Maternidade e medo andam juntos.

Sempre que digo que sou mãe de gêmeos percebo como mudam os rostos e as fisionomias das pessoas. A grande maioria se impressiona. Dizem que não tenho nem cara de mãe e muito menos de gêmeos... E logo vem as perguntas... e uma das que mais recebo é sobre a minha reação, como foi dar conta de dois bebês e só piora quando digo que meu marido não morou conosco os primeiros três anos... 

 

Se tive medo? Sim. Um não, tive muitos e ainda tenho. Ser mãe é ter medo, receio, angústias que só nós podemos entender e assumir para nós mesmas. Ao mesmo tempo que seguimos em frente, tememos tantas coisas.


Tive medo na gravidez de estar proporcionando uma gestação saudável para meu filho. Medo de não conseguir amamentar, de não ser capaz de nutri-los, medo de não saber cuidar, de não trocar tão bem as fraldas. Medo de dar banho...

 

Medo de não saber consolar nas horas em que mais precisassem, medo de não dar conta de tamanha responsabilidade. Medo de não saber o quê fazer e quando fazer. Medo de que os dois chorassem ao mesmo tempo e não saber como agir nessas horas. Medo de ver eles adoecerem e me sentir tão impotente, de pegar naquelas mãozinhas e ver o quanto represento na vida deles.

 

Tive medo de fraquejar e, muitas vezes fraquejei. Medo de não ser aquela mãe que sempre sonhei, de não ser um bom exemplo quando perco a paciência e um medo muito grande de que por isso meus filhos não me amassem tanto como eu os amo. Medo de não conseguir educar bem, medo de criar filhos mimados...

 

Mas, em meio a tantos medos, tenho certeza que são eles que nos impulsionam, que nos trazem a luz, que puxam lá do fundo da nossa alma a força e o equilíbrio para sermos as melhores mães que nossos filhos podem ter. Mães sempre tem medo, e sempre terão. E esses mesmos medos que apavoram tanto hoje só aumentam com o passar dos anos, a só lista cresce. Mas, por outro lado, o melhor de tudo é que esse mesmo medo é a melhor expressão do amor, do cuidado e do imenso carinho que temos pelos nossos filhos. É o medo que nos faz ser o que somos, Mães!

 

Sobre Nine

Nine Lima é autora do Blog Querida Mamãe, administradora de empresas, funcionária pública, casada e mãe dos Gêmeos Ricardo e Guilherme. Criou o blog há três anos com o intuito de compartilhar as expectativas da gestação, os cuidados de grávida, de mãe e do bebê; as experiências, inspirações e dicas.  "Tudo que pesquisei, elaborei e aprendi e continuo aprendendo a cada dia. Amo trocar experiências, refletir sobre o universo materno e aprender mais sobre educar e ser mãe, que sem dúvida alguma é um gostoso e contínuo desafio", disse Nine.

 

www.queridamamae.com

IG @blogqueridamamae

Facebook /blogqueridamamae