Após indicação ao Grammy 2017, Caetano se declara: 'Não seria nada na música sem Gil'

Conforme anunciado, o álbum "Dois Amigos, Um Século De Música: Multishow Ao Vivo", de Caetano Veloso e Gilberto Gil, foi indicado ao Grammy 2017 na categoria Melhor Álbum Internacional. Por isso, Caetano fez um post no Instagram comemorando o fato e aproveitou para se declarar para o amigo: "Fico alegre por saber que o disco do nosso show foi escolhido para concorrer ao Grammy. Gozado o Grammy Latino nem ter dado bola e o ‘Grammy Global’ destacar. Acho que a musicalidade de Gil merece. O violão milagroso e seu fraseado vocal. Isso, tendo ao lado minha companhia devota, justifica o interesse pelo disco. Nossas canções têm hoje um certo valor histórico. Mas eu não seria nada na música sem Gil", escreveu.

 

@CaetanoVeloso fala sobre indicação ao #Grammy americano 🎤🏆: "Fico alegre por saber que o disco do nosso show foi escolhido para concorrer ao Grammy. Gozado o Grammy Latino nem ter dado bola e o "Grammy Global" destacar. Acho que a musicalidade de Gil merece. O violão milagroso e seu fraseado vocal. Isso, tendo ao lado minha companhia devota, justifica o interesse pelo disco. Nossas canções têm hoje um certo valor histórico. Mas eu não seria nada na música sem Gil." #CaetanoVeloso #CVGG100 #GilbertoGil @gilbertogil #UnsProduções @unsproducoes

Uma foto publicada por Caetano Veloso (@caetanoveloso) em