Número de prisões em flagrantes feitas na região do Semiárido cresce 55%

Em comparação com o ano anterior, o número de prisões em flagrante feito pela Companhia Independente de Policiamento Especializado do Semiárido (Cipe/Semiárido) cresceu 55% em 2017. Foram 392 atos contra 253 em 2016. A apreensão de armas também registrou acréscimo, com um salto de 137 para 240 ocorrências. “Todos se envolvem muito nas ações e como atuamos numa região difícil, pelas condições do terreno e também do clima, se não tiverem garra e vontade, os resultados não aparecem”, afirmou o comandante do departamento, major Carlos Maltez, destacando o empenho da tropa. Houve também alta na recuperação de veículos roubados ou furtados, que passou de 155 para 182, e mais ocorrências de apreensão de drogas, de 102 para 157 em 2017. De acordo com o major, as extensas plantações de maconha encontradas no ano passado, principalmente nas ilhas do rio São Francisco, foram erradicadas.