Após falha, zagueiro do São Paulo avisa: 'já, já eu estou indo embora'

O zagueiro Lucão, do São Paulo, fez um desabafo após a derrota do time frente ao Atlético-MG por 2 a 1, em pleno Estádio do Morumbi, no último domingo (18), pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador falhou no segundo gol do rival.

 

"Eles (torcida) sempre pegam muito no pé. Eu era um dos únicos que não podia errar hoje, mas fui infeliz no lance. Enquanto eu estiver aqui, eles vão sempre pegar no meu pé. Preciso saber lidar com isso e ser profissional. Mas para a alegria de muitos aí, já, já eu estou indo embora", declarou. No entanto, o tio e empresário do atleta, Jeferson Silva disse que ainda não recebeu nenhuma sondagem e nem proposta oficial de outros clubes.

 

Revelado nas categorias de base do clube paulista, Lucão ficou em baixa no Morumbi entre 2015 e 2016, após seguidas falhas, principalmente num dos jogos contra o Corinthians. No entanto, ele ganhou espaço com o técnico Rogério Ceni nesta temporada.

 

O comandante são-paulino inclusive criticou a postura do zagueiro que falou em deixar o clube. Porém, ele disse que, até antes da coletiva, não tinha conversado com o atleta e soube da declaração através da imprensa.

 

"Não vi a declaração. Estou sabendo pelas suas palavras. Lamento, porque vaias e aplausos são do jogo. Ele é um patrimônio do clube e prefiro ver melhor exatamente as palavras que ele usou. É sempre ruim quando você é vaiado, mas tem de ter cabeça no lugar para não dar uma declaração que não possa se arrepender futuramente. Eu sou de uma época em que, independentemente de vaias, era sempre muito especial jogar pelo São Paulo. Queria que ele tivesse também esse tipo de sentimento", afirmou.

 

Com a derrota, o Tricolor caiu seis posições e agora ocupa a 13ª posição com dez pontos. O Galo subiu duas e chegou aos nove. Na próxima quarta-feira (21), o clube paulista visita o Atlético-PR, na Arena da Baixada. Enquanto que, no mesmo dia, os mineiros recebem o Sport, no Estádio do Independência.