Antigos barraqueiros terão prioridade em novo cadastramento da prefeitura

Os donos de barracas de praia da Orla de Salvador, destruídas após decisão judicial, terão prioridade no cadastramento para as novas concessões que a prefeitura realizará dentro do programa de requalificação da área litorânea. De acordo com a secretária municipal da Ordem Pública, Rosemma Maluf, na primeira etapa serão licenciados 250 espaços espalhados pela faixa de areia. “Só serão permitidas tendas com aproximadamente 9 metros quadrados, desmontáveis e removíveis. Nenhum tipo de edificação será permitido. O novo kit que será entregue aos permissionários conta com 40 cadeiras dobráveis, 20 banquetas e 20 guarda-sóis", informou. De acordo com a chefe da pasta, os equipamentos deverão ser instalados a partir das 7h e retirados às 19h. "Eles terão que guardá-los em algum lugar, em algum depósito que eles terão que alugar, ou buscar alternativas. Vale lembrar que são decisões da Justiça Federal”, afirmou. Ainda conforme Rosemma, nenhum tipo de alimento poderá ser produzido na praia. “Eles terão que fornecer alimentos prontos, já que não terá esgotamento sanitário e nem abastecimento de água”, lembrou. Os interessados terão que, futuramente – sem data definida –, procurar a administração soteropolitana para dar baixa no cadastro antigo e preencher o novo, além de quitar possíveis débitos com o Município.