Conquista: Famílias retornam à área em que foram tiradas; audiência tenta resolver conflito

Famílias que foram retiradas de uma área em Vitória da Conquista, no sudoeste, retornaram ao terreno. Cerca de 50 famílias retornaram ao local por afirmar que não têm para onde ir. Devido ao impasse, a Defensoria Pública e a Ordem dos Advogados da Bahia (OAB-BA) realizaram uma audiência pública nesta quinta-feira (14). A reintegração de posse ocorreu no dia 4 de dezembro em uma área de preservação ambiental, situada na Serra do Piriri (veja aqui). Ao G1, o advogado que representa as famílias, Alexandre Garcia, disse que elas não têm recebido assistência da prefeitura. Segundo o defensor, até o momento a gestão local não apresentou nenhuma proposta. Para o presidente da subseção de Vitória da Conquista da OAB, Ubirajara Ávila, é preciso que se chegue a um acordo pacífico. Uma das pessoas que foram retiradas do local, a dona de casa Marina Alves. Ela conta que “deram cinco minutos” para se retirarem do barraco. Ainda segundo o site, a prefeitura de Vitória da Conquista foi convidada a participar da audiência pública, mas não enviou representantes. A administração Herzem Gusmão disse que tem dado assistência às famílias e que onze delas, cadastradas em projetos sociais do governo, vão continuar recebendo assistência.