emergência, além da falta de um Plano de Segurança para Situações de Pânico (PSSP). Na manhã desta terça-feira (27), durante uma vistoria, o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, anunciou que o prédio será demolido.